Rio Branco, Acre, 27 maio 2023, e o horário atual é 10:12 pm.

Oftalmologistas atendem em hotéis em Cruzeiro do Sul

A falta de oftalmologista na rede pública de Cruzeiro do Sul e demais cidades do Vale do Juruá tem causado situações inusitadas e até põe em perigo a saúde da população. No momento, atendimentos são feitos até em hotéis do interior do Acre.


Uma ótica, a DK, está agendando consultas para o oftalmologista Joselito Cruz, para a cidade de Marechal Thaumaturgo, município acreano na fronteira com o Peru, que serão feitas no Hotel do Chicó, no próximo dia 28 de fevereiro. Ele, que tem consultório particular em Rio Branco e é médico do governo do Acre, já atendeu no Hotel de Marechal Thaumaturgo anteriormente, por meio da ótica.


O proprietário da ótica, Carlos Guthierres, diz que supre uma lacuna deixada pelo poder público. “Ali é uma população muito isolada, as únicas óticas que vão pra lá só levam o optmetrista. Eu fechei essa parceria com um oftalmologista e a consulta é R$ 150 fazendo o óculos conosco. Quero levar pra todos os municípios a preço popular”, revela.


Ele afirma que cada lente é feita de acordo com a necessidade do paciente, que recebe os óculos prontos depois. De acordo com Guthierres, o oftalmologista atende um único dia em cada cidade um grande número de pacientes”. Já chegou vezes de consultarmos umas 40 pessoas e outras até 70, depende varia muito a média de público. A maioria são idosos e adultos, crianças são poucas”, pontua.


Há também em Cruzeiro do Sul óticas que agendam consultas mais baratas com determinado oftalmologista, se o óculos for feito na empresa. A ótica Conectar anuncia com data entre os dias 22 e 25 de fevereiro, consulta com exames com custo de R$ 180. Se o óculos for encomendado no local, o valor baixa para R$ 100.


De acordo com o gerente da ótica, Cairo Silva, o oftalmologista é Luís Gustavo Tossi, que é de São Paulo e atende uma vez por mês em Cruzeiro do Sul no consultório de um médico falecido, que é equipado. “A consulta com a gente agendando é mais barata. No caso, se o óculos não for feito com a gente, é o próprio paciente que agenda a consulta e o preço é outro”, explica.


Em Cruzeiro do Sul, bem como nos outros 4 municípios do Vale do Juruá, não há oftalmologista na rede pública estadual ou ofertada pelas prefeituras. Há dois especialistas que atendem na rede particular. “Os pacientes que necessitam dessa especialidade são encaminhados, via Tratamento Fora do Domicílio- TFD, para Rio Branco”, cita a coordenadora Regional de Saúde do Juruá, Diane Rodrigues.


O Conselho Regional de Medicina do Acre – CRM-AC disse que irá apurar o caso do atendimento médico especializado feito em hotel pelo médico oftalmologista. A autarquia esclarece ainda que os procedimentos administrativos tramitam em sigilo, por força de lei.


De acordo com o Ministério Público do Acre, as vendas casadas são proibidas, não podendo haver a recusa de consulta por parte do profissional oftalmologista, ou de ótica, caso o cliente não compre o óculos em local determinado. Quando às consultas em hotéis, o MP não se manifestou.