Inquérito de rebelião deve ficar pronto e pedidos de novas prisões podem ser feitos

Receba notícias do Acre no grupo de WhatsApp do ac24horas.

O secretário de segurança do Estado, coronel José Américo Gaia, conversou com a reportagem do ac24horas na manhã desta segunda-feira, 23, sobre o andamento das investigações da rebelião no presídio Amaro Alves, onde houve a decapitação de membros considerados líderes da organização criminosa Bonde dos 13 em julho deste ano.


Segundo o gestor, o relatório final deve ser finalizado e entregue na próxima semana, contudo, o coronel preferiu não ter acesso ao documento preliminar que corre em segredo de justiça. “Na próxima semana já deve ser apresentado o relatório final das investigações que está em fase final de ajustes para ser entregue”, explicou.


Gaia garantiu que o episódio gerou uma série de especulações sobre envolvimentos de agentes públicos na facilitação dos crimes, mas, mesmo assim, não descartou que possam haver prisões dos verdadeiros envolvidos. “Eu não quis ter acesso ao documento, pode ser que tenha pedido de prisões”, declarou, dizendo que também existe uma probabilidade de novas transferências de presos que venham a ter envolvimento no caso no relatório.


Recentemente, cerca de 14 presos ligados ao Comando Vermelho foram transferidos para o nordeste, gerando um prejuízo de mais de R$ 600 mil. “Se houver envolvimento de mais presos aí a gente solicita o pedido se houver a necessidade. O inquérito vai ser apresentado ao poder judiciário”, encerrou.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido