Conecte-se agora

Richarlison brilha marcando um golaço, e Brasil vence Sérvia em estreia na Copa do Catar

Publicado

em

FOTO: FIFA/GETTY IMAGENS

Em busca do hexacampeonato, o Brasil estreou com vitória por 2 a 0 sobre a Sérvia, no Estádio Municipal de Lusail, pela primeira rodada do Grupo G da Copa do Mundo. O atacante Richarlison brilhou e anotou os dois gols do jogo, com direito a um golaço de voleio.

Agora, depois do ótimo resultado, a seleção brasileira só precisa de uma vitória contra a Suíça, na segunda-feira (28), às 13h (Brasília), para carimbar a vaga nas oitavas de final. Os suíços venceram a seleção de Camarões também nesta quinta.

A preocupação ficou por conta da substituição de Neymar, que deu lugar a Antony, foi ao banco de reservas chorando e prontamente fez gelo no tornozelo. Já o destaque positivo, além de Richarlison, foi Vinícius Júnior, que conseguiu boas jogadas pela direita, as quais ofereceram diversas oportunidades de gol.

O jogo

A Sérvia subiu o bloco de marcação desde o primeiro minuto de jogo, com o Brasil tendo dificuldade na saída de bola. Aos 13 minutos, em um escanteio nascido de bela jogada de Vini Jr, Neymar arriscou direto e quase conseguiu marcar um gol olímpico, mas o goleiro Milinkovic-Savic salvou quase em cima da linha.

Após os 15, a Sérvia recuou e passou a marcar no seu campo defensivo, com a linha defensiva brasileira avançada até o meio campo, com a intenção de sair no contra-ataque. Aos 27, Thiago Silva deu lindo passe, quebrando as linhas da Sérvia, mas Vini Jr não conseguiu levar a melhor sobre o goleiro.

Aos 34 minutos, o Brasil criou outra boa chance, dessa vez com Raphinha. O camisa 11 teve a bola no pé bom, o esquerdo, da entrada da área, mas finalizou fraco, nas mãos de Milinkovic-Savic. De longe, a Sérvia se arriscou a cruzar algumas bolas, mas nenhuma levou perigo ao gol de Alisson.

Já no primeiro minuto da segunda etapa, a zaga sérvia errou, e a bola caiu nos pés de Raphinha, que até tinha opções de passe, mas bateu em cima do goleiro, na melhor chance do Brasil até esse momento. Aos 9, em outra boa jogada de Vini pela esquerda, o ponta do Real Madrid cruzou na perna esquerda de Neymar, dentro da área, mas o camisa 10 finalizou para fora.

Se a muralha da Sérvia estava bem postada, Alex Sandro arriscou de fora da área, aos 14 minutos, e carimbou a trave direita de Milinkovic-Savic, em um momento de bom volume de jogo brasileiro. Logo na sequência, aos 16, o atacante mais sumido decidiu aparecer: Richarlison. Em boa jogada do Neymar, que penetrou a área, Vinicius Jr chutou, e o goleiro deu rebote para o meio da área, local perfeito para o 9 brasileiro só empurrar para as redes – 1 a 0 Brasil.

Aos 25, a Sérvia chegou pela primeira vez com perigo no segundo tempo, de novo pelo alto, em escanteio perigoso. Mas o Brasil reagiu da melhor forma: ampliando o placar. Aos 27, Vini bagunçou pela esquerda e cruzou para Richarlison. O Pombo dominou e a bola subiu, foi quando o camisa 9 virou um lindo voleio, sem chance de defesa. Um golaço!

A dez minutos do fim, Neymar deu lugar a Antony e, no banco, fez gelo no tornozelo. Mesmo com a vantagem, o Brasil seguiu pressionando, e Casemiro acertou novamente a trave, em chute da entrada da área. Outro que acabou a partida mancando foi o lateral-direito Danilo, que sentiu quando Tite já havia feito as cinco alterações e resistiu até o fim. A partida acabou ainda com o controle de jogo brasileiro, que afastou o nervosismo do primeiro tempo e confirmou a importante vitória.

VEJA OS MELHORES MOEMENTOS:

video
play-rounded-fill

Destaque 3

Inglaterra bate Senegal, confirma favoritismo e avança às quartas da Copa do Mundo

Publicado

em

Por

A Inglaterra está classificada para as quartas de final da Copa do Mundo. Neste domingo (4), a seleção inglesa venceu Senegal por 3 a 0 e carimbou sua vaga na próxima fase do Mundial.

Os ingleses agora terão pela frente a França, que venceu a Polônia neste domingo e também confirmou sua vaga. O confronto está marcado para o próximo sábado (10), no estádio Al Bayt.

O jogo

Senegal começou bem, dificultando a saída de bola da Inglaterra e levando perigo ao gol de Pickford. Mas o equilíbrio durou até os ingleses abrirem o placar.

Aos 38 minutos, Bellingham invadiu a área pela esquerda e rolou para Henderson mandar para o fundo da rede. Os senegaleses sentiram o gol, e os ingleses aproveitaram o momento para ampliar.

Aos 47, Bellingham roubou a bola e acionou Foden, que rapidamente mandou para Kane. O atacante chutou cruzado, sem dar chances de defesa para o goleiro Mendy.

O segundo tempo foi de amplo domínio da Inglaterra, que decretou a vitória por 3 a 0, com Saka. Aos 11, o atacante aproveitou bom passe de Foden e fechou a conta.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Mbappé brilha, França despacha Polônia de Lewandowski e avança às quartas da Copa

Publicado

em

Por

A França está nas quartas de final da Copa do Mundo. Neste domingo (4), a seleção francesa contou com o brilho de Mbappé para vencer a Polônia por 3 a 1 e confirmar sua vaga na próxima fase do Mundial.

Com o resultado, a França aguarda o vencedor de Inglaterra x Senegal para saber quem será seu adversário na próxima fase da Copa. As duas seleções vão a campo ainda neste domingo.

O jogo

A França foi superior no primeiro tempo, mas se deparou com uma Polônia bem organizada e, por vezes, ofensiva. Tanto que foram os poloneses que tiveram a primeira grande chance do jogo. Aos 37 minutos, Kaminski ficou com a sobra dentro da área e obrigou Varane a salvar em cima da linha.

Mas logo na jogada seguinte Giroud abriu o placar para a seleção francesa. Aos 43, Mbappé recebeu na esquerda e cruzou na medida para o camisa 9 estufar a rede e se isolar como maior artilheiro da história da França.

O segundo tempo teve a mesma tônica da primeira etapa. Os franceses tiveram o controle de jogo e criaram mais oportunidades. Já a Polônia se revezou entre momentos ofensivos e defensivos, já que tinha que precisava buscar o empate, mas não podia deixar a França ampliar.

Quem levou a melhor na disputa tática foi a seleção francesa, que aproveitou os espaços cedidos pela Polônia para marcar o segundo em um contra-ataque mortal. Aos 28, Griezmann deu um chutão para frente e achou Giroud no meio-campo. O atacante dominou e abriu na direita para Dembélé encontrar Mbappé livre do outro lado do campo. O camisa 10 dominou, e mandou uma bomba indefensável da entrada da área.

E ainda teve tempo para Mbappé marcar outro golaço. O craque recebeu Thuram dentro da área, ajeitou rapidamente para o pé direito e bateu colocado. Szczesny ainda a tocou na bola, que parou no ângulo.

Antes de o árbitro decretar o fim do jogo, a Polônia descontou. Com auxílio do VAR, viu toque de mão na bola de Upamecano e marcou pênalti. A princípio, Lloris defendeu a cobrança de Lewandowski, mas o goleiro se adiantou, e o juiz mandou voltar. Na segunda tentativa, o camisa 9 polonês não decepcionou e mandou para o fundo da rede.

VEJA O VÍDEO: 

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Com gol de Messi, Argentina vence a Austrália e avança às quartas da Copa do Mundo

Publicado

em

Por

A Argentina vai enfrentar a Holanda nas quartas de final da Copa do Mundo. Na tarde deste sábado (3), a Albiceleste venceu a Austrália por 2 a 1 e carimbou sua vaga na próxima fase do Mundial.

O duelo entre holandeses e argentinos será disputado na próxima sexta-feira (9). O vencedor do confronto pode entrar no caminho do Brasil em uma eventual disputa de semifinal.

O jogo

A Argentina teve muita dificuldade para encontrar espaço no primeiro tempo. Sem Di María, a Albiceleste concentrou suas jogadas pelo meio-campo, mas parou no compacto bloqueio defensivo australiano. A consequência foi uma partida truncada e de raras chances de gol.

O sucesso do sistema defensivo encorajou a Austrália a atacar e, por um momento, a seleção da Oceania teve o controle da partida. Mas a tentativa de ditar as ações do jogo durou pouco. Aos 34, após boa troca de passes, Messi bateu colocado para abrir o placar.

Com a vantagem, a Argentina teve mais tranquilidade para administrar o jogo no segundo tempo. Já a Austrália conseguiu se complicar. Aos 11 minutos, o goleiro Mat Ryan se atrapalhou na saída de bola e entregou o ouro para Julián Álvarez ampliar.

A vitória da Albiceleste parecia encaminhada, mas um gol de Goodwin, aos 31, colocou fogo no jogo. Os australianos se lançaram ao ataque em busca do gol de empate e quase conseguiram com Behich, aos 35.

A ofensiva da Austrália gerou espaço para a Argentina contragolpear. Aos 42, Lautaro Martínez teve a chance de marcar o terceiro gol, mas isolou. Pouco tempo depois, aos 47, o atacante teve mais uma oportunidade, mas parou em Mat Ryan. O jogo seguiu eletrizante até o apito final, mas sem alterações no placar.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Holanda vence os Estados Unidos e avança às quartas de final da Copa do Mundo

Publicado

em

Por

A Holanda está classificada às quartas de final da Copa do Mundo. Neste sábado (3), a Laranja venceu por 3 a 1 os Estados Unidos e confirmou sua vaga na próxima fase do Mundial.

Os holandeses agora aguardam o vencedor do duelo entre Argentina e Austrália para saber quem será o seu adversário nas quartas da Copa. As duas seleções se enfrentam ainda neste sábado.

O jogo

Os Estados Unidos tiveram a primeira grande chance do jogo. Logo aos dois minutos, Pulisci saiu na cara do goleiro Noppert, que fez boa defesa e salvou a Holanda de largar atrás.

A Laranja respondeu rápido e com muita eficiência. Aos nove, após jogada iniciada no setor defensivo, Dumfries cruzou rasteiro para Memphis Depay abrir o placar.

Com a vantagem no marcador, a Holanda recuou as linhas e chamou os Estados Unidos para o seu campo defensivo. Os americanos tiveram mais volume de jogo, mas não converteram as chances criadas em gols.

A eficiência holandesa, em contrapartida, falou mais alto novamente. Aos 45, em jogada muito parecida com a do primeiro gol, Dumfries cruzou rasteiro, e Blind ampliou para a Laranja.

A maior parte do segundo tempo teve a mesma tônica da primeira etapa. Com a vantagem confortável no placar, os holandeses mantiveram a defesa compactada e esperaram por um contra-ataque para matar o jogo. Já os americanos foram para cima e buscaram reduzir a diferença.

Aos 30, os Estados Unidos conseguiram descontar. Pulisic cruzou, e Wright desviou para o fundo da rede. Mas a tentativa de reação americana foi interrompida por Dumfries. Aos 35, o lateral-direito recebeu cruzamento na medida de Blind e marcou o gol que decretou a classificação da Holanda às quartas de final.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.