Menu

Pesquisar
Close this search box.

Acre registrou 46 focos de queimadas nos 5 primeiros dias de julho

FOTO: SÉRGIO VALE
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Ainda entre os estados com os menores números de focos de queimadas em 2024, o Acre começa a apresentar um aumento de detecções pelo satélite de referência do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe.


Com 183 focos registrados até o momento, quantidade que equivale a 181% acima do número do ano passado no mesmo período, o estado teve 46 ocorrências nos 5 primeiros dias de julho, das quais 26 foram nas últimas 48 horas.


Comparativamente, nos primeiro cinco dias de julho do ano passado, foram registrados apenas 17 focos de queimadas. Durante todo o mês, em 2023, foram 212 focos de calor detectados pelo satélite.

Anúncios


Os cinco municípios com mais focos são: Feijó (29), Cruzeiro do Sul (26), Sena Madureira (24), Tarauacá (16) e Xapuri (11). Com apenas 1 foco detectado, Bujari, Santa Rosa do Purus e Senador Guiomard são os que têm os menores registros.


Pelos dados da série histórica do Inpe, o mês mais crítico das queimadas no Acre é setembro. No ano passado, dos 6.562 focos registrados, 3.075 – o que representa quase 50% – ocorreram nesse mês.


O ano em que o Acre registrou mais focos de queimadas foi 2005, com 15.993 ocorrências. Em segundo lugar, foi o ano de 2022, com 11.840 focos. Já o ano com o menor índice da série histórica foi 1999, com apenas 347 focos.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido