Menu

Pesquisar
Close this search box.

No Acre, 52% das empresas lutam para pagar contas atrasadas, diz indicador econômico

FOTO: JARDY LOPES
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Segundo o Indicador de Recuperação de Crédito das Empresas da Serasa Experian, do total de débitos negativados em fevereiro de 2024, 44,2% foram pagos ou renegociados pelas empresas inadimplentes em até 60 dias após o mês de referência. No Acre, esse percentual é maior e chegou a 52,60% e o Estado é o 7o no ranking de recuperação de crédito empresarial. O IRCE foi atualizado no dia 3 de julho e os dados referem-se ao começo do ano.


Ainda segundo o levantamento, o Piauí liderou o topo do ranking nacional do Indicador de Recuperação de Crédito das Empresas da Serasa Experian (66,0%), seguido pelo Ceará (59,3%) e Paraíba (57,8%). Na abertura por setores, “Utilities”, que contempla contas de água, gás e energia, recebeu o maior percentual de pagamentos (51,0%). “A variação observada no indicador de recuperação de crédito das empresas entre janeiro e fevereiro pode ser atribuída a uma combinação de fatores econômicos e operacionais. Por um lado, o ambiente econômico do início do ano, frequentemente marcado por uma retração na atividade comercial após o período de festas, pode ter contribuído para uma menor liquidez no mercado e, consequentemente, uma redução na recuperação de crédito. Por outro lado, a expectativa em torno de novas condições de negociação oferecidas pelo programa Desenrola pode ter levado as empresas a adotarem uma postura mais cautelosa, optando por aguardar oportunidades mais vantajosas para renegociar suas dívidas. Essa estratégia, embora possa resultar em benefícios a curto prazo, reflete a necessidade constante de adaptação às dinâmicas do mercado e às políticas de cobrança para otimizar a recuperação de crédito.”, comenta o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.


Na análise pela idade das dívidas, aquelas com até 30 dias de vencimento foram as mais liquidadas (56,2%). Em seguida, ficaram as de até 60 dias (42,3%), 90 dias (25,0%), contas com 1 ano (15,1%), 180 dias (15,1%) e as que venceram há mais de 1 ano (8,3%). Os dados do Indicador de Recuperação de Crédito das Empresas da Serasa Experian mostraram, ainda, que os compromissos financeiros com valor acima de R$ 10 mil foram os mais elegidos pelas empresas inadimplentes na hora de colocar as contas em dia (48,0%). Por outro lado, dívidas de R$ 2 mil a R$ 10 mil foram as menos contempladas.

Anúncios


Recuperar crédito pode ser um processo difícil, principalmente quando a empresa precisa cobrar seus clientes inadimplentes ou está com dificuldades financeiras para cumprir com os compromissos financeiros firmados com credores, parceiros e fornecedores. Ter um bom processo de recuperação de crédito é a saída, pois garante que a saúde financeira do negócio não seja prejudicada. Para isso, é necessário entender o perfil dos devedores, as regras de cobrança e as legislações vigentes para não gerar problemas maiores.
Com a solução de Recuperação de Dívidas da Serasa Experian, desenvolvida exclusivamente para pequenas e médias empresas, os empreendedores economizam tempo e dinheiro, além de evitar desgastes por conta da inadimplência.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido