Menu

Cheia no Acre : Governo Lula só repassa R$ 1,4 milhão para custear necessidades básicas

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A capital acreana recebeu neste domingo, 26, a visita dos ministros Waldez Góes ( Integração e Desenvolvimento Regional) e Marina Silva (Meio Ambiente), e do secretário da Defesa Civil Nacional, Wolnei Wolff, que puderam verificar pessoalmente as áreas atingidas pela cheia do Rio Acre e igarapés, que atingiu mais de 33 mil famílias.


Os ministros garantiram a liberação imediata de R$ 1,4 milhão para ajuda humanitária, na compra de cestas básicas. Já desde o primeiro momento das inundações, na última sexta-feira, 24, a prefeitura de Rio Branco garantiu R$ 5 milhões para ajuda humanitária aos atingidos pela alagação pela cidade.


Durante a visita, o secretário da Defesa Civil Nacional disse que os R$ 1.493 milhão serão para atender necessidades de cesta básica, kit de higiene, kit limpeza, colchão.

Publicidade

Rio Branco apresenta um verdadeiro cenário de guerra, com cerca de 500 pessoas desabrigadas e quase 2 mil desalojadas, que estão na casa de familiares.


Além de Rio Branco, os municípios de Assis Brasil, Brasiléia e Epitaciolândia também decretaram situação de emergência. O governo federal reconheceu no sábado (25) a situação de emergência em Rio Branco devido aos estragos causados após as fortes chuvas.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido