Menu

Pesquisar
Close this search box.

Garimpeiros se ‘armam’ com antenas Starlink para manter garimpos ilegais

Foto: Divulgação/Ibama
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O governo federal já apreendeu, desde março, um total de 50 antenas Starlink em poder dos garimpeiros. Essas são antenas produzidas pela Starlink, a empresa de comunicação via satélite do bilionário sul-africano Elon Musk, e se espalham pelos garimpos ilegais na Terra Indígena Yanomami, em Roraima, facilitando a atividade do crime organizado e dificultando as operações de repressão aos crimes ambientais.


O número de apreensões se refere apenas às apreensões registradas após o início das atividades da Casa de Governo, instalada pelo governo federal em março passado na cidade de Boa Vista como uma estratégia para coordenar e centralizar as ações contra a invasão do território. Em maio último, o Ibama divulgou ter apreendido, em todo o país, outras 32 antenas Starlink em garimpos ilegais do início de 2023 até março de 2024. Desse total, nove foram encontradas na terra Yanomami. 

Anúncios


Além de tornarem mais ágil a cadeia de suprimentos, os garimpeiros agora recebem informações importantes sobre operações do governo em andamento.


Para autoridades, a Starlink poderia colaborar com as operações de retirada dos invasores se compartilhasse a localização das suas antenas dentro da Terra Indígena Yanomami. A geolocalização permitiria um mapeamento da presença dos garimpos ilegais. Muitos garimpos passaram a operar à noite, com medo da fiscalização. Isso leva pilotos da Força Aérea a se arriscarem a fazer voos noturnos.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido