Menu

Após confusão na Aleac, Gladson defende Manoel Moraes: “estavam acostumados com o silêncio”

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O governador Gladson Cameli resolveu se manifestar nesta quarta-feira, 15, sobre o episódio envolvendo o líder do governo, deputado Manoel Moraes (PP) que rebateu os deputados da oposição, especialmente a deputada Michele Melo (PDT) na sessão de quarta-feira, 14, afirmando que ela não tinha caráter e sofria das síndromes do Avestruz e do Urso, por antes não ver problemas do governo quando era da base.


“Quero dizer que não tenho nada contra a Michele ou qualquer outro deputado, mas o Manoel Moraes tem todo o meu apoio e vou fazer uma reunião na Casa Civil para reforçar isso. O problema é que os opositores estavam acostumados com o silêncio e com o Manoel não é assim. Ele sabe o lugar dele e isso tem sido positivo”, disse o governador, enaltecendo a defesa do parlamentar.


Durante a sessão, os deputados Edvaldo Magalhães (PCdoB) e Emerson Jarude (Novo) saíram em defesa de Michele. A deputada rebateu as falar de Moraes o chamando de “Macho Escroto” e que tomaria as medidas cabíveis contra o que ela classificou como “agressão política”.

Publicidade

Moraes vendo a repercussão das suas palavras, pediu apenas a Mesa Diretora que a frase “falta de caráter” fosse retirada das notas taquigráficas. A sessão foi encerrada e a troca de farpas continuou nos corredores da Aleac.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido