Menu

Pesquisar
Close this search box.

Servidores da Seagri denunciam “chegado do Tchê” por ter regalias

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) recebeu uma denúncia feita por um servidor da Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri), comandada pelo deputado estadual licenciado José Luiz Tchê, sobre regalias ao diretor de Pesquisa, Tecnologia e Inovação do órgão, Thiago de Almeida Alencar.


Conforma a denúncia feita ao MPAC, as acusações vão de viagens a trabalho sem comprovação e o uso de um veículo da Seagri para uso pessoal.

Anúncios


Conforme confirmado pela reportagem, Thiago possui um veículo à disposição, o que gera revolta entre técnicos e os motoristas, que, por determinação de uma portaria, precisam, em dias de viagens, chegar de madrugada na Seagri, já que a determinação é de que os carros não podem ficar sob a tutela de motoristas, mesmo em dias que antecedem idas ao campo ou a municípios do interior.
“Isso é um absurdo, tem técnico que tem que chegar aqui às 4 da manhã para viajar porque a secretaria diz que carro nenhum pode ficar à disposição. Agora eu pergunto, porque apenas o amigo do secretário tem esse benefício?”, questiona um servidor ouvido pelo ac24horas.


A proibição foi confirmada por outros servidores e motoristas ouvidos, inclusive, há relato de um profissional motorista que teve que fugir de bandidos que queriam assaltá-lo em uma madrugada quando se dirigia até a sede da Seagri para uma viagem.



“Isso é um favorecimento, uma regalia e uma injustiça absurdas. O trabalho que esse cidadão faz não é mais importante do que de um técnico que sai de madrugada para prestar assistência a um produtor rural. Qual a diferença? pelo contrário, o apoio técnico no campo é ainda mais importante”, diz o denunciante.


Ao ac24horas, foram enviadas várias fotos de Tiago com o veículo oficial, inclusive, com denúncias de transporte de namoradas e também durante feriados, como no último dia 1º de maio.


Thiago confirmou ter um carro à disposição. “Essas fotos devem ser do condomínio onde moro, a gente tem uma agenda muito cedo no interior e é preciso que o carro pernoite para que você possa chegar nos locais. Na realidade, a gente faz um monitoramento de crise climática e naturalmente a gente precisa dessa praticidade”, disse o diretor.



A secretaria de Agricultura também foi procurada. Quem se posicionou pelo órgão foi Temyllis da Silva, diretora de Administração e Finanças. A gestora também confirmou que Thiago tem um veículo à disposição desde maio deste ano, afirmando que o levantamento dos impactos da enchente foi o motivo. “O secretário abriu mão de usar o carro que andava para ceder à diretoria do Thiago porque precisava fazer esse levantamento dos impactos da enchentes e o levantamento econômico, e por isso ficou um carro à disposição”, disse.


Em relação ao fato da acusação do carro ser usado aos finais de semana e para uso pessoal, Temyllis disse que a denúncia vai ser apurada. “Essa informação de uso do carro no final de semana e em feriados eu não tenho, mas vamos apurar, já que temos diário de bordo e nós vamos averiguar”, explicou.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido