Conecte-se agora

Jovem sai para comprar pão e é executado a tiros no 2º Distrito

Publicado

em

A guerra entre facções não cessa e mais um homicídio foi registrado na capital. O jovem Mizael Oliveira da Silva, de 20 anos, foi executado a tiros no terreno de sua residência situada na Rua Santa Inês no bairro Santa Inês, no segundo distrito de Rio Branco.

Segundo informações da Polícia repassadas a reportagem do ac24horas, Mizael saiu de sua residência para ir comprar o pão e na volta enquanto chegava na rua residência foi abordado por um homem não identificado que em posse de uma arma de fogo efetuou 7 tiros na direção da vítima que foi atingida com 6 projéteis na região das costas e lateral do abdômen. Após a ação o criminoso fugiu correndo.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada por populares, mas quando os paramédicos chegaram ao local, Mizael já se encontrava morto.

A área foi isolada pelos Policiais Militares do 2° Batalhão para os trabalhos do Perito em criminalística. A Polícia Militar não conseguiu prender o autor do crime.

O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

No local moradores não souberam informar sobre o autor do crime, e informaram a reportagem que apenas ouviram cerca de sete disparos de arma de fogo. Agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE) da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC) já iniciaram as investigações.

Acre

Acre tem mais 209 casos e uma morte por Covid-19 neste sábado

Publicado

em

Foram registrados mais 209 novos casos de coronavírus neste sábado, 3 de dezembro, no Acre, elevando o número de infectados notificados para 154.671 em todo o estado.

Um óbito foi notificado neste sábado, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 aumente para 2.032 em todo o Acre.

O paciente O. F. B., 84 anos, deu entrada em uma unidade de saúde do estado em 20 de novembro e faleceu no dia 30 do referido mês, segundo o boletim da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre).

Continuar lendo

Acre

Justiça nega liberdade a policial penal que matou picolezeiro

Publicado

em

O Juiz Álesson Braz, da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar de Rio Branco, indeferiu habeas corpus impetrado pela defesa do policial penal Alessandro Rosas Lopes, com pedido de revogação da prisão do réu.

O magistrado justificou que ainda permanecem presentes os requisitos da autorização da prisão preventiva, especialmente para a manutenção da ordem pública.

“A garantia da ordem pública torna-se necessária, pela necessidade pela gravidade concreta do delito, já que a vítima atingida pelas costas estava em fuga”, concluiu Álesson Braz.

No recurso impetrado, a defesa de Alessandro Rosas argumentou que o acusado está preso há quase dois anos e que o laudo de insanidade mental já foi realizado há seis meses. Para o advogado, a liberdade de Alessandro, preso por matar o vendedor de picolés Gilcimar Honorato, não representa nenhum risco à eficácia do processo, uma vez que restam apenas a conclusão do laudo de insanidade mental e o interrogatório do réu. O Ministério Público do Acre se manifestou pelo indeferimento do pedido.

O crime ocorreu no dia 12 de dezembro de 2020 em um bar do Conjunto Esperança. Os dois homens teriam discutido, e ao perceber que Alessandro Rosas havia sacado uma pistola, Gilcimar Honorato saiu correndo na tentativa de escapar e foi baleado pelas costas, morrendo no local.

O agente foi preso em flagrante, e diante da autoridade policial alegou ter agido em legítima, hipótese descartada após a oitiva das testemunhas, sendo autuado por homicídio triplamente qualificado. Desde então, a defesa de Alessandro vem tentando sem sucesso colocá-lo em liberdade.

Continuar lendo

Acre

Polícia Militar inicia Operação Papai Noel, em Rio Branco

Publicado

em

Mais de 70 policiais militares já estão nas ruas de Rio Branco para a tradicional Operação Papai Noel, que será realizada até o início de janeiro de 2023.

O objetivo é atuar de forma preventiva em locais específicos durante as festividades de fim de ano, em todas as regionais, com ênfase nas áreas comerciais.

Além do efetivo administrativo da Polícia Militar do Acre (PMAC), todas as unidades operacionais da capital (1º, 2º e 3º Batalhão) e especializadas (batalhões de Policiamento Ambiental, de Trânsito e de Operações Especiais, além da Patrulha Maria da Penha) estarão empenhadas na ação.

A distribuição será feita com base nos indicadores de análise criminal de cada unidade, que aponta os locais e horários de maior circulação e aglomeração de veículos e pessoas.

De acordo com a tenente-coronel Jokebed Taveira, comandante do Policiamento da Capital e Região Metropolitana (CPCM), o foco é o policiamento comunitário e orientação ao público, sobretudo transeuntes e comerciantes, que são mais vulneráveis durante as compras e festividades.

“Também vamos realizar saturação com abordagens em vias de grande fluxo, locais de grande movimentação de público e de maior incidência de delitos na periferia da capital, as chamadas “zonas quentes”, além de blitz de trânsito e desarmamento, palestras de autoproteção, de trânsito nas escolas e campanhas educativas”, explicou.

Continuar lendo

Acre

Criminoso aciona SAMU e tenta matar paramédicos a tiros

Publicado

em

Paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) viveram momentos de terror na noite desta sexta-feira, 2, após sofrerem uma emboscada e uma tentativa de homicídio durante um suposto atendimento a uma ‘vítima’ no ramal Bom Futuro, no bairro Vila Acre, no Segundo Distrito de Rio Branco.

Os profissionais do SAMU foram acionados para atender uma ocorrência de uma idosa em crise hipertensiva, e ao chegarem ao local do atendimento visualizaram um homem dentro de um veículo Fiat Strada, de cor branca, placa OAL-7D81, dando sinal de luz.

Os paramédicos pararam a viatura do lado do carro e o suposto paciente apenas olhou e não se manifestou para receber o atendimento. Os profissionais desconfiaram da atitude suspeita e seguiram com a ambulância mais à frente no ramal à procura do suposto ‘paciente’, quando foram informados pela base do SAMU que a ocorrência havia sido cancelada pelo solicitante.

O condutor então fez o retorno na ambulância e seguiu com destino a base do SAMU, quando foi perseguido pelo criminoso no veículo Fiat Strada até ao posto de combustível Acauã na rodovia AC-40, na Vila Acre.

Os paramédicos resolveram parar a ambulância para saber o que estava acontecendo, quando o bandido parou o seu veículo ao lado da ambulância e puxou uma arma de fogo. Ao perceberem que seriam alvejados, os profissionais fugiram com a viatura em alta velocidade e foram perseguidos pelo criminoso até a rotatória próximo a uma concessionária na AC-40.

Na fuga, os paramédicos encontraram uma viatura da Polícia Militar e informaram o que estava acontecendo. O bandido, ao perceber os policiais, deu a volta no seu veículo na contramão e fugiu sentido estádio Arena da Floresta.

Após alguns minutos, a guarnição policial recebeu informações via CIOSP de que o suposto veículo Fiat Strada estava no ramal Bom Jesus e o condutor estava dirigindo em alta velocidade, realizando vários disparos de arma de fogo na tentativa de atingir alguma pessoa.

Os policiais fizeram patrulhamento pela região e encontraram o veículo parado na rua José Ferraz, no loteamento Luiz Ângelo, no bairro Vila Acre. O criminoso que foi identificado como Jeová Henrique Miranda, de 41 anos, que estava próximo ao veículo foi abordado pelos policiais, e durante busca pessoal foi localizado um revólver calibre .38 municiado. Durante busca no veículo foram encontrados também seis celulares, relógios e uma bolsa.

O bandido ainda se identificou como CAC (Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador), porém não portava nenhum documento do armamento que portava, apenas um certificado vencido de um rifle.

Os policiais fizeram uma consulta na placa do veículo Fiat Strada e foi constatado uma restrição por ação criminosa, do dia 30/01/2021, protocolo 2021010323395203509. O registro informa que um agente estava no carro citado, com uma arma na cintura fazendo ameaças a crianças.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão e o criminoso que atentou contra a vida dos paramédicos do SAMU foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos. Na delegacia, os profissionais do SAMU reconheceram o bandido e o veículo usado na tentativa de homicídio.

Jeová responderá pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, disparo de arma de fogo e tentativa de homicídio.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.