Menu

Na Defla, mototaxistas de Rio Branco cobram pena máxima a estuprador preso

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Após a Polícia Civil cumprir um mandado judicial e prender Marcelo Rodrigues de Oliveira, de 37 anos, nesta quarta-feira, 22, no bairro Castelo Branco, suspeito de estuprar e agredir brutalmente uma mototaxista de 44 anos, no último sábado , 18, cerca de 50 mototaxistas se reuniram na tarde desta quinta-feira, 23, na frente da Delegacia de Flagrantes (Defla) situada na rua Omar Sabino no bairro Estação Experimental, em protesto para cobrar às autoridades competentes a pena máxima ao acusado e mais segurança para toda a categoria.


“A nossa reivindicação é chamar a atenção das autoridades para que deem a pena máxima pra esse delinquente que fez uma barbaridade com a nossa colega de trabalho, que aos olhos de nossa população de Rio Branco, isso foi uma grande barbaridade, de ele levar uma trabalhadora, uma mototaxista e chegar lá fazer o que fez com ela, roubar, espancar. Todo mundo sabe do que esse delinquente fez com nossa amiga é até constrangedor falar aqui o que ele fez com nosso colega motaxista”, disse Franceildo.


Uma motaxista que não quis se identificar, disse ainda que a cada dia está mais difícil trabalhar nas ruas para levar o sustento para sua família e pede para que as autoridades olhem para a categoria.

Publicidade

“A gente veio pedir para que as nossas autoridades olhem pra nossa categoria, porque a cada dia fica mais difícil, a gente sai de casa e não sabe se volta. Viemos pedir segurança, somos mulheres e vivemos nas ruas levando o pão de cada dia para os nossos filhos, nossa família” concluiu a trabalhadora.


Durante a manifestação que durou pouco tempo na frente da Delegacia de Flagrantes nenhuma autoridade compareceu ao local para falar com a categoria dos mototaxistas.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido