Menu

Indústria e comércio no Acre afirmam que morosidade da Ptolomeu causa prejuízos à economia do Acre

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Na tarde desta quarta-feira, 6, as federações que representam os setores da indústria e do comércio no Acre lançaram uma nota conjunta onde afirmam que externam preocupação em relação à denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) que pede o afastamento do governador Gladson Cameli do cargo.


A nota é assinada pelos presidentes da Associação Comercial do Acre (Acisa), Federação das Indústrias (Fieac), Federação da Agricultura e Pecuária (Faeac), Federação do Comércio, Bens e Turismo (Fecomércio) e a Federação das Associações Comerciais e Empresariais (Federacre).


No entendimento das entidades que representam o setor privado acreano não há que se discutir o cumprimento dos órgãos fiscalizadores no zelo pela correta utilização dos recursos públicos, mas a morosidade da justiça causa prejuízos à economia. “Ações dessa natureza, com trâmites totalmente morosos na Justiça, causam reflexos gravíssimos à já combalida economia local, travando diversas ações do estado e prejudicando diretamente o setor privado, a classe trabalhadora e a população em geral”.

Publicidade

A nota cobra celeridade nas investigação e deixa claro que as entidades estão solidárias ao governador. “As instituições que representam o setor produtivo do Acre esperam celeridade nas investigações, ao mesmo tempo, em que se solidarizam e se mantém confiantes no trabalho do governador do Acre, que têm se esforçado para vencer os inúmeros desafios do estado”.


Veja abaixo a nota na íntegra: 


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido