Menu

Governo diz que PM’s serão investigados de forma “imparcial e severa” após morte de enfermeira

Enfermeira Géssica Melo de Oliveira, 32 anos, morta por policiais militares neste sábado, 3 - Foto: Reprodução
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Diante da repercussão da morte da enfermeira Géssica Melo de Oliveira, 32 anos, morta por policiais militares, neste sábado, 3, após furar uma barreira policial em Capixaba, o governo do Acre divulgou uma nova nota de esclarecimento.


A nota informa que a gestão acompanha o caso e que a investigação vai ser imparcial e severa.

Publicidade

A nota confirma ainda a prisão de dois PM’s envolvidos na ocorrência e diz que os mesmos vão ser investigados pela Corregedoria.


As circunstâncias da morte de Géssica geram enorme discussão nas redes sociais sobre a conduta dos policiais que culminou com a morte da enfermeira.


Veja abaixo a nota do governo.


O governo do Acre diante dos fatos envolvendo a morte de Géssica Melo de Oliveira durante abordagem e perseguição policial ocorrida no sábado, 2, vem a público informar que acompanha o caso, realizando o rigor necessário à situação, na busca por uma resposta a sociedade.


Os policiais envolvidos na situação foram presos e serão investigados pela Corregedoria da Polícia Militar.


Garantimos ainda uma investigação imparcial e severa, de modo que a sociedade tenha uma resposta quanto antes.


Diante do ocorrido, manifestamos a mais profunda solidariedade e respeito à família enlutada.


Governo do Estado do Acre


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido