Conecte-se agora

Conheça o cientista Gustavo Cabral, que atua na linha de frente para desenvolver vacina contra o coronavírus

Publicado

em

Natural de Tucano, na Bahia, ele coordena uma equipe de cientistas do Incor, em SP

A educação possibilita transformações na vida das pessoas. A prova vem do interior da Bahia, no município de Tucano, cidade com menos de três mil habitantes. De lá para a linha de frente da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Integrando a equipe de cientistas do Instituto do Coração (Incor), em São Paulo, que busca desenvolver a vacina brasileira contra o coronavírus, o imunologista Gustavo Cabral de Mesquita, 38 anos, era feirante e viu a vida melhorar quando se dedicou aos estudos.

O cientista Gustavo carrega a bandeira da educação e da ciência como valores que o motivaram a mudar o direcionamento da sua vida, embora isso não tenha começado muito cedo em sua trajetória. 

“Eu trabalhava na feira, vendia geladinho, frutas, como coco e manga. Aos 15 anos, resolvi sair de casa e fui morar em Euclides da Cunha, cidade próxima a Tucano. Lá eu comecei a trabalhar no açougue, fiquei quatro anos trabalhando nisso e não conseguia continuar os estudos. Parei três anos de estudar, começava e não continuava”, recorda. 

Porém, Gustavo passou a reparar algo em comum nas pessoas que ele considerava ter algum sucesso na vida: os estudos. A partir daí, vendeu o que tinha e passou a se dedicar somente a isso. Com o dinheiro, pagou os anos finais no ensino médio e um pré-vestibular. 

Jornada acadêmica

Primeiro de quatro filhos a ingressar no ensino superior, Gustavo escolheu estudar  Ciências Biológicas, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Campus Senhor do Bonfim. Graças ao incentivo de uma bolsa de pesquisa, após a graduação, veio o mestrado em Imunologia em Salvador, na Universidade Federal da Bahia (UFBA). E não parou por aí. 

Em São Paulo, fez doutorado com o mesmo tema na Universidade de São Paulo (Usp). No exterior, seguiu com os estudos na Universidade de Oxford, na Inglaterra, além de também estudar em Portugal e na Suíça.

Em seu currículo, Cabral tem, entre inúmeras realizações, o desenvolvimento de uma vacina, ainda em modelo animal, contra o Zica vírus. 

Valorização da educação e ciência

Além de seguir na luta contra o coronavírus, em seus posicionamentos, Gustavo sempre defende o incentivo à educação e ciência como possibilidade para que inúmeros outros jovens possam mudar a sua realidade, trazendo retorno para a sociedade.

“O caminho para as uma das maiores revoluções na vida das pessoas que não têm condições de vida muito boa é invadir os espaços universitários. Isso promove uma transformação enorme. Tudo muda quando olhamos para os centros universitários e pensamos “aqui também é o meu lugar”, reflete o cientista

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Acre

Servidora da Sefaz morre de Covid-19 no Hospital Santa Juliana

Publicado

em

Faleceu nesta sexta-feira, 26, em decorrência da Covid-19, a servidora Elianete Rufino Franco, da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), que desde 1984 atuava como Técnica da Fazenda Estadual. Elianete Rufino estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Santa Juliana.

A servidora efetiva ocupava o cargo de chefe da Divisão de Gastos Corporativos, e sempre se mostrou muito dedicada e solícita ao trabalho.

Em nota, a Sefaz lamentou o falecimento da servidora e manifestou solidariedade aos familiares e colegas. “Sua morte prematura representa uma grande perda para o serviço público. Neste momento de tristeza e dor, manifestamos aos servidores, amigos e familiares nossas mais sinceras condolências, rogando a Deus que conforte seus corações”, escreveu em nota.

Continuar lendo

Cotidiano

MPF instaura procedimento para apurar premiação por apreensão de armas de fogo no Acre

Publicado

em

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou procedimento administrativo para apurar a compatibilidade da lei e do decreto que institui no Acre o sistema de premiação especial por apreensão de armas de fogo com o ordenamento jurídico.

O procurador da República Lucas Costa Almeida Dias requisitou à Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre que encaminhe, no prazo de dez dias, cópia do processo legislativo que deu origem a Lei 3.679/2020 e o Decreto 8.073/2021 que instituíram o sistema de premiação.

A Lei 3.679/2020 institui no Estado do Acre o sistema de premiação de armas de fogo em situação irregular, já o Decreto 8.073/2021 regulamenta a forma de concessão da premiação e os respectivos valores no sistema de gratificação.

O procedimento administrativo cita ainda o acórdão proferido pelo Conselho Especial do TJDFT que julgou inconstitucional a Lei Distrital que instituiu a gratificação por apreensão de arma de fogo no DF.

Continuar lendo

Acre

Acre recebe 8,16 milhões da Defesa Civil para vítimas de enchentes

Publicado

em

A Defesa Civil Nacional anunciou nesta sexta-feira, 26, que começou a liberar cerca de R$ 8,16 milhões para ajudar o governo do Acre e prefeituras acreanas a mitigarem parte dos danos que as fortes chuvas dos últimos dias causaram em todo o estado.

Além do governo estadual, o repasse de verbas federais contemplará as cidades de Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima e Sena Madureira. Segundo a Defesa Civil Nacional, outros municípios do Acre serão beneficiados a partir da próxima semana, quando há previsão para a liberação de mais recursos para enfrentamento às enchentes.

Assinadas pelo secretário nacional de Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, as quatro portarias de autorização de transferência de recursos foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira.

Cidade mais afetada pelas recentes inundações no estado, Cruzeiro do Sul receberá a maior parte deste primeiro montante: R$ 3,1 milhões, segundo a Portaria nº 327. Em seguida vem Sena Madureira, cuja prefeitura receberá R$ 2,3 milhões, conforme estabelece a Portaria nº 329.

Ao governo estadual, a Defesa Civil Nacional repassará pouco mais de R$ 1,11 milhão. Já Mâncio Lima receberá R$ 892 mil, enquanto à prefeitura de Feijó estão sendo transferidos R$ 744 mil.

De acordo com a Defesa Civil Nacional, o dinheiro deverá ser usado em ações como aquisição de cestas básicas, kits de limpeza, produtos de higiene pessoal, água potável, colchões e redes, combustível, aluguel de embarcações, caminhões e caminhonetes, entre outros produtos e serviços que beneficiem às pessoas prejudicadas pelas chuvas.

No total, o Ministério do Desenvolvimento Regional tem R$ 450 milhões para ajudar estados e municípios de todo o país a enfrentarem as consequências de desastres naturais como o que atingiu o Acre, onde cerca de 130 mil pessoas foram afetadas pelo transbordamento de rios que inundaram diversas partes do estado. O crédito extraordinário de R$ 450 milhões é fruto de uma medida provisória que o presidente Jair Bolsonaro assinou na última segunda-feira (22), em favor do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Continuar lendo

Extra Total

Acre tem mais 4 mortes e quase 500 novos casos de Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) registrou 474 casos de infecção por coronavírus nesta sexta-feira, 26, sendo 291 confirmados por exames de RT-PCR e 183 por testes rápidos. O número de infectados saltou de 56.257 para 56.731 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 155.643 notificações de contaminação pela doença, sendo que 97.924 casos foram descartados e 988 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 46.440 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 300 pessoas seguem internadas.

Mais 4 notificações de óbitos foram registradas nesta sexta-feira, 26, sendo todas do sexo masculino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 986 em todo o estado.

Os óbitos são:

Morador de Rio Branco, J. R. S., de 45 anos, deu entrada no dia 9 de fevereiro, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a falecer no dia 13 do referido mês.

Morador de Xapuri, D. J. F. N., de 39 anos, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 22 de fevereiro, e veio a óbito nesta quinta-feira, dia 25.

Morador de Capixaba, F. F. G., de 85 anos, deu entrada no dia 16 de fevereiro, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a falecer no dia 25 de fevereiro.

Morador de Rio Branco, V. A. L., de 62 anos, deu entrada no dia 19 de fevereiro, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a falecer nesta quinta-feira, 25.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas