Menu

Presídio de Cruzeiro do Sul recebe borrifação de combate à malária e dengue

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O Complexo Penitenciário do Juruá, que inclui os presídios Manoel Neri e Guimarães Lima, passaram por uma borrifação intradomiciliar no combate à malária e dengue. A ação, realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Cruzeiro do Sul e o Instituto de Administração Penitenciária- IAPEN, foi iniciada na terça-feira, 6 e encerrada nesta sexta-feira, 9.


“A atividade foi realizada em parceria com o município, por meio da Divisão de Estabelecimentos Penais de Cruzeiro do Sul. As duas

Publicidade

unidades penitenciárias foram contempladas” citou o IAPEN, por meio da Assessoria de Comunicação.


“Realizamos uma borrifação intra domiciliar, ou seja, na parte interna do presídio. Foi utilizado o inseticida( Etofenprox ) nas paredes do presídio e celas, que cria uma espécie de camada protetora. Quando o mosquito Anopheles, da malária ou o Aedes aegypti, que transmite a dengue, pousarem no local, morrem”, citou o coordenador da Vigilância Entomológica do município, Leonísio Messias.


No último dia 14, o detento Ivan Souza da Silva, morreu por dengue, no Hospital Regional do Juruá, onde ficou internado por 18 dias.Segundo consta na Certidão de Óbito, as causas da morte foram hemorragia intraparenquimatosa, plaquetopenia e dengue. O Instituto de Administração Penitenciária- Iapen, disse por meio de Nota, que havia pedido a transferência do preso para Rio Branco por meio do Tratamento Fora do Domicílio- TFD.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido