Menu

Conferência Acreana de Ciência, Tecnologia e Inovação é realizada com exposição de negócios em Rio Branco

Foto: Jardy Lopes
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Na manhã desta terça-feira, 2, o governo do Acre, através da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), promoveu a Conferência Acreana de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I). O evento ocorreu no Auditório da Federação da Indústria do Estado do Acre, com o objetivo de fomentar o desenvolvimento científico e tecnológico na região por meio de diálogos, palestras e oficinas.


As ideias e debates gerados na conferência contribuirão para um documento que será apresentado na Conferência Nacional de CT&I. O evento nacional, organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, tem como tema “Ciência, Tecnologia e Inovação para um Brasil Justo, Sustentável e Desenvolvido”.

Publicidade

Foto: Jardy Lopes

Assurbanipal Mesquita, titular da Seict, ressaltou a importância da terceira etapa da conferência, que visa identificar as principais prioridades e desafios da população acreana em diversas áreas. Essa fase é crucial para estabelecer metas, ações e programas estratégicos para o estado. “Buscamos soluções inovadoras de empreendedores e instituições. O processo final dessa construção será a ampliação de negócios, pois esse campo de conhecimento é importante para a criação de novos produtos, talentos, patentes e geração de emprego e renda”, analisou.


Acre se destaca com 90 startups inovadoras impulsionando a bioeconomia


Assur destacou que o trabalho desenvolvido na área de ciência e inovação é direcionado para criar estímulos, metodologias e dinâmicas que permitam às pessoas transformar suas ideias em novos negócios, com foco em inovação para a geração de emprego e renda. Segundo o secretário, o Acre já conta com 90 empresas startups.


Foto: Jardy Lopes

“O Estado do Acre possui um grande potencial, especialmente na área da bioeconomia, graças à nossa rica biodiversidade. Estamos localizados em uma das regiões mais biodiversas do mundo, e nosso agronegócio está em ascensão. Todos esses recursos são a matéria-prima ideal para gerar novos produtos e negócios inovadores. Hoje, podemos afirmar que o estado do Acre tem mais de 90 startups, que são empresas inovadoras que vêm se fortalecendo nos últimos dois anos, com um grande potencial para gerar resultados econômicos significativos”, afirmou.


José Adriano, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac), destacou que o processo de inovação tem sido um tema recorrente tanto no Brasil quanto no mundo por um longo período. Ele avalia que o Acre está um pouco atrasado na discussão sobre o ecossistema de inovação. Nesse contexto, ressaltou que a Secretaria de Indústria e Tecnologia do Acre apresentou uma proposta para impulsionar a inovação e a tecnologia na região. “A secretária tem isso como uma das propostas encabeçadas pelo secretário, o Senai e todas as instituições que trabalham com esse processo de inovação permanente e uso de tecnologias, precisam estar conversando. Então, eu acho importante esse diálogo. Nesse momento, a identificação inclusive de outros parceiros que pretendem investir vai ser interessante porque eles vão tomar conhecimento que vai estar ocorrendo esse diálogo aqui”, comentou.


Adriano expressou ainda a expectativa de que seja elaborado um documento para fomentar as startups no Acre. “Esperamos que daqui saia um documento que possamos utilizar para fomentar as parcerias que pretendemos estabelecer, principalmente no Brasil, para incentivar e estimular o patrocínio das startups que temos em todo o estado. Acredito que a estratégia do governo estadual é planejar o futuro dessa maneira, criando oportunidades de negócios para os jovens”, avaliou.


O secretário de Governo, Alysson Bestene, representando o governador Gladson Cameli, enfatizou durante a conferência que o foco principal é a ciência, a tecnologia e, sobretudo, a inovação. Ele afirmou que o governo está empenhado em avançar, especialmente na geração de emprego e renda, contribuindo para o fortalecimento da economia do Acre.


Foto: Jardy Lopes

Publicidade

Bestene observou que, apesar dos desafios, o estado tem apresentado crescimento na “cultura dos grandes” e no “arco-negócio”, graças a uma política governamental que reduz a burocracia e facilita o investimento dos empreendedores no estado. Ele destacou a importância de uma legislação sólida, desenvolvida em parceria com a Assembleia Legislativa, que apoia diretamente o governo nesses esforços.


O presidente do Instituto Mercosul Amazônia, Pedro Freire, afirmou que ser ouvido neste momento é dar atenção às demandas de pequenos empreendedores e startups. “Um movimento como esse é a principal ferramenta para definir políticas públicas oriundas da sociedade. Isso é assertivo e pedimos a participação de todos”.


Acre In Grasses: Startup de óculos inova com design acreano


Durante a conferência, a jovem Ana Beatriz apresentou a marca Acre In Grasses, uma startup inovadora de óculos que incorpora elementos genuinamente acreanos, como o bambu. “Nossa marca visa regionalizar o produto. Embora os óculos não sejam fabricados no Acre, eles são personalizados para refletir nossa identidade regional. Por exemplo, cada peça possui detalhes em bambu e um pequeno mapa do Acre gravado na parte superior de cada lente. A empresa foi fundada há oito meses, em agosto do ano passado”, explicou Ana Beatriz.


Foto: Jardy Lopes

O encontro reúne agentes de variadas instituições de ensino e pesquisa, tanto públicas quanto privadas; membros da sociedade civil; representantes do setor empresarial; integrantes da comunidade acadêmica; organizações não governamentais; associações e outras entidades de classe. O objetivo é alinhar e definir planos, programas e projetos que integrem estratégias com propostas de caráter social, político, ambiental e econômico, além de explorar seus resultados na busca por um desenvolvimento equitativo. Marcaram presença na solenidade, Iuçara Souza – Presidente da Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac), o presidente do Instituto Mercosul Amazônia, Pedro Freire e demais autoridades e convidados.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido