Conecte-se agora

Gladson e JV: O perigo das indefinições!

Publicado

em

Duas indefinições no cenário político do Acre estão deixando partidos e lideranças  com os nervos à flor da pele. Os candidatos ao Senado e vice na chapa do governador Gladson Cameli (PROGRESSISTAS) e a indecisão de Jorge Viana que não sabe se disputa o governo ou o Senado.

O senador Márcio Bittar (União Brasil), por exemplo, mostrou-se bastante irritado por ocasião da vinda do senador Flávio Bolsonaro (PL/RJ), quando questionado se Gladson teria sido convidado para o evento e se Márcia Bittar seria parceira de chapa dele. Bittar respondeu visivelmente contrariado e irritado que não sabia. Tudo por conta da indefinição de Gladson.

Os aliados de Jorge Viana são mais discretos. Porém, reclamam o tempo todo nos bastidores de que o ex-governador petista está perdendo tempo (e votos) ao continuar cozinhando o galo em água morna. O deputado federal Edvaldo Magalhães (PCdoB), por exemplo, manifestou-se publicamente sobre o assunto. JV vai ralando o milho indeciso, Gladson Cameli corre atrás do leite derramado, o MDB. Mara, Petecão e Jenilson avançam em suas posições no tabuleiro. São os riscos das indefinições.

. Já dizia o poeta:

. Não sei se vou, não sei se fico/Se fico aqui ou se fico lá/ Se estou lá tenho que vir/ Se estou aqui, tenho que ficar…e assim caminha as eleições no Acre.

. Se bem que para o momento político a música do Pablo do Arrocha também se encaixa como uma luva:

. A mala já tá lá fora/ Estou indo embora/ Vou lhe deixar/ Você foi o culpado desse amor se acabar/ Você que destruiu a minha vida…

. Consta que o governador Gladson Cameli estaria tentando reatar com o MDB; conhecendo Flaviano Melo como eu conheço não vai dar mais jogo.

. A história das eleições de 1998 se repetindo.

. A Mara é o Chicão Brígido da vez; como uma diferença muito grande:

. Ela parece ter votos e potencial de crescimento para ir ao 2º turno.

. Ao menos é o que parece!

. Deixemos para as pesquisas.

. “A única verdade é que tudo muda o tempo todo”, já dizia Heráclito, o Obscuro.

. “A mudança que se vê é engano, é aparente, nada muda; o ser é, o não ser não é”, rebate Parmênides de Eléia.

. Filosofando e enchendo linguiça, de suíno, de preferência.

. Antônio Klemer para senador!

. Muita saúde, fé e paz, amigo Roberto Vaz!

. Bom dia!

Coluna do Astério

O Palácio manda a fatura do apoio de Mailza a Bocalom…

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Ser ou não ser, eis a questão!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Senado, a cereja do bolo!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Gladson busca na espiritualidade forças para governar e disputar a reeleição

Publicado

em

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!