Menu

Edvaldo diz que suspensão de pagamentos para MedTrauma preserva Gladson

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) usou as redes sociais nesta sexta-feira, 23, para sugerir que o governo do Estado acate a recomendação emitida pela promotora de Justiça Myrna Teixeira Mendoza, da 1ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa do Patrimônio Público, Fiscalização das Fundações e Entidade de Interesse Social para que à Secretaria de Saúde do Estado do Acre (Sesacre) suspenda todos os pagamentos à empresa MedTrauma Serviços Médicos Especializados Ltda.


A recomendação do órgão controlador ocorreu após a gestão tentar efetivar o repasse de quase R$ 4 milhões para a empresa. Na avaliação de Magalhães, é pertinente a decisão da promotoria e disse ainda que o governador Gladson Cameli deveria acatar a recomendação.

Publicidade

“É objetiva e oportuna a recomendação do Ministério Público Estadual para que a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) suspenda novos repasses à Medtrauma! Penso que o mínimo que o governo, do governador Gladson Cameli, deveria fazer é acatar a recomendação de suspensão dos pagamentos”, declarou. O oposicionista citou ainda que a suspensão dos pagamentos a empresa acusada pela Controladoria-Geral do Estado de superfaturar mais de R$ 9 millhões em seus serviços, preserva o chefe do executivo acreano. “Isso preserva o próprio gestor e abre espaço para dirimir qualquer dúvida com relação aos pagamentos. O momento exige decisões firmes e não se pode abrir espaços para dúvidas”, opinou.


A promotoria revelou que a recomendação para suspensão de pagamentos é em decorrência de supostas irregularidades e superfaturamento nos contratos firmados entre a empresa e a Sesacre, que estão sob investigação.


Um relatório da Controladoria-Geral da União (CGU) apontou impropriedades e irregularidades nos procedimentos de contratação, comprometendo a higidez dos atos praticados.



INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido