Menu

Pesquisar
Close this search box.

Acre discute implantação de programa que alerta eventos extremos

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Representantes da Defesa Civil Estadual e da Defesa Civil de Rio Branco participaram nesta segunda-feira, 8, de mais uma etapa da construção do Projeto Bacia Amazônica – “Implementação do Programa de Ações Estratégicas para Garantir a Gestão Integrada e Sustentável dos Recursos Hídricos Transfronteiriços da Bacia do Rio Amazonas considerando a Variabilidade e as Mudanças Climáticas”, que vai integrar o Brasil, o Peru e a Bolívia.


O objetivo é estabelecer e implementar um sistema integrado de previsão e alerta transfronteiriço, realizando ações dede as nascentes do Rio Amazonas, Cordilheira dos Andes, até o delta no Atlântico.


Outro objetivo é capacitar os municípios na gestão de riscos. No Acre, estão selecionados Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Sena Madureira.

Anúncios


A ideia é garantir mais segurança para 1,6 milhão de pessoas que vivem na região entre os três países diante de eventos extremos.


O projeto é desenvolvido pela Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), o Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) e o programa para o Meio Ambiente da ONU.


“Este sistema ainda será elaborado, estamos em fase de construção, para ser implementado na fronteira trinacional. Nesse momento, estamos fazendo o levantamento de dados para finalização do projeto e é a hora da consulta de informações nos municípios que foram selecionados no Acre”, afirmou Carlos Batista, coordenador da Defesa Civil do Acre.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido