Menu

Governo investe R$ 4,4 milhões e entrega 600 títulos definitivos a moradores da Baixada da Sobral

Fotos de Sérgio Vale/ac24horas
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Em solenidade repleta de autoridades, o Instituto de Terras do Acre (Iteracre), por meio do programa do Tribunal de Justiça “Minha Terra de Papel Passado”, realizou na manhã desta sexta-feira, 25, na escola Marina Vicente Gomes, no bairro Boa União, a entrega de 600 títulos definitivos aos moradores de bairros da Baixada da Sobral, em Rio Branco.


Dando início a Semana Nacional de Regularização Fundiária, a diretora-presidente do órgão, Gabriela Câmara, disse que o ato é importante para o processo de desburocratização da regularização fundiária. “Isso tem proporcionado celeridade para que a população tenha acesso aos títulos definitivos. Essa entrega significa segurança jurídica e econômica porque as pessoas podem fazer empréstimos dando qualidade de vida”, explicou Câmara.

Publicidade

Fotos de Sérgio Vale/ac24horas

Além dos títulos definitivos, a gestora do Iteracre contou que a gestão também está realizando a entrega de 400 hectares de terra aos moradores de áreas rurais, o Polo Wilson Pinheiro e Dom Joaquim, zona rural da capital. “É uma conquista após 20 anos de espera”, comentou.


Realizando a entrega do primeiro título da solenidade ao cadeirante Omar Francisco Cacal, o governador Gladson Cameli (PP) garantiu que o ato só é possível graças a uma união de esforços de todas as autoridades envolvidas, como o Tribunal de Justiça e cartórios privados. “Com isso a gente está dando dignidade às pessoas para moradores que têm anos e anos lutando por esse documento. Para a gente é uma missão muito grande diminuir as desigualdades”, declarou.


Fotos de Sérgio Vale/ac24horas

Em meio ao pronunciamento e no meio do povão, Cameli contou que a união das autoridades está sendo fundamental para a entrega de documentos, onde muitos aguardam mais de 20 anos. “Temos que diminuir a burocracia”, citou.


Contente com a iniciativa do governo, o deputado estadual e primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, Nicolau Júnior (PP) elogiou o trabalho de regularização de terras nos 22 municípios acreanos. “E um orgulho meu grande essa parceria de poder dar essa identidade às pessoas. Isso é algo importante onde se pode abrir créditos, então, isso é importante, pois é um presente às pessoas”, disse.


Presente na agenda do governo, o prefeito Tião Bocalom, também do Progressistas, revelou que o documento entregue pela gestão é de fundamental importância para que os moradores tenham o domínio da sua terra. “É importante que a cidade continue realizando a entrega de títulos, em Rio Branco, infelizmente, temos poucas áreas regularizadas e isso nos causa muitos problemas, parabéns ao ato do governo de Gladson Cameli”, destacou.


Fotos de Sérgio Vale/ac24horas

Alan Rick, Senador da República, mencionou a necessidade das pessoas adquirirem seus documentos de posse da terra, além disso, anunciou a destinação de R$ 4 milhões de emendas para a tão sonhada regularização fundiária. “Será um milhão para o Iteracre”, argumentou o congressista.


Estiveram presentes no ato, a presidente do TJ, desembargadora Regina Ferrari, o desembargador Samuel Evangelista, os deputados estaduais Afonso Fernandes e Manoel Moraes, a deputada federal Socorro Neri, o secretário da zeladoria, Joabe Lira e demais representantes da gestão do Estado.

Publicidade

Fotos de Sérgio Vale/ac24horas


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido