Menu

Padre Máximo! O festejado está na Cidade do Povo!

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O reverendo Maximo Lombardi, de 77 anos, com 48 deles dedicados ao povo do Acre como sacerdote da Igreja Católica, visitou o centro da cidade, especificamente a Praça da Revolução e o Palácio. Ele observou o brilho das luzes e os adornos da celebração de Natal e questionou: “Onde está o homenageado? O aniversariante?”


A crítica é direcionada a toda a sociedade contemporânea, que se perde em aparências, consumo, egoísmo, futilidades e vaidades, esquecendo-se dos valores de compaixão, misericórdia e amor que a presença do aniversariante, Jesus, poderia trazer. “Não se sente o cheiro de Jesus, isto é, o doce perfume de Cristo”, lamentou o padre.


Como um dedicado padre, Máximo decidiu seguir o exemplo de Jesus, conforme retratado no Sermão da Montanha. Ele se inspira na figura que não condenou a mulher adúltera que foi posta a seus pés para ser apedrejada, que alimentou as multidões, perdoou pecados, compartilhou o sofrimento dos aflitos, chorou com os que lamentavam, e morreu na cruz para que todos tivessem a oportunidade de encontrar o caminho de volta para casa.


O “padre comunista” e seguidor da “teologia da libertação” como já foi caracterizado por seus críticos, demonstra tolerância para com comunidades evangélicas, africanas, espíritas, muçulmanas e até com os ateus, graças a Deus. Além de também defender os direitos das minorias e dos discriminados. Lombardi aprende sobre Jesus convivendo com eles.


Para informação de todos, o padre Máximo lidera uma igreja na Cidade do Povo, um local para onde ninguém parece querer ir, inclusive a polícia. Lá não existe ornamentação natalina nem glamour. Lugar em que Jesus estaria. Ou está. Quanto ao padre, é mais fácil criticá-lo do que compreendê-lo.


“Aprendi o silêncio com os faladores, a tolerância com os intolerantes, a bondade com os maldosos; e, por estranho que pareça, sou grato a esses professores”. (Khalil Gibran)


Prefeitos!


. Rezem para São Gladson e São Lula!


. Este será o último dezembro para a maioria dos prefeitos e vereadores.


. Há menos de um ano da eleição, que ocorrerá no dia seis de outubro, as balsas para Manacapuru já estão ancoradas nas principais cidades à espera dos que forem derrotados.


. Pouco fizeram ou não fizeram nada.


. Na verdade, alguns prefeitos fizeram, sim!


. Uma verdadeira lambança em suas gestões a ser futuramente investigada pelo TCE.


. Os que mais trabalharam tiveram uma mãozinha do Gladson, e do Lula.


. Para ser justo:


. Da bancada federal também!


. Tem gente que tem sorte na política e azar no amor; é que a política é um jogo.


. “A política separa os melhores amigos e junta os piores inimigos”.


. O que achas dessa máxima, Macunaíma?


. “É que os melhores amigos não estão na política; se estivessem seriam inimigos”.


. Qual seria seu projeto político depois de deixar a prefeitura, Macunaíma?


. “Ser deputado federal”!


. Para ajudar o povo, com certeza amigo!


. “Não, para ter imunidade parlamentar e não ser preso”.


. Fecha a cortina!


. Bom dia!