Menu

Imagens mostram esforço para remover balseiros e entulhos em Brasiléia e Epitaciolândia

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

É grande a pressão feita sobre a ponte José Augusto de Araújo, que liga Brasiléia e Epitaciolândia, pelo acúmulo de balseiros e lixo. Com o nível do rio acima de 15,55 metros, as duas cidades enfrentam a pior enchente da história.


Imagens cedidas pela Prefeitura de Epitaciolândia mostram o duro trabalho para remover os entulhos que, somados com a força da água, exercem grande força sobre a antiga estrutura que, apesar da idade, tem resistido a várias enchentes nos últimos anos.

Publicidade

O Rio Acre atingiu a marca dos 15,33 metros nas duas cidades na medição das 21 horas desta terça-feira, 27, e às 6 horas da manhã desta quarta-feira, 28, ainda sem sinal de vazante, chegou a 15,54 metros, um centímetro apenas abaixo da maior cota histórica.


Mesmo sem atualizações mais recentes, o capitão Júnior, coordenador da Defesa Civil em Brasiléia afirmou, por volta das 8h, que a alagação já supera os 15,55 metros registrados em 2015, até então a maior da história.


VEJA O VÍDEO:


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido