Menu

Pesquisar
Close this search box.

Viajante dá 2ª volta ao mundo em motos da Honda e conhece a Star Motos no Acre

FOTO: JARDY LOPES
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

André Sousa, português de 28 anos natural de Oliveira de Azeméis, compartilhou sua incrível experiência de viajar por 76 países em todos os continentes do mundo em cima de uma motocicleta Honda. Ele esteve neste sábado, 29, no auditório da Star Motos do Segundo Distrito em Rio Branco, onde contou suas aventuras.


Na sua primeira volta ao mundo, André percorreu 54 países, em uma média de 500 km diários, estabelecendo um recorde mundial. Ele se tornou a primeira pessoa a realizar uma volta ao mundo em uma mini moto Honda Monkey. O trajeto foi feito em mil dias, com a saída ocorrendo em julho de 2020 e o retorno em abril de 2023.


FOTO: JARDY LOPES

Bastante carismático, Sousa revelou que ainda não tinha conhecido o Acre, mas está aproveitando a experiência de explorar essa região.“A Amazônia é um lugar muito úmido. No trajeto de Porto Velho a Rio Branco, com a estrada em boas condições, fiz uma boa média. Chegando aqui, tive uma recepção calorosa e espetacular de todos, o que eu não esperava. Queria conhecer o mundo e me lancei nessa aventura, mas não queria apenas fazer uma viagem, queria ser pioneiro”, declarou.

Anúncios


O motociclista destacou que, em sua segunda volta ao mundo iniciada em janeiro, já são cinco meses de intensa aventura e muitas histórias. Desta vez, ele faz o trajeto em uma motocicleta Honda CRF 1100L Africa Twin. Quanto ao custeio, André conta que se mantém por meio de patrocinadores. “Tudo isso é patrocinado. Tenho 80 mil seguidores só no Instagram e, para termos uma noção, Portugal é um país pequeno, com 10 milhões de habitantes, enquanto o Brasil tem 215 milhões. Isso equivale a um brasileiro ter 1.600.000 ou 1.700.000 seguidores. Ou seja, as pessoas seguem e as próprias marcas de Portugal e da Europa apoiam. A Honda fornece a moto, uma empresa da Alemanha, que é a maior empresa de acessórios, fornece os acessórios. Tenho cerca de 12 patrocinadores”, explicou.


FOTO: JARDY LOPES

Perrengues na estrada: Desafios e aventuras do motociclista Português

O motociclista português, André Sous, compartilhou sua experiência de viagem por 76 países em uma motocicleta Honda. No entanto, nem tudo foi “maravilha” durante suas aventuras. Ele enfrentou perrengues que por pouco não lhe custaram a vida. No México, André foi preso injustamente. Na Turquia, passou por um grande terremoto. Nos Estados Unidos, foi atropelado. E no Nepal, foi vítima de uma tentativa de homicídio. Mesmo com esses desafios, ele continua explorando o mundo sobre duas rodas.


FOTO: JARDY LOPES

“Fui atropelado nos Estados Unidos por um caminhão, fiquei dois meses internado em um hospital em Hollywood e até hoje tenho três vértebras da coluna lesionadas que não têm cura. Na Turquia, em fevereiro do ano passado, houve um dos maiores terremotos do mundo, e eu tive a sorte e o azar de estar lá”, ressaltou, acrescentando que Índia, Irã e Paquistão foram alguns dos piores países para viajar.


“Por exemplo, a Índia foi um dos países mais difíceis de viajar. Índia, Irã, Paquistão, Iraque, todos esses países enfrentaram guerras há muitos anos. Além disso, há a barreira da comunicação, pois muitos não falam inglês, tornando tudo muito complicado. A cultura deles é muito diferente da nossa, especialmente por serem muçulmanos, o que cria uma grande diferença cultural”, destaca.


FOTO: JARDY LOPES

O empresário do Grupo Honda, Marcelo Dias, classificou a história do português como inspiradora e enalteceu a motocicleta Honda. “Para nós, que vivemos na cidade, a motocicleta é um meio de transporte e sobrevivência. Muitas pessoas a utilizam, mas ela também tem um lado aventureiro, de emoção, sonhos e superação. Uma viagem deste porte, uma volta ao mundo pela segunda vez, certamente traz muitas histórias e momentos especiais. Como eu comentava antes, criamos verdadeiras amizades e laços por onde passamos. Ele está pilotando uma Africa Twin, uma motocicleta que a Honda comercializa no mundo inteiro. Temos o orgulho de dizer que, além do Japão, o Brasil também produz esse modelo na fábrica da Zona Franca de Manaus. É uma motocicleta concebida exatamente para viagens de longa duração, com o grande diferencial de ser adequada para uso na estrada”, afirmou o empresário.


Dias acrescentou que a motocicleta amarela pilotada por André faz a diferença na viagem. “É uma motocicleta que traz comodidade para quem quer encarar o desafio”.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido