Conecte-se agora

Bolsonaro quer Márcia Bittar no Senado

Publicado

em

Se depender do presidente Jair Bolsonaro, Márcia Bittar será eleita com votos destinados a ele no Acre. Segundo pesquisas de opinião pública, o presidente detém cerca de 50% dos votos dos acreanos o que, em tese, seriam suficientes para eleger Márcia Bittar, que deverá se filiar no mesmo partido do “mito”. A pergunta é: Bolsonaro conseguiria transferir votos dele para Márcia?

Bolsonaro deverá conversar com o candidato a governador que vai lhe apoiar no Acre e outras lideranças que estarão juntas no palanque com ele em 2022 para descarregarem os votos em Márcia Bittar. Para reforçar a posição, o senador Bittar será o coordenador da campanha presidencial de Bolsonaro em todo o estado.

O senador Márcio pode, inclusive, migrar do MDB para a sigla em que o presidente pretende se filiar até abril de 2022, prazo final para quem quer disputar as eleições em outubro. O objetivo de Bittar é fazer de Márcia, não só a candidata de Bolsonaro, mas, também do governo na chapa majoritária com Gladson Cameli.

Vanda critica projeto político enfiado goela abaixo

A deputada federal Vanda Milani (SOLIDARIEDADE) reagiu às informações de bastidores divulgadas na COLUNA intitulada “Mailza, Márcia, Vanda, Jéssica e Alan em rota de colisão política” de que sua pré-candidatura ao Senado seria apenas para eleger o filho deputado federal e que, supostamente, poderia até desistir como fez na eleição para a prefeitura de Rio Branco, o ano passado.

Em direito de resposta enviado à COLUNA afirma que, “foi testada e aprovada nas urnas, sendo a quarta mais votada nas eleições de 2018 em todo o estado”. Diz também que em 2021 foi conceituada pelo ranking dos políticos como a parlamentar mais atuante da bancada federal”. Segundo ela, durante o seu mandato estabeleceu uma agenda positiva com todos os municípios.

De acordo com a mensagem, levantamento da AMAC mostra que foi a que mais destinou recursos – durante a pandemia – para a saúde pública, fortalecendo o SUS e ajudando o Acre no enfrentamento à pandemia.

Milani também mandou um duro recado aos concorrentes, aos que pretendem o apoio do governador Gladson Cameli: “Da base, foi a parlamentar que mais assegurou emendas em parcerias com o estado demonstrando total fidelidade ao governador Gladson Cameli (PP). Vanda Milani diz ainda que tem currículo e capacidade política para disputa majoritária. O projeto político visa o fortalecimento do partido com eleição de deputado federal e deputados estaduais”.

Sem se referir diretamente a Mailza Gomes, Márcia Bittar, Jéssica Sales ou Alan Rick, Vanda afirma que, “ao contrário de outros projetos políticos empurrados goela abaixo, Vanda Milani constrói sua pré-candidatura ao Senado com muito diálogo com prefeitos, vereadores e segmentos sociais, com foco em um debate pelo desenvolvimento do Acre e a valorização do cidadão, das pessoas”. Concluiu dizendo que, “deputada Vanda Milani tem partido e garantia de sua pré-candidatura ao Senado”, ou seja, não haverá desistência.

“A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda. Pois melhor é ser humilde de espírito com os mansos do que repartir o despojo com os soberbos”. (Provérbios de Salomão, rei de Israel)

. Jéssica, a “leoazinha do Juruá”, está preparada para encarar a candidatura ao Senado em 2022, sem volta!

. “Martelo batido, ponta virada”.

. É assim que o ex-deputado e ex-prefeito de CZS, Vagner Sales, do MDB, trata a candidatura ao Senado de Jéssica.

. Vagner conta com o apoio do MDB.

. Não chamem Vagner, Flaviano e Márcio Bittar para comer tambaqui juntos que não vai dar certo.

. Por enquanto, só depois que a caldeirada esfriar.

. Quando a articulação política do governador chegou para a caldeirada de tambaqui com os deputados, não tinha sobrado nem pirão.

. De uma coisa todos devem saber, o governador Gladson é bonzinho, mas sabe como usar o poder.

. Sabe como apertar a prensa até o caldo da macaxeira escorrer.

. A senadora Mailza Gomes, presidente regional do PP, continua com a proposta de reeleição ao Senado mais firme do que nunca.

. O presidente da Aleac, deputado Nicolau Júnior (PP), entende que a melhor solução para resolver a disputa do Senado são as pesquisas eleitorais.

. A eleição não se baseia em lealdade a nada nem a ninguém, mas em votos.

. A coisa mais difícil do mundo é convencer um sujeito que no mandato de que cada eleição é uma eleição diferente.

. Por exemplo:

. O Jorge Viana perdeu em 2018, mas já aparece bem nas pesquisas para o Senado e em 2º lugar para governador.

. Em 2018 o Lula estava preso, mas aparece em sete pesquisas consecutivas liderando para a presidência.

. Vá entender um trem desses!!

. A semana promete!

. Bom dia!

Coluna do Astério

O quarto do João

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Bolsonaro despenca nas pesquisas, verdade ou mito?

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Candidatura de Márcia Bittar é inegociável

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Política desacreditada, eleitores enojados!

Publicado

em

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas