Conecte-se agora

Motorista trabalha vestido de Papai Noel e entrega lembrancinhas aos passageiros

Publicado

em

Júnior Jaunes, de 33 anos, é mais conhecido entre os passageiros de ônibus em Rio Branco como “o motora top”. O apelido não é em vão. Sempre que pode, o motorista busca agradar seus passageiros com ações diferenciadas. Nesta véspera de Natal, não foi diferente. A preparação começou com bastante antecedência, desde a compra dos enfeites natalinos, aluguel da fantasia, produção do veículo e compra das lembrancinhas.

Nesta terça-feira, 24, o motorista trabalha vestido de Papai Noel, com o coletivo inteiramente enfeitado por ele, sua esposa e uma amiga. A produção de hoje começou bem cedo, por volta das 2 da madrugada, para que tudo estivesse pronto até a primeira viagem do dia, às 5 da manhã. Segundo ele, a reação dos passageiros está sendo positiva. “As crianças pedem para tirar fotos, vêm me abraçar. Ver as pessoas felizes e um sorriso nas crianças é muito satisfatório”, diz Jaunes.

O motorista contou que gastou cerca de R$ 450 do próprio bolso para conseguir fazer a ação. Centenas de doces são distribuídos para os passageiros em pacotes diversos. A ação só encerra quando ele encerrar a jornada de trabalho desta terça.

Jaunes começou a ganhar notoriedade entre os passageiros conduziu a linha da Universidade Federal do Acre (Ufac), por quatro anos seguidos. Quando teve de mudar de rota, levou consigo o amor pela profissão e fez mais amigos durante os percursos. Ele costuma exaltar sua profissão através de perfis nas redes sociais. Sempre interagindo com seus seguidores, em suas postagens busca reafirmar seu companheirismo com os passageiros, que ele prefere chamar de colegas.

Acre 01

Morador vai assistir sessão na Câmara, cobra vereadores e quase é agredido no Quinari

Publicado

em

Weriton Roque, morador do bairro Edilo Rodrigues, em Senador Guiomard, saiu para assistir uma sessão na Câmara de Vereadores e diz quase ter sido agredido nesta quarta-feira (22). Tudo começou quando ele resolveu gravar um vídeo para desabafar sobre as condições que se encontra a Câmara Municipal de vereadores da região.

Segundo ele, um dos problemas no parlamento está relacionado à caixa de som, que transmite o áudio da sessão plenária, que está danificada e impede que os moradores ouçam o que é discutido entre os parlamentares.  Além disso, o morador que também é servidor público, alega o ‘caos’ no Poder Legislativo municipal.

Roque aponta que nem água para as pessoas que desejam assistir a sessão é disponibilizado. “Aqui, a irresponsabilidade é tão grande que nem o som para ouvir a sessão a gente consegue ouvir lá, porque a única caixa que tem não está funcionando. O descaso chega a ser tão grande que você olha e o bebedouro não tem água. Não tem uma cortina para dar viabilidade aos vereadores”, declarou.

No entanto, as críticas feitas pelo morador não ficaram sem resposta. O presidente do parlamento, vereador Magildo Lima (Progressistas) saiu do plenário e resolveu responder o cidadão. Magildo disse que Weriton não tem moral para criticar o parlamento. “Sempre está aqui e não está trabalhando, me diga qual a moral até tu tens para cobrar alguma coisa que aconteceu por conta do som, e está ali o bebedouro, não está com o galão d’água, mas ali está funcionando vai lá, agora fala de ti mesmo”, respondeu e, em seguida, saiu do local.

Procurado pela reportagem do ac24horas, o morador Weriton Roque, relatou que após as suas críticas, por pouco não chegou a ser agredido por um funcionário do local, porém, antes de chegar a uma possível agressão física, o servidor foi contido por Magildo Lima. “Eu fico triste porque ali é a casa do povo, eu fico a me perguntar se uma outra pessoa que for gravar um vídeo terá o mesmo tratamento. Em relação ao som, ele tem problema desde o início da atual legislatura”, comentou.

Roque finalizou dizendo que Magildo alega ter feito uma economia de R$ 300 mil reais, porém, não usou para fazer as adequações na Câmara.

Já o presidente da casa, vereador Magildo Lima contou que Roque é acostumado a ir ao parlamento fazer baderna. “Por isso eu fui até lá e falei aquela situação com ele, mas assim, pela situação que ele é funcionário [ posto de saúde]. Dificilmente ele vai para trabalhar e em dias de sessões ele está lá fazendo esses tumultos”, explicou.

Em relação a supostas agressões relatados por Roque, Magildo confirmou que o morador havia discutido com um funcionário da Câmara. “Eu fui lá acalmar os ânimos. Eu entrei na pauta porque ele queria que não tivesse sessão por conta da caixa de som externa não está funcionando, mas a interna estava. O som acontece de dá problema e não dá tempo de arrumar. Nós tínhamos que fazer sessão por conta de alguns projetos que nós tínhamos que colocar em pauta”.

Sobre as reclamações da falta de água no Poder Municipal, Lima disse que é inverídico, haja vista que, o bebedouro citado está desativado. “Ele sabe que nós não usamos aquele e sim o do corredor. Foi a hora que eu falei qual a moral que ele tinha, porque como servidor ele tinha que está no local de trabalho e sempre em sessão ele vai lá para fazer tumulto. Como cidadão, todos têm direito de fazer suas reivindicações”, concluiu.

video

Continuar lendo

Acre 01

Atraso em obras da BR-364 fará Dnit contratar nova empresa e investigar construtora

Publicado

em

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes – DNIT anunciou que por meio de  procedimento administrativo, deverá apurar a responsabilidade da empresa responsável pelo trecho da BR-364 entre Feijó e Sena Madureira. O motivo é o dano já causado pelo atraso no cronograma do trabalho.

Sem citar o nome da empresa, o DNIT afirma que a construtora, mesmo após ter sido acionada várias vezes, tem se negado a garantir o devido desempenho estabelecido no plano de trabalho.

“A empresa foi várias vezes acionada para retomada dos serviços e adequação do ritmo de obra, sendo alertada das consequências dos mesmos não ocorrerem de acordo com o cronograma previamente acordado, aproveitando a janela climática da região”.

O órgão destaca ainda que a alegada solicitação de correção dos valores de insumos não  foi negada pelo Departamento, mas ressalta que as análises de pedidos de ajustes só podem ser processadas após a devida entrega dos serviços contratados, seguindo a legislação em vigor e os normativos técnicos da autarquia – praticados nacionalmente.

O Departamento cita também que já atua na elaboração de novos contratos para garantir a trafegabilidade da rodovia  no  período chuvoso,  bem como para melhoria da condição geral de serviço , incluindo soluções para as erosões e reconstrução de trechos críticos  impactados por características do solo da região.

“Com o objetivo de adequar a estrada às reais necessidades, o DNIT trabalha nos projetos de reconstrução e restauração dos trechos críticos da BR-364/AC, a serem elaborados até 2022. Em razão dos futuros trabalhos de restauração da rodovia apresentarem previsão de soluções mais complexas e valores elevados, o DNIT intensificará as providências para garantir as condições de trafegabilidade da BR-364/AC, mesmo antes da viabilização desses serviços mais estruturais”, traz a nota.

Em audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa na terça-feira, 21, para tratar sobre a  BR-364, o empresário Jarbas Soster, que representa a empresa MSM Industrial Ltda, disse que há um desequilíbrio nos contratos puxado pelo alto preço dos insumos.

“Esses contratos não contemplam os serviços integralmente. Nós estamos debatendo com o Dnit a questão dos preços, e aumento de até 500% dos insumos, como por exemplo o cimento que teve aumento de 100% e o diesel que dobrou”, pontuou.

Atuam na BR-364 a empresa MSM, a Lima e Pinheiro, ambas do Acre e a Andrade e Vicente, de Rondônia, além do 7° Batalhão de Engenharia e Construção- 7º BEC. A distribuição dos lotes é a seguinte: Lote 02 MSM (AC); Lote 03 BEC (Exército); Lote 04 MSM (AC); Lote 05 MSM (AC); Lote 06 Lima e Pinheiro (AC); Lote 07 Lima e Pinheiro (AC) e Lote 08 Andrade e Vicente (RO).

Continuar lendo

Acre 01

Grande incêndio atinge área do batalhão do Corpo de Bombeiros e pista de pouso de Xapuri

Publicado

em

O fogo começou por volta das 8 horas da noite desta terça-feira (21), de acordo com moradores da área, e se espalhou rapidamente por quase toda a região que circunda uma das margens do aeródromo da cidade e onde está sediado o 8º Batalhão do Corpo de Bombeiros.

O local onde o fogo se iniciou está situado ao lado direito da Estrada da Borracha (AC-485), logo na entrada da cidade. Nas imediações está o bairro Mutirão, uma das primeiras concentrações de residências para quem chega a Xapuri.

Algumas casas estão a cerca de 30 ou 40 metros dos pontos onde o fogo avança rumo a uma das cabeceiras da pista de pouso, mas, de acordo com a tenente Laiza, comandante do batalhão do Corpo de Bombeiros na cidade, não há risco para as casas.

De acordo com ela, os bombeiros fizeram o combate inicial exatamente nos pontos mais próximos às residências e às instalações do batalhão, onde já haviam sido feitos os chamados “aceiros” para evitar o avanço das chamas rumo a edificações.

Ainda de acordo com a tenente Laiza, apesar de ainda haver muito fogo na região atingida por volta das 9h30 da noite, a situação já estava sendo controlada nesse horário pela guarnição de plantão. A queima da vegetação nesse local costuma ocorrer todos os anos.

Não há informações concretas de como o incêndio começou, mas a reportagem do ac24horas apurou no local que o fogo pode ter sido ateado por crianças que brincavam no começo da noite em um parque infantil localizado nas imediações.

Veja o vídeo:

video

Continuar lendo

Acre 01

Piloto de helicóptero atingindo por hangar estava dentro da aeronave, mas saiu ileso

Publicado

em

No momento em que uma tempestade atingiu a Cruzeiro do Sul e derrubou um hangar no Aeroporto do município, o piloto do helicóptero estava dentro da aeronave. Por sorte, ele conseguiu escapar sem se machucar com gravidade, apenas com leves escoriações. “Ele conseguiu sair só com algumas escoriações leves. Os danos maiores foram ao patrimônio”, relatou o comandante do Corpo de Bombeiros de Cruzeiro do Sul, tenente Josadaque.

Segundo o militar, o grupamento que fica de serviço no aeroporto atendeu a ocorrência. Já dentro do avião monomotor que também foi atingido pelo hangar, não havia ninguém.

O hangar e o avião atingidos são de  uma empresa particular de Cruzeiro do Sul e o helicóptero seria de uma  igreja que realiza missão na região.

Segundo o coronel Negreiros, piloto da Centro Integrado  de Operações – Ciopaer, o helicóptero do governo fica no Corpo de Bombeiros, entretanto, nessa terça, a aeronave está em manutenção preventiva na capital do Acre, Rio Branco.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas