Menu

Mudança radical: nutróloga explica o que fez Eduardo Costa perder tanto peso

Mudança radical: nutróloga explica o que fez Eduardo Costa perder tanto peso (Crédito: Montagem reprodução/Web)
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O cantor Eduardo Costa, de 45 anos, deixou seguidores e fãs chocados ao surgir irreconhecível nas redes sociais. Em vídeo publicado por Mariana Polastreli, 34, esposa do sertanejo, ele aparece fazendo tutorial de maquiagem em uma penteadeira, mas o que realmente chamou a atenção foi a magreza excessiva do artista.


Recentemente, Eduardo contou que perdeu cerca de 20 kg, e mesmo com a revelação, a aparência dele chamou atenção. “O que aconteceu com ele, está doente?”, reagiu uma usuária. “Meu Deus, está muito diferente”, comentou outra; “Gente, quem é ele?”, questionou um terceiro seguidor.

Publicidade

IstoÉ Gente conversou com a nutróloga Fernanda Cortez, que explicou o que pode ter feito o cantor Eduardo Costa perder tanto peso: “Quando abordo o tema de perda de peso de forma saudável com meus pacientes, enfatizo a importância de uma mudança de estilo de vida. Esse processo começa com uma avaliação completa, geralmente conduzida por um médico, para identificar os hábitos que podem estar contribuindo para o ganho de peso”.


“Realizamos uma anamnese abrangente, analisando hábitos alimentares, níveis de estresse, ansiedade, disposição, padrões de trabalho e alimentação, a fim de compreender as raízes do problema e solucioná-lo efetivamente”, segue a profissional.


“Além disso, é fundamental realizar exames de sangue abrangentes para compreender o metabolismo, os níveis hormonais, deficiências vitamínicas e inflamações, permitindo um tratamento mais eficaz focado na causa do ganho de peso”, completa.


  • Plano alimentar

O cantor pode ter feito um plano alimentar individualizado, em colaboração com um nutricionista, levando em consideração seu estilo de vida, rotina, deficiências nutricionais e necessidades específicas. Este plano pode incluir reposição de vitaminas, minerais e até mesmo estratégias para ganho ou perda de massa muscular, dependendo dos objetivos do paciente.


  • Atividade física

Além da alimentação, a incorporação de uma rotina de exercícios. A atividade física não apenas aumenta o gasto calórico, mas também acelera o metabolismo. A musculação, muitas vezes negligenciada, desempenha um papel crucial nesse processo, pois mantém o metabolismo ativo mesmo após o treino, promovendo a queima de calorias e fortalecimento muscular.


  • Dieta/medicação

É importante destacar que não existe uma abordagem única para todos, e devemos evitar dietas da moda ou tomar medicação sem prescrição médica. A orientação profissional, aliada a exames regulares, é essencial para garantir um progresso seguro e eficaz em direção aos objetivos de saúde e bem-estar.”


Uma boa suplementação também pode ser recomendada, complementando as necessidades nutricionais individuais de cada paciente. Não podemos esquecer a importância do sono adequado, da hidratação e do bom funcionamento intestinal, que são pilares fundamentais para alcançar os objetivos de forma saudável e sustentável.


Fonte: Revista IstoÉ


 


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido