Menu

MDB e PP podem caminhar juntos em Brasiléia

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Em uma reunião com forte presença de um público político plural, com a representação de vários partidos convidados, da vice-governadora Mailza Assis, da ex-prefeita Leila Galvão (MDB), o PP deu ontem em Brasiléia a sua largada para a disputa da prefeitura do município, com a apresentação de uma chapa de pré-candidatos a vereadores, novos filiados, e do pré-candidato a prefeito, o ex-vereador Joelson Pontes (PP). A disputa pela prefeitura pode ter na mesma chapa o PP e o MDB. O ato foi antecedido por conversas fechadas nos bastidores. O primeiro encontro foi entre o ex-prefeito Dêda, a deputada Maria Antônia, com a ex-prefeita Leila Galvão (MDB). Dêda é o patrocinador da candidatura do ex-vereador Joelson Pontes (PP) a prefeito e Leila Galvão (MDB), também é candidata. A segunda reunião aconteceu na casa de Leila, numa visita da vice-governadora Mailza Assis. Foi a segunda vez que ambas se encontraram na casa da peemedebista. Pelo que o BLOG foi informado, a aliança PP-MDB para disputar a prefeitura de Brasiléia está praticamente fechada. Falta definir quem puxará a cabeça da chapa.


PODE SER A SAÍDA
Com os acordos entre o MDB e PP encaminhados, é provável que agora a prefeita Fernanda Hassem e sua candidata a prefeita Suly Guimarães, venham se filiar no REPUBLICANOS.


TUDO EM CASA
Um nome que começa a ser falado num segmento do meio comercial e entre os assessores de Tião Bocalom, é o do empresário Marcelo Moura ser o vice na chapa do prefeito. Seria a sopa no mel. Ambos se afinam ideologicamente na extrema-direita e Marcelo é um dos mais ferrenhos defensores da candidatura para a reeleição do Bocalom.


SACO SEM FUNDO
A Câmara Municipal de Rio Branco virou um saco sem fundo de liberação de recursos para a gestão do prefeito Bocalom. Quase toda semana aporta um pedido de autorização para empréstimos de milhões de reais para a gestão do Bocalom, que se gabava de ter 450 milhões economizados, o que pelo visto foi um grande blefe.


TOMA CORPO
Uma possível candidatura da médica Rejane Veloso para vice na chapa de Marcus Alexandre (MDB), tem muitos simpatizantes dentro do partido, inclusive, do presidente Flaviano Melo.


CORRENDO NA RAIA
O MDB é um dos partidos que vai disputar a prefeitura, que mais tem feito reuniões nos bairros. E, também, internamente. Sob o comando da militante Luciana Videl – presidente do movimento das mulheres – reuniu ontem centenas de mulheres para debater política e a eleição de 2024.


NINGUÉM QUER APOSTAR
Não encontrei um membro da cúpula do MDB que me deu a garantia que a médica Jéssica Sales (MDB) disputará em 2024 a prefeitura de Cruzeiro do Sul. Todos na dúvida e preferindo um pronunciamento oficial dela e seu grupo. Ninguém quer apostar no desfecho.


CALADO COMO RESPOSTA
Até o falante ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, tem dado o calado como resposta neste caso.


PROJETO INFANTIL
Infantil este projeto do Senado – que só passou pelo apoio do PT – de limitar as decisões monocráticas de ministros do STF. Ser condenado monocraticamente e pelo colegiado do STF, tem o mesmo efeito condenatório. É como estar com a corda no pescoço e pedir ao carrasco mais alguns minutos antes de ser enforcado. Tremenda bobagem.


FAÇAM AS CONTAS
A hipocrisia sempre emerge. Não foi um e nem dois os políticos que foram beneficiados por decisões monocráticas de ministros do STF. Podem posar de moralistas, legalistas? A questão é que o STF não joga para a platéia e os políticos jogam.


FORMA DE NÃO RESOLVER
Na política, quando se quer fazer uma embromação, não resolver um problema, se faz uma Audiência Pública, que sempre acaba em discursos opacos e sem resultado.


NOSSOS POLÍTICOS
Chegou a ser cômico ver políticos bolsonaristas comemorando a vitória do radical de direita na Argentina, Javier Milei. Como se isso fosse um alento para a derrota do Bolsonaro.


NÃO SE ESCALOU
O dirigente do PSD, Carlos Coelho, disse ao BLOG que não se escalou como candidato a vice na chapa de Alysson Bestene, mas apenas colocou seu nome no partido como opção. E mandou um recado que não vai aceitar quem não deu nenhuma colaboração ao PSD, querer se aproveitar do momento para pedir cargos no governo. Falou o Coelho.


SINAL CLARO
Quem esteve presente ontem na reunião das mulheres do MDB foi a deputada Michelle Melo (PDT), num sinal claro que deve marchar com a candidatura de Marcus Alexandre (MDB) a prefeito de Rio Braco.


SEM CHANCE
Caso o senador Sérgio Petecão (PSD) venha ficar com a secretaria de Habitação, é zero a possibilidade de Normando Sales ser convidado para ser o secretário. Foi o que ouvi de quem tem as cartas na manga do jogo do PSD.


VIROU UM BUROCRATA
O ex-senador Jorge Viana (PT), presidente da APEX, virou de vez mais um burocrata do poder. Isso tirou seu nome das discussões políticas que aconteceram até aqui na pré-campanha da PMRB. Rei morto, Rei posto!


PROJETO POSITIVO
O projeto do prefeito Mazinho Serafim de distribuição para a população carente de Sena Madureira de cestas com alimentos, é positivo sob todos os aspectos. Só quem passa fome é que pode avaliar na prática a iniciativa.


NÃO CONSEGUE CAPTAR
Por mais que o senador Márcio Bittar (UB) anuncie a liberação de recursos para o estado, não consegue captar politicamente, porque os projetos em sua maioria não saem do papel.


MAPEANDO
Uma boa fonte revelou ontem ao BLOG que o grupo da vice-governadora Mailza Assis, já está mapeando quem vai ficar com ela na disputa do governo em 2026.


FRASE MARCANTE
“Na hora de comprar use os olhos, não os ouvidos”. Ditado tcheco.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.