Menu

Deputados criticam Bocalom por virar as costas para desabrigada no Parque de Exposições

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O vídeo em que o prefeito Tião Bocalom é criticado por uma desabrigada que está alojada no Parque de Exposições de Rio Branco e o gestor vira as costas para ela repercutiu pesadamente na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 28. Deputados de diversos partidos se manifestaram contra a atitude do chefe do municipio. O primeiro a abrir sobre o assunto foi o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB). “É um absurdo o que se vê naquela cena. Nem bicho merece ser tratado daquele jeito”, frisou e lembrou do Plano de Contigencia da gestão do ex-prefeito Marcus Alexandre. “Quando se chegava nos 13 metros, o espaço já era montado para garantir que as pessoas tivessem um minimo de dignidade”, disse.


O deputado Tanizio Sá (MDB) afirmou que os alagados levados para abrigos da prefeitura sofrem com o descaso do prefeito Tião Bocalom. “Em um momento como este a alimentação chegar atrasada”, criticou o parlamentar apresentando a situação de uma mãe que passou por situação difícil. “O prefeito tem de esquecer eleição. Esse é um momento de alagação, em que as pessoas ficam frágeis. Quem é pago para atender não faz”, disse o parlamentar alegando que a gestão teve tempo para se organizar.

Publicidade

Outro que não poupou críticas a Bocalom foi o deputado Pedro Longo (PDT). “Fala muito e faz pouco”, disse. “Nós ficamos dois anos ouvindo de mil e uma casas. Cadê? Nenhuma”, criticou o parlamentar. Longo quer saber onde está dinheiro que o prefeito disse ter economizado e questiona por que não se aplica o plano de contingência. “Bastava seguir o plano. Agora, somente soluções improvisadas”, disse.


O deputado Afonso Fernandes (PL) também não poupou criticas ao gestor e cobrou ação da Associação dos Municipios do Acre. “É complicado e triste não sentir do lado do gestor da cidade de Rio Branco atenção, carinho e zelo pelos alagados. O que esperar de um prefeito que no primeiro mês de mandato mandou descer a ripa em garis e margaridas?”, questionou. Afonso lembrou que desde o ano passado seu gabinete atende pessoas em um abrigo em Rio Branco e neste momento há 22 desabrigadpos sendo apoiados por esse trabalho em parceria com o Lions Club.


Afonso afirmou procurou a prefeitura para ampliar a parceria, mas não obteve apoio. “Eu sinto muito porque a questão da alagação acontece todo ano”, disse, reafirmando que é necessário planejamento para um olhar melhor à situação.


VEJA AQUI:


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido