Há aproximadamente seis anos surgiu no Acre um grupo empresarial voltado a atender o público feminino que deseja consumir roupas e calçados com qualidade e preço justo. A empresa criada por duas amigas nasceu pequena em meados de 2016 e atualmente se tornou uma marca composta por três lojas em Rio Branco, todas com diferentes núcleos de atuação, são elas: Donna Fit, Donna Black e Donna Shoes.

A primeira se dedica a vender roupas aos praticantes de esportes, a segunda comercializa variedade em roupas casuais e a última é focada na venda de calçados. Apesar da semelhança física, Daniella Barcellos e Denise Eufrásio são apenas amigas, mas passaram a ser sócias nos negócios quando decidiram unir os conhecimentos em vendas para dar um novo rumo na comercialização da moda fitness feminina no estado.

As amigas Daniella Barcelos e Denise Eufrásio tornaram-se empresarias juntas há cerca de 6 anos – Foto: Sérgio Vale

A primeira loja aberta do atual grupo foi a Donna Fit, com a proposta de democratizar esse estilo na capital acreana. Além de empresária, Daniella é advogada especialista em Direito do Consumidor, no entanto, se diz empreendedora de coração. Antes de darem início às lojas Donna, Denise já revendia peças fitness enquanto atuava como sacoleira. De alguma forma, ambas já tinham experiência com o comércio em dado momento da vida.

“Vender peças com tendência de moda, com preços acessíveis é o nosso foco”, afirmam. A ideia de colocar esse tipo de produto para comercialização veio por uma necessidade, algo que elas mesmas sentiam falta no mercado local. “Decidimos atender a uma necessidade que era nossa também. Tínhamos dificuldade de comprar roupas de que gostássemos, com preço justo”, explica Barcellos.

Em pouco tempo de Donna Fit, as sócias sentiram uma excelente aceitação da clientela e logo em seguida resolveram atender mais uma necessidade em moda das acreanas: roupas para o dia a dia e calçados com preços acessíveis. Foi então que nasceram a Donna Black e Donna Shoes. Segundo as empresárias, abrir mais de um empreendimento foi o caminho natural dos negócios.

“À medida que começamos a vender moda, fomos descobrindo outras oportunidades no mercado, de produtos que faltavam em nossa cidade a preços acessíveis. Precisávamos também que a loja fosse nossa única fonte de renda, então precisávamos ampliar a gama de produtos”, destacam.

Apesar das dificuldades que todo empreendedor enfrenta ao longo da carreira, principalmente no Acre – que se localiza distante de todos os principais centros de comércio do país – a dupla nunca pensou em desistir das lojas Donna. “Mesmo frente a desafios, somos felizes com nosso trabalho, com nossa missão”. Para elas, o maior desafio que sofreram até o momento foi atravessar a pandemia do novo coronavírus e o fechamento temporário das empresas.

As lojas pertencentes ao grupo Donna Fit, Black e Shoes comercializam produtos para o público feminino – Foto: Sérgio Vale

A internet foi um dos diferenciais usados pelas empreendedoras, que viram por meio das redes sociais um meio de vender tanto quanto presencialmente. O apoio das clientes que fidelizaram ao longo dos anos é o que mantém o grupo determinado a seguir no ramo na capital. “Ainda assim seguimos firmes no propósito. Nossas clientes são maravilhosas. Temos feedbacks muito positivos, estamos sempre estimulando essa troca”.

No momento, o grupo Donna vem reestruturando as lojas, a empresa e a marca como um todo devido ao período de amenização da pandemia. Após o sucesso com o público feminino, as proprietárias ainda tentaram empreender com o nicho do universo masculino, porém, sem continuidade. “Testamos abrir a Mister Black, voltada para o público masculino, mas não nos encontramos nesse ramo”.

Questionadas sobre as dificuldades em lidar com esse tipo de negócio no Acre, elas ressaltam que pertencer ao mundo empreendedor não é fácil. “No nosso estado então, mais ainda. Estamos geograficamente longe dos grandes centros, então os custos são elevados com fretes, impostos. Além disso, falta segurança pública”.

Por enquanto, só existem Donna Fit, Black e Shoes em Rio Branco, porém, Denise e Danielle não descartam a possibilidade de expandir a marca para os demais municípios do estado. “O futuro a Deus pertence, e não descartamos expansões”. O grupo já recebeu algumas propostas de parcerias para fora do Acre, mas ainda não trabalham com o projeto de franquia.

Empresas ganharam milhares de seguidoras nas redes sociais e fazem da marca um sucesso entre as acreanas – Foto: Sérgio Vale

As mulheres que procuram as lojas Donna são diversificadas. “Nossas clientes são mulheres de todas as idades, antenadas em moda, que procuram moda de qualidade por um preço justo”. Para aqueles que desejam seguir o mesmo caminho que Danielle e Denise, elas deixam um recado: “empreender é a arte de buscar demandas não supridas. Tente achar um diferencial, algo que as pessoas precisam e que não tenham ainda”.

Previous
Next
error: Este conteúdo é protegido.