Menu

Quanto vale um naco de liberdade?

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Nesta terça-feira (02/05), imediatamente antes de ser colocado em votação o PL 2630, também conhecido como PL da CENSURA, seu relator, o deputado COMUNISTA Orlando Silva, pediu e foi para que o mesmo fosse retirado da pauta pelo Presidente da Câmara, Artur Lira. É o adiamento de uma batalha que vem sendo realizada entre os que prezam a liberdade de expressão e os que querem amputá-la. O que aconteceu para tal? Explico.


Desde antes do pedido de urgência ter sido aprovado na semana passada, em placar apertado justamente porque seus opositores queriam mais tempo para analisar detidamente cada um de seus artigos, o governo e o consórcio velha mídia-justiçeiros entraram em luta aberta por sua aprovação marcada para hoje. A opinião pública reagiu e, mediante a expressão de sua vontade, fez com que bancadas e parlamentares individualmente sinalizassem que votariam CONTRA o PL, ao ponto de hoje, às vésperas da votação, um aplicativo criado com o objetivo de acompanhar as declarações de voto dos deputados, dar o placar de 247 CONTRA e 217 a FAVOR, ou seja, o governo e seu Projeto infame perderiam em plenário. Uma vitória da democracia e da liberdade.


Só que não. Ainda, pelo menos. Com a retirada de pauta, o governo ganha tempo. Para quê? Para que o governo opere com seus métodos conhecidos. Ao contrário do que disse cinicamente o deputado COMUNISTA relator do PL, a retirada não se deu para que o PL fosse amadurecido, discutido e contemplasse contribuições, senão, para quê a urgência votada na semana passada? Ouvimos dezenas de discursos da esquerda tirânica (sei, é pleonasmo) dizendo que o PL não podia esperar, que estava pronto e debatido, que a sociedade precisava resolver para ontem etc., etc., etc., logo, não se trata de “aperfeiçoar”, mas de, com a iminente derrota, ganhar tempo para a sua prática, antiga (mensalão), indecente e vil – comprar consciências.


Coincidentemente, pode ver AQUI, na tarde deste dia 02/05, Lula da Silva mandou liberar nada menos que 10 bilhões de reais em emendas parlamentares. Cargos há dias estão sendo distribuídos como já vimos acontecer aqui mesmo no Acre, onde o PT a contragosto perde o protagonismo desejado nos órgãos federais. 


Concomitantemente, os justiceiros agem. Uns foram pra cima do Google, multando-o em R$1.000.000,00 por hora porque se atreveu (veja só!) a assinalar com uma frase que o PL poderia limitar a liberdade de expressão. Antes, o Telegram já havia sido mandado pro espaço. Neste diapasão, logo chegará a vez das outras plataformas e, ao final, seremos a China latino-americana, onde somente será dito o que for permitido pelos donos do poder.


E a imprensa? Ora, a velha imprensa não quer saber de liberdade, ela está esfregando as mãos e em campanha desabrida pela aprovação do PL da CENSURA. Veja AQUI a estimativa de que somente a Globo poderá ganhar mais 230 milhões de reais com a sua aprovação e, obviamente, reaverá a quase exclusiva condição de dona da informação que chega aos lares brasileiros. Mais dinheiro e mais poder.


Certo é que veremos até um minuto antes da votação do PL, o governo petista fazendo o que sabe melhor, ou seja, COMPRAR parlamentares que estejam no mercado. Obviamente, dará a cada um a desculpa de que o texto foi melhorado, que certas contribuições foram acatadas… Assim, os vendidos terão como se apresentar ao eleitorado com o embornal cheio de emendas para os municípios e seus projetos indispensáveis, urgentes e íntegros. Emendas, aliás, que sendo impositivas, dispensariam tal esforço subalterno.


Em troca, meu caro, a sua liberdade de se expressar, de dizer o que pensa, de se manifestar, de se organizar, enfim, de se comunicar, terá perdido um naco importante e as portas do inferno terão sido abertas para que por ela passe a carruagem da CENSURA, do arbítrio, do autoritarismo e da dominação.


Ao concluir o presente texto, verifico que segundo o aplicativo (PL da Censura | Placar – PL 2630/20), entre os parlamentares acreanos 06 (seis) se manifestaram CONTRA o PL, 01 (uma) A FAVOR e 01 (uma) não se posicionou. Recomendo ao eleitor que acompanhe o voto de seu parlamentar nesta que é uma das mais importantes votações recentes do parlamento brasileiro. Alguns lhe dirão falsamente que se trata de fakenews, pois saiba que isto é fake. Se trata de liberdade, da SUA liberdade. 



Valterlucio Bessa Campelo escreve semanalmente no site ac24horas e, eventualmente, no seu BLOG, no site Liberais e Conservadores do Percival Puggina e em outros sites.