Conecte-se agora

Bocalom: “Perdido no mato”

Publicado

em

Ao que pese o prefeito Tião Bocalom (PROGRESSISTA) ser tido como uma pessoa honesta, muito embora difícil no trato, não é o suficiente para garantir que está correto em suas ações como gestor.

Durante a reunião da Associação dos Prefeitos (AMAC), Bocalom voltou a defender o uso precoce da cloroquina e ivermectina no combate a Covid-19. O argumento é pra lá de surreal. Ele disse:

“É como estar perdido num mato e a gente toma o rumo que vê pela frente e por isso temos feito o tratamento precoce”. (Pelo amor de Deus! Como é que a comunidade científica não tinha descoberto isso, são uns ignorantes).

Além de ter descoberto um caminho no mato para aplacar a fúria do coronavírus, o prefeito da cidade redescobriu um velho provérbio seringueiro bem aplicado a sua administração:

“Para quem está perdido, qualquer caminho serve” (mesmo que ele te leve ainda mais para o meio do mato). Bocalom só tem cinco meses de gestão. O tempo está a seu favor para encontrar o caminho certo.

“Só sei que nada sei”. (Sócrates, filósofo grego, o rabugento de Atenas)

. O presidente Jair Bolsonaro está praticamente abandonando o tratamento do uso precoce da cloroquina contra o coronavírus.

. Já disse que cloroquina e ivermectina não são para os incrédulos.

. É para os que têm fé e, agora, para os que estão perdidos sem saber o que fazer e aonde ir.

. Lembrei de uma viagem ao seringal na década de 80.

. Chegando na casa de um seringueiro ele estava com uma dor de dente de lascar o cano;

. Havíamos esquecido a bolsa com medicamentos, mas um dos companheiros tinha um fraco no bolso da jaqueta, um frasco de específico pessoa contra a ferrada de arraia ou cobra.

. Deram a sugestão:

. Dá uns dois goles para ele, pode ser que passe a dor.

. Em outra viagem, um dos companheiros (era um paulista) estava com muita diarreia havia quase 24 horas.

. Encontramos o Zé Aroeira perto da praia dos paus no rio Acre.

. O Zé, manguaceiro dos bons, foi logo perguntando se o homem bebia.

. Não bebia, mas teve que beber.

. Pegou meio copo de cachaça, fumou um cigarro inteiro colocando a cinza dentro, depois fez uma imitação de reza com o sinal da cruz e mandou o nosso companheiro beber.

. Uns dez minutos depois o homem não tinha mais caganeira, estava 100% curado.

. O Zé Aroeira se gabava dizendo que tinha aprendido com os jaminauás com quem andava, pras bandas de Assis Brasil.

. Tabaco e alho misturados servem para ferroada de formiga tucandeira.

. Para ferroada de arraia, casca de urana mastigada!

. Para o coronavírus, oração, jejum e vacina.

. Bom dia!

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas