Menu

Gefron apreende 25 barras de maconha provenientes da Bolívia

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O Grupo Especial de Fronteiras, o Gefron, desmantelou uma rota do tráfico de drogas que utilizava a região da Ponta do Abunã, na divisa do município de Plácido de Castro com a Bolívia, para trazer maconha em duas embarcações para dentro do território brasileiro, na manhã deste sábado, 24, véspera de Natal.


Pelo menos 25 barras de maconha prensada, pesando 25,1 quilos, foram interceptadas pelo grupo de elite da Sejusp – composto nesta operação por 8 agentes das polícias Civil, Militar, Penal e do Corpo de Bombeiros – na manhã deste sábado.

Publicidade

Um indivíduo de 29 anos foi preso e dois adolescentes de 16 anos, apreendidos. Conforme os plantonistas do Gefron, o indivíduo maior de idade confessou que os barcos carregados com o entorpecente deixaram a cidade de Santa Rosa, departamento boliviano do Beni, no interior da floresta boliviana, antes do amanhecer. Eles navegaram pelo rio Abunã até aportar às margens do bairro Serraria, já em Plácido de Castro (distante 80 quilômetros de Rio Branco), onde foram surpreendidos pela força policial.


“A encomenda [da maconha] tinha sido feita por uma organização criminosa aqui no Brasil para um primo meu que é boliviano. Fomos só buscar”, teria dito o acusado aos policiais.


Os suspeitos tinham retirado a droga dos barcos e a esconderam em uma casa. No local, foram apreendidos ainda uma espingarda calibre 20, um revólver Taurus calibre 38, além de munições intactas de diversos calibres e aparelhos celulares.


O Gefron estima que ao menos R$ 263 mil foram retirados de circulação entre os criminosos, contabilizado o valor da droga, das armas e das munições. Os três foram encaminhados para a Delegacia Geral de Polícia de Plácido de Castro. Eles devem responder por tráfico de drogas e posse de armas de fogo.


De lá, o maior de idade seria levado ao Complexo Penal Francisco de Oliveira Conde, na capital acreana, enquanto que os dois menores deveriam ser recolhidos pelo Instituto Socioeducativo, também em Rio Branco.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido