Conecte-se agora

Integração entre Acre e Peru pode transformar Cruzeiro do Sul no maior Polo Industrial do Estado

Publicado

em

Antes da missão, orientações. O receio de não conseguir engrenar o projeto que busca integrar o Acre ao estado vizinho do Peru, Ucayali, faz com que a comitiva de governantes e empresários alinhem o máximo possível as ideias para que tudo resulte em sucesso no primeiro encontro empresarial desta gestão em Pucallpa, capital de Ucayali, que ocorre nos dias 10 e 11 de fevereiro.

O evento é aguardado com uma majestosa organização em Pucallpa. Mais de 80 prefeitos (do Acre e Peru) estarão reunidos para entender o significado e sugerir negócios de integração. Serão dois dias de rodas de conversa, palestras, apresentações comerciais, uma verdadeira troca de informações a fim de integrar, de fato, as políticas econômicas e comerciais dos dois países por meio de Cruzeiro do Sul e Pucallpa.

Para a Associação do Comércio de Cruzeiro do Sul, trata-se da realização de um sonho antigo aproximar o Acre e o Brasil dos portos peruanos.

O presidente da Federação das Indústrias do Acre (Fieac), José Adriano, se diz orgulhoso em fazer parte deste projeto. “São desafios e estudamos suas viabilidades. É um trabalho que vale a pena se trabalharmos juntos, os empresários, poder público e demais integrantes da sociedade “, disse.

A real proposta busca, além de beneficiar toda a economia do Acre, fazer de Cruzeiro do Sul um verdadeiro Polo industrial. “Andando de mãos dadas com as autoridades peruanas”, ressalta Adriano.

A princípio, este encontro ainda é uma reunião de prospecção. “Estamos buscando alternativas para a região. Usar mercado, demanda, aproximação, tudo isso para que a integrada, de fato, seja uma realidade”, explicou o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária, Assuero Veronez.

O entendimento geral é de que o estado precisa tocar nas suas riquezas para extrair prosperidade. Criar um fluxo de negócio real e que funcione a partir da integração com o Peru.

Segundo os participantes do encontro, um momento histórico para o Acre e para o Brasil. “Concretizar esse projeto vai elevar o desenvolvimento. É um projeto arrojado, mas que dá pra ser concretizado. O diferencial agora é a vontade que vemos nas pessoas inseridas neste encontro”, afirmam.

A esperança é que com a abertura da estrada partindo do Vale do Juruá a Pucallpa, muitos negócios poderão ser fechados. O encontro entre o empresariado peruano é acreano já se torna um dos grandes acontecimentos políticos/econômicos de 2020.

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, agradeceu o empenho dos políticos e empresários que acreditam na ideia. “É importante tirar o Acre do isolamento. Essa luta não em vão. Só assim vamos chegar ao desenvolvimento”.

O vice-governador, Major Rocha, é quem lidera o grupo no encontro. “Será uma viagem frutífera. Um sonho antigo do Acre. Temos que fazer o Acre voltar a gerar emprego e renda e uma das alternativas é a integração”, garante.

De acordo com Rocha, o projeto está sendo conduzido de maneira diferente nesta gestão, por isso a confiança de que se torne uma realidade. “Agora esse encontro passa pela confiança de quem produz, que são os empresários que acreditam que é possível ganhar dinheiro no Acre”.

Rocha salienta que ainda há gargalos a serem resolvidos, mas que o governo vem enfrentando para superá-los. “Já ouvimos muitas promessas, mas agora temos tudo favorável para que dê certo. O governo federal já abraçou a ideia”.

O entrosamento empresarial, político e econômico ocorre nesta segunda e terça-feira, onde serão apresentadas as potencialidades de negócios entre o Peru e Acre.

Anúncios

Acre

Mailza comemora chegada de mais 21 mil doses de vacina para o Acre

Publicado

em

­Parlamentar também destacou aprovação de R$ 450 milhões do Governo Federal para ajudar famílias atingidas pelas alagações no Brasil

A senadora Mailza Gomes (Progressistas-AC) comemorou a chegada de mais de 21 mil doses de vacina trazida pelo presidente Jair Bolsonaro, que cumpriu agenda no Acre nesta quarta-feira, 24. Mailza também reiterou a aprovação do crédito extraordinário do Governo Federal de R$ 450 milhões para as cidades do Brasil que sofrem com os alagamentos. Parte desse valor será destinado ao Acre para ajudar as famílias atingidas pela enchente no estado.

“Junto com o senador Bittar, que é relator do Orçamento Geral da União 2021 e o governador Gladson, na semana passada estivemos em reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e viabilizamos com Guedes um crédito extraordinário de 450 milhões Fico muito feliz por receber hoje uma resposta positiva que em breve o recurso será disponibilizado e vai ajudar muito as famílias que estão sofrendo com os alagamentos. Estamos unidos para superar esse momento” disse a senadora.

Segundo o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, os recursos serão transferidos até a próxima sexta-feira, 26, e distribuídos aos municípios atingidos pela cheia no Acre.

Após o anúncio da chegada de mais de 21 mil doses de vacina, Mailza comemorou. “Recebemos com muita alegria essas novas doses. O governador Gladson tem trabalhado bastante e todo trabalho tem sido muito importante. Cada dose que a gente recebe é uma vida salva e uma esperança renovada”, comemorou.

Continuar lendo

Acre

Acre tem 291 casos e se aproxima de mil mortes por Covid-19

Publicado

em

O boletim divulgado pela  Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) registra 291 casos de infecção por coronavírus nesta quarta-feira, 24, sendo 154 confirmados por exames de RT-PCR e 137 por testes rápidos. O número de infectados saltou de 55.590 para 55.881 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 153.472 notificações de contaminação pela doença, sendo que 96.739 casos foram descartados e 852 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 46.213 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 287 pessoas seguem internadas.

Mais 2 notificações de óbitos foram registradas nesta quarta-feira, 24, sendo uma do sexo masculino e uma do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 975 em todo o estado.

Óbito do sexo masculino:

Morador de Rio Branco, G. P. S. S., de 40 anos, deu entrada no dia 8 de fevereiro, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a falecer nesta terça-feira, dia 23.

Óbito do sexo feminino:

Moradora de Rio Branco, H. F. V. M., de 72 anos, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 4 de fevereiro, vindo a óbito nesta terça-feira, 23.

Continuar lendo

Acre

“Cada um faz o que quer”, diz Cameli sobre Bolsonaro não usar máscara

Publicado

em

Em entrevista exclusiva ao ac24horas no final da manhã desta quarta-feira, 24 o governador Gladson Cameli, que sabe que precisa mais do que nunca do apoio do governo federal para superar as crises provocadas principalmente pelas enchentes e a Covid-19, fugiu de polêmica ao ser perguntado sobre ao mesmo tempo em que a pandemia é um dos maiores desafios enfrentados hoje pelo acreano, o presidente Jair Bolsonaro dispensa o uso de máscara, que é uma das principais orientações das autoridades de saúde para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

“Cada um é maior de idade e sabe o que faz. O presidente Jair Bolsonaro tem essa linha de pensamento de não usar a máscara e eu respeito. A minha é de usar. O mais importante é todos nós nos unirmos para superar esse difícil momento”, afirmou Gladson.

O governador confirmou ainda que a partir do próximo dia 1º de março, dependendo do comportamento da pandemia nos próximos dias, entra em vigor a liberação do comércio com 20% da capacidade de atendimento e o lockdown nos finais de semana, inclusive com o fechamento dos supermercados.

Gladson também falou da conversa que teve com Jair Bolsonaro e ministros sobre a vacinação em massa no Acre. “Falei da importância da necessidade de vacinarmos a maioria da população. O Acre não é melhor do que nenhum estado, mas vivemos uma situação emergencial. É muita gente nos abrigos, que mesmo com toda a orientação não podemos garantir que não vamos ter ainda mais aumento de casos, afirma.

Assista a entrevista:

Continuar lendo

Acre

Ministro de Bolsonaro comete gafe ao confundir Acre com o Amapá

Publicado

em

O novo Ministro da Cidadania, deputado federal João Roma (Republicanos-BA), que deverá tomar posse do cargo na tarde desta quarta-feira, 24, no Palácio do Planalto, cometeu uma gafe durante a entrevista coletiva no Aeroporto Internacional de Rio Branco nesta manhã.

Ao se referir ao Acre, o ministro que será empossado falou o nome do Estado do Amapá e rapidamente foi corrigido por todos, inclusive Bolsonaro.

Roma se corrigiu e pediu desculpas e destacou recursos liberados por seu Ministério para o Acre. “Temos para o Acre a antecipação do Beneficio de Prestação Continuada prestado pelo INSS. São 89 mil famílias acolhidas pela Bolsa Família no Acre. Liberamos mais R$ 1 milhão para o Acre de forma emergencial”, disse.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas