Menu

Nunca acredite em briga de político, se aceitam, e quem tomou partido fica mal 

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

OS ABRAÇOS, as trocas de juras de amor, registradas ontem em Brasília no encontro entre o governador Gladson Cameli e o senador Sérgio Petecão (PSD) avalizam a manchete que abre este BLOG. Bem recentemente, na última eleição, o que se viu foi defensores do governador fazendo uma campanha de ataques e desgaste do Petecão; e o mesmo acontecendo com o pessoal do Petecão contra o Gladson. 


Ambos acabaram se acertando e os que entraram neste jogo agora ficaram mal na história. Já dizia uma célebre frase de que, na política, o que existe é o jogo da conveniência, e os inimigos de hoje podem ser os aliados de amanhã. 


Por isso, nada demais repetir a manchete: -Nunca acredite em briga de político, se acertam, e quem tomou partido fica mal. E para encerrar a conversa, Gladson e Petecão passaram a ser aliados desde criancinha. Quem apostou contra é que se ferrou. Assim caminha a política.


NÃO APOSTEM CONTRA


E NÃO APOSTEM contra a possibilidade do governador Gladson e do senador Petecão fazerem uma dobradinha para o Senado em 2026, quando duas vagas estarão abertas para a disputa.


PAUTA DE VEREADOR


QUE a cidade está cheia de buracos, é uma verdade. Que como cidadão pode criticar, também, é verdade. Mas o deputado Emerson Jarude (MDB) tem que entender que agora é deputado estadual e suas pautas têm que ser em cima do que faz ou deixa de fazer o governo do estado. Foi para isso que chegou na ALEAC.


COMENTÁRIO ENVIADO


LEITOR manda o comentário: “A Mailza pode até não emplacar sua candidatura ao governo, mas poderá ser vice novamente, porque na eleição de 2026 estará no comando da máquina estatal”.


MINHA DAMA DE FERRO


É COMO o governador Gladson se refere à deputada federal Socorro Neri (PP), com quem ficou mais próximo politicamente na última eleição. Não se admire se for seu nome na eleição para a PMRB, no próximo ano. É o que escuto.


ALEAC CITADA


A JUSTIÇA já citou a mesa diretora da ALEAC sobre a aprovação de um projeto que tira dos deputados o direito de votar na criação de cargos de confiança do governo, um jaboti que veio disfarçado no bojo da Reforma Administrativa.


A ELEIÇÃO ACABOU


A ELEIÇÃO acabou, e quem perdeu não adianta chorar pelo leite derramado. É isso que a ala radical do ex-presidente Bolsonaro não assimilou.


ATÉ O ZÉ TROVÃO ESTÁ LULANDO


AQUELE personagem grotesco e radical de direita, Zé Trovão, eleito deputado federal, que atacava o Lula e o STF, parece que está lulando. Ontem, foi ao Palácio do Planalto onde teve uma conversa com o ministro de articulação política do governo do Lula, Alexandre Padilha. O poder é inebriante.


TERÁ MAIORIA FOLGADA


PODE ainda não ter agora, mas o Lula terá maioria na Câmara Federal e no Senado para aprovar seus projetos mais importantes. Os votos do chamado “Centrão” sempre foram e serão fisiológicos.


EU É QUE SEI?


UM leitor curioso mandou ontem uma pergunta sobre onde é que estão aplicados os milhões e milhões, dados como liberados pelo senador Márcio Bittar (União Brasil) para o governo. Ainda estão parados sem projetos, ou foram devolvidos, ou esses recursos nunca aportaram pelo Acre. Uma das três opções, porque obras não se viu.


LADAINHA DE TODO INVERNO


TODA época invernosa é marcada por reclamações contra a prefeitura e o governo, pelo abandono das estradas vicinais. Chega o verão, fazem um serviço paliativo, e nas primeiras chuvas tudo derrete de novo. E volta a ladainha de todo inverno.


FAZENDO BEICINHO DE MEL


O presidente do PSB, César Messias, foi convidado pelo PT para participar da reunião com os partidos de esquerda, mas não compareceu. A desculpa esfarrapada é que, ele quer ouvir primeiro a direção nacional do partido, antes de tomar uma deliberação sobre a eleição para a PMRB.


NÃO SE ENTENDEM


A QUESTÃO é que o PT e o PSB não se entendem há um bom tempo. Tudo começou quando o PSB apoiou a Socorro Neri para prefeita, abandonando a candidatura do PT à PMRB. Na última eleição o PSB também não apoiou o Jorge Viana ao governo, o que serviu para esgarçar ainda mais as relações.


AMIGOS ACOMODADOS


O ex-senador Jorge Viana abrigou os amigos mais diletos Anibal Diniz e Raimundo Angelim na APEX, órgão federal que dirige. E o Cesário continua carregando pedras. Bem, gosto não se discute.


UMA CORREÇÃO


O EX-DEPUTADO FEDERAL Osmir Lima pediu uma correção, em nota de ontem do BLOG: – Disse que a carreira do ex-senador Jorge Kalume não se encerrou com a derrota ao governo para Nabor Junior; e que após isso ele ainda se elegeu prefeito de Rio Branco, derrotando o candidato do MDB, Ariosto Migueis. Mas disse que, no restante do comentário foi retratado bem o perfil de político e direita de Jorge Kalume. Fica feito o registro.


A BOLSA DA MARINHEIRO


UMA das figuras admiráveis em se tratando de sagacidade e humor ferino que conheci, foi o advogado e ex-vereador Emilson Brasil. A ex-vereadora Marinheiro (PT) toda vez que era atacada por adversários na Câmara Municipal de Rio Branco dava um chilique e fechava os olhos, como se estivesse desmaiada. Certa feita ao assistir mais uma encenação, Emilson foi à tribuna e disparou: “Vereadora Marinheiro, dá próxima vez que der um piti, solte pelo menos sua bolsa para dar um ar de mais verdadeiro”. E nunca mais a Marinheiro ensaiou um desmaio em plenário.


COM BOM HUMOR


É gostoso assistir as transmissões de futebol pela equipe da Difusora Acreana, porque mesclam as narrações das partidas com tiradas de humor.


BAIXO ASTRAL


A administração da prefeita de Tarauacá, Maria Lucinéia, não consegue sair da faixa do baixo astral, a justiça voltou a lhe alcançar, com a anulação do pacote de bondades para os seus salários, dos vereadores e secretários municipais.


FRASE MARCANTE


“Estou sempre disposto a aprender, mas nem sempre gosto que me ensinem”. Winston Churchill, estadista inglês que marcou época.


 


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.