Menu

Com cheia do rio, taxistas temem perder ponto na Gameleira

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Há quatro anos, o taxista Adalto Pereira, possui um ponto localizado no Calçadão da Gameleira, no Centro Histórico da capital acreana.


O trabalhador teme agora perder a área de embarque de muitos de seus passageiros que partem para vários municípios do Estado, devido o transbordamento do Rio Acre.

Publicidade

O manancial atualmente atingiu 17,02 metros, ultrapassando muito a cota designada para a situação, que é de 14 metros, trazendo diversos prejuízos e preocupação para a cidade.


Segundo o motorista de 42 anos, esta é a primeira vez, em todo o tempo que atua na profissão, que vê algo dessa magnitude acontecendo na região.


“É preocupante, porque cada dia que passa as águas estão chegando mais perto e nós taxistas precisamos desse ponto aqui. Isso nos preocupa muito. Que Deus tenha misericórdia e tome de conta de todos nós”, destacou.


Desde o fim da tarde da última terça-feira, 28, as águas do Rio Acre já davam sinal de transbordamento na Gameleira. Mesmo com o agravante da situação, o local se tornou ponto de atração para a população.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido