Menu

“Géssica se preparava para o concurso da PRF e foi morta pela polícia”, diz deputado

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O deputado Adaílton Cruz (PSB) disse nesta terça-feira (5) durante sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Acre quer debater o déficit de 220 técnicos de enfermagem no Pronto-Socorro e compartilhou com os colegas que recebeu familiares da enfermeira Géssica Melo de Oliveira, de 32 anos, executada por Policiais Militares durante abordagem de trânsito no interior do Estado.


“Quero parabenizar a conduta dos órgãos de segurança e Judiciário e espero que os fatos sejam apurados. Se houve dolo, que sejam punidos os responsáveis”, disse Cruz.


Presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde, Adaílton afirmou que a vítima se preparava para concurso da Polícia Rodoviária e acabou morta pela polícia. “Essa história de arma é improcedente, diz a família”, relatou o deputado.

Publicidade

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido