Menu

Richarlison brilha marcando um golaço, e Brasil vence Sérvia em estreia na Copa do Catar

LUSAIL CITY, QATAR - NOVEMBER 24: Richarlison of Brazil scores his side's second goal during the FIFA World Cup Qatar 2022 Group G match between Brazil and Serbia at Lusail Stadium on November 24, 2022 in Lusail City, Qatar. (Photo by Alex Livesey - Danehouse/Getty Images)
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

FOTO: FIFA/GETTY IMAGENS


Em busca do hexacampeonato, o Brasil estreou com vitória por 2 a 0 sobre a Sérvia, no Estádio Municipal de Lusail, pela primeira rodada do Grupo G da Copa do Mundo. O atacante Richarlison brilhou e anotou os dois gols do jogo, com direito a um golaço de voleio.

Publicidade

Agora, depois do ótimo resultado, a seleção brasileira só precisa de uma vitória contra a Suíça, na segunda-feira (28), às 13h (Brasília), para carimbar a vaga nas oitavas de final. Os suíços venceram a seleção de Camarões também nesta quinta.


A preocupação ficou por conta da substituição de Neymar, que deu lugar a Antony, foi ao banco de reservas chorando e prontamente fez gelo no tornozelo. Já o destaque positivo, além de Richarlison, foi Vinícius Júnior, que conseguiu boas jogadas pela direita, as quais ofereceram diversas oportunidades de gol.


O jogo

A Sérvia subiu o bloco de marcação desde o primeiro minuto de jogo, com o Brasil tendo dificuldade na saída de bola. Aos 13 minutos, em um escanteio nascido de bela jogada de Vini Jr, Neymar arriscou direto e quase conseguiu marcar um gol olímpico, mas o goleiro Milinkovic-Savic salvou quase em cima da linha.


Após os 15, a Sérvia recuou e passou a marcar no seu campo defensivo, com a linha defensiva brasileira avançada até o meio campo, com a intenção de sair no contra-ataque. Aos 27, Thiago Silva deu lindo passe, quebrando as linhas da Sérvia, mas Vini Jr não conseguiu levar a melhor sobre o goleiro.


Aos 34 minutos, o Brasil criou outra boa chance, dessa vez com Raphinha. O camisa 11 teve a bola no pé bom, o esquerdo, da entrada da área, mas finalizou fraco, nas mãos de Milinkovic-Savic. De longe, a Sérvia se arriscou a cruzar algumas bolas, mas nenhuma levou perigo ao gol de Alisson.


Já no primeiro minuto da segunda etapa, a zaga sérvia errou, e a bola caiu nos pés de Raphinha, que até tinha opções de passe, mas bateu em cima do goleiro, na melhor chance do Brasil até esse momento. Aos 9, em outra boa jogada de Vini pela esquerda, o ponta do Real Madrid cruzou na perna esquerda de Neymar, dentro da área, mas o camisa 10 finalizou para fora.


Se a muralha da Sérvia estava bem postada, Alex Sandro arriscou de fora da área, aos 14 minutos, e carimbou a trave direita de Milinkovic-Savic, em um momento de bom volume de jogo brasileiro. Logo na sequência, aos 16, o atacante mais sumido decidiu aparecer: Richarlison. Em boa jogada do Neymar, que penetrou a área, Vinicius Jr chutou, e o goleiro deu rebote para o meio da área, local perfeito para o 9 brasileiro só empurrar para as redes – 1 a 0 Brasil.


Aos 25, a Sérvia chegou pela primeira vez com perigo no segundo tempo, de novo pelo alto, em escanteio perigoso. Mas o Brasil reagiu da melhor forma: ampliando o placar. Aos 27, Vini bagunçou pela esquerda e cruzou para Richarlison. O Pombo dominou e a bola subiu, foi quando o camisa 9 virou um lindo voleio, sem chance de defesa. Um golaço!


A dez minutos do fim, Neymar deu lugar a Antony e, no banco, fez gelo no tornozelo. Mesmo com a vantagem, o Brasil seguiu pressionando, e Casemiro acertou novamente a trave, em chute da entrada da área. Outro que acabou a partida mancando foi o lateral-direito Danilo, que sentiu quando Tite já havia feito as cinco alterações e resistiu até o fim. A partida acabou ainda com o controle de jogo brasileiro, que afastou o nervosismo do primeiro tempo e confirmou a importante vitória.


VEJA OS MELHORES MOEMENTOS:

Publicidade

video
play-sharp-fill


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido