Menu

Temporada de 2026 aberta 

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A entrevista de ontem no Bar do Vaz, no ac24horas, foi como a abertura da temporada para a disputa do governo em 2026. O que se tinha até aqui eram meras especulações de que a vice-governadora Mailza Assis (PP),  poderia disputar o governo, mas ontem ela foi textual ao falar em público, pela primeira vez, que buscará um novo mandato. Ou seja, será candidata. E será num contexto especial, com o afastamento no início de 2026 para o Gladson disputar o governo, ela será candidata sentada na cadeira de governadora e com a caneta azul que pode demitir ou contratar. O que não será bom para os seus adversários dentro do nicho do poder. A mesa do jogo está pronta, quem tiver cartas entra no jogo, quem não tiver é bom ficar como peru.


SINAL VERMELHO


Peguei ontem três táxis. A todos perguntei o que acham da gestão do prefeito Bocalom. As respostas foram unânimes, todas detonando. Não é um dado científico, mas os taxistas costumam ser uma referência para consultas, porque transportam os mais variados passageiros. Sinal vermelho.


CAJUEIROS EM ALERTA


A senadora bolsonarista de extrema-direita, Damares Alves (REPUBLICANOS), visita Rio Branco, no sábado. Ficou famosa por ter dito que conversou com Jesus trepada num pé de cajueiro. Por via das dúvidas, os organizadores do evento andam atrás de um pé de cajueiro, para caso pretenda repetir o episódio por aqui. Nunca se, nunca se sabe…


SAIU DO CASULO


O candidato a prefeito de Rio Branco, Alysson Bestene (PP), saiu do casulo do poder e mostrou a cara num live, em que lançou sua bandeira de campanha, a criação da Guarda Municipal. Tudo que se fizer para ajudar na segurança da população, é positivo, nesse mar de insegurança.


NEM DOEU


A vice-governadora Mailza Assis confirmou ontem em entrevista no Bar do Vaz, que o BLOG já vem noticiando, que será candidata a mais um mandato. Avessa a entrevistas para a imprensa, ela fez uma descoberta: dar entrevista não dói.


SAIR DO MUNDINHO


Se quer de fato disputar o governo em 2026, a Mailza tem que se soltar, dar o maior número de entrevistas possível. E sair do seu mundinho evangélico. Na entrevista de ontem, ela mostrou desenvoltura, simpatia e equilíbrio.


“FUI ATACADA”


A deputada Michelle Melo (PDT) disse ontem ao BLOG, que ao contrário da versão do deputado Manoel Moraes (PP), ela é que foi atacada quando estava fora do plenário, só por ter exercido o seu direito de crítica ao governo. O episódio não a fará recuar, quando denúncias tiver que fazer.


EPISÓDIO FOI SALUTAR


O episódio foi salutar para o parlamento, que andava restrito a uma casa de elogios e bajulações ao governo. Haver oposição é essencial.


SÓ BAFO


O presidente da Câmara Municipal de Rio Branco, Neném Almeida, é valente da boca para fora. Ameaça endurecer com o Tião Bocalom, mas acaba voltando atrás e abrindo as portas para o trem do prefeito passar.


COMO ENFEITE


A secretária de Comunicação, Nayara Lessa, é uma profissional gabaritada, faz um bom trabalho, seu problema é ser uma espécie de Rainha da Inglaterra, está no cargo, mas não manda, não tem poder de solução.


DADO RECADO


Ao afirmar ontem na entrevista do ac24horas que disputará o governo em 2026, a vice-governadora Mailza Assis deixou um recado explícito aos grupos que estão no governo: quem não estiver com ela em 2026, estará contra ela. Para um bom entendedor, a meia palavra basta.


NÃO MARCHARÁ


Pelo que ouvi de importantes lideranças do MDB, a última conversa do senador Alan Rick (UB) com o partido quebrou as pontes de um apoio para sua candidatura ao governo em 2026. Foi considerada nada amistosa.


MATAR NA UNHA


Assessores do prefeito Tião Bocalom garantem que ele não vai deixar o PP este ano, mesmo com os posicionamentos dos dirigentes pela sua saída. “Vamos matar eles na unha, se tivermos que sair será aos 45 minutos do segundo tempo, no próximo ano”, disse ontem um deles.


PEDRA NO SAPATO


Com a sua posição de não sair este ano do PP, o Bocalom, juridicamente, impede a cúpula do partido de dizer que tem apenas Alysson Bestene como candidato único, para disputar a PMRB. Bocalom é a pedra no sapato do PP.


PEGOU VENTO


A candidatura do Delegado Railson a prefeito de Feijó pegou vento na pepeta, é o que mostrou a última pesquisa do instituto DELTA. O eleitor parece que cansou das velhas caras.


COMO CHORAM!


Décadas passaram e nenhum presidente conseguiu aprovar a reforma tributária. Com menos de um ano de governo, o Lula aprovou, o que coloca o país na modernidade. Mordidos, o grupo mais radical do bolsonarismo, inclusive, pastores evangélicos, promovem uma choradeira em lives nas redes sociais.


QUEM MAIS DEFENDE


O que é a política! Quem mais defende a tese do Marcus Alexandre (MDB) disputar a eleição com o Alysson Bestene (PP) de vice, é o ex-presidente do PT, Cesário Braga. De esquerda radical, virou conciliador.


LIBERDADE TOTAL


A vice-governadora Mailza Assis recebeu carta-branca do governador Gladson para fazer articulações políticas. A questão é saber se tem poder decisório ou essa liberdade fica apenas na conversa sobre o sexo dos anjos. O Gladson é um político de rompantes, que se modificam como as nuvens. É bom ela ficar de olho.


FRASE MARCANTE


“Nunca acredite em brigas de políticos, se entendem e acabam abraçados no mesmo palanque”. Do anedotário da política mineira.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.