Menu

Acre discute possibilidade de novos negócios com Peru em exposição

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), apresenta o Acre e suas potencialidades na Expo Madre de Dios, evento internacional de promoção de investimento bilateral. A maior feira de negócios da região encerra neste domingo, 11, em Puerto Maldonato, no Peru. O secretário Assurbanipal Mesquita confirmou a prospecção de produtos acreanos e a criação de uma Missão Técnica para o alinhamento dos interesses econômicos regionais.


A avaliação é muito positiva. Empresários acreanos que aceitaram o convite e vieram até Puerto Maldonato prospectaram negócios, entre eles a Boot Norte, a Nutrak e o setor da castanha tiveram intercâmbios econômicos concretizados. A convite do governador Jefferson Gonzales, o governador Gladson Cameli determinou que retribuíssemos a participação peruana na Expoacre deste ano, aproximando as relações com o Peru”, comentou Mesquita.


Além da exposição, a feira apresenta uma série de atividades como Fórum Internacional de investimentos, seminários e rodadas de negócios. Na manhã de sábado, a caravana acreana participou de uma palestra sobre economia circular. O italiano Davide Bellini, que representou a CESVI, abordou estratégias e experiências para a circulação de produtos e materiais em seu valor mais alto com foco na regeneração da natureza. O encontro também contou com empresários da Jaces Trade Logistic S. A. empresa que prospecta negócios com a China e Palestina.

Publicidade

Após participar do I Simpósio de Aquicultura, a caravana acreana foi convidada para degustar produtos regionais. Jimmy Fernando, diretor regional de produção, falou das oportunidades de negócios entre os estados e destacou a importância da Missão Técnica de alinhamento dos interesses econômicos entre Acre, Pando e Madre de Dios.


“Estamos diante de uma oportunidade ímpar e de diversos fechamentos econômicos que devem ser norteados por uma missão técnica para alinhar os interesses econômicos dos países, a organização de cadeias produtivas para geração de riquezas com a importação e exportação de produtos”, destacou Fernando.


Com informações da Agência de Notícias do Acre.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido