Conecte-se agora

Bocalom não é o bode expiatório

Publicado

em

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (PROGRESSISTAS), não pode ser acusado de bode expiatório da derrota de Sérgio Petecão (PSD) ao governo do estado, como dizem assessores do senador acreano, ao ponto de sugerirem o rompimento político definitivo entre os dois.

A votação fraca de Petecão demonstrou que o buraco nessa eleição foi muito mais embaixo. Nem o Papa Francisco poderia salvá-lo, muito menos Bocalom. Porém, isto não quer dizer que as pessoas não gostam do Petecão. Apenas não o queriam como governador com quatro anos de senador pela frente.

Bocalom foi leal a Petecão dentro da lei e dos seus limites de possibilidades como prevê a legislação eleitoral. O fato de ser o prefeito da capital e declarar apoio à Petecão publicamente, além de organizar encontros, participar de reuniões e carreatas, ao que parece, não foi o suficiente para garantir mais votos ao candidato. O que querem os que acusam Bocalom? Que Petecão dispute a prefeitura em 2024 com ele ainda tendo dois anos de mandato pela frente?!!!

“O orçamento secreto ainda vai dar problema”. (Desabafo do presidente Jair Bolsonaro – pelo visto já está dando)

Muita disposição

O deputado federal eleito pelo União Brasil, coronel Ulisses, está com muita disposição para o novo trabalho que começa em fevereiro do ano que vem. Por enquanto, percorre os municípios agradecendo a excelente votação.

O acerto do Márcio

O senador Márcio Bittar (União Brasil) já dizia há cerca de três anos que as eleições no Acre e no Brasil se dariam entre a direita e à esquerda. Dois confrontos ideológicos. Na mosca!

O erro…

Márcio Bittar avaliou que o governador Gladson Cameli (PROGRESSISTA) ao romper com todos os aliados de 2018, inclusive com ele, o levaria ao caminho mais difícil para a vitória. O resultado da eleição provou que foi o mais fácil.

Confia na base

Sobre a eleição para a futura mesa diretora da Aleac, o governador Gladson Cameli tem dito que confia na habilidade do deputado Nicolau Júnior (PROGRESSISTA) para conduzir o processo.

Não dá pitaco

No caso da eleição da mesa diretora da Câmara Municipal, o prefeito Bocalom deixou bem claro que sua base deve decidir sozinha quem será o futuro presidente.

Secretários continuam

O governador Gladson Cameli não tem motivo algum para trocar os secretários das pastas da Segurança, Educação e Saúde. Os secretários Paulo César, Aberson Carvalho e Dra. Paula Mariano realizam um bom trabalho. Como ele mesmo diz: “O melhor está por vir”.

E se o Lula vencer…

As pessoas se perguntam qual será a postura do PT do Acre em relação ao governo Gladson e a bancada federal com dois senadores e oito deputados federais bolsonaristas se o Lula ganhar a eleição? Nesse caso, só Deus sabe!

Guerra na carne

A eleição para presidente do Brasil está longe de ser na mente e no espírito; está mais para uma disputa na carne. É só assistir a propaganda eleitoral dos candidatos.

Provérbio oportuno

“A medida do ter nunca enche”. Salomão, o rei dos hebreus há três mil anos passados; um sábio.

A marca da Mailza

A senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTA) tem qualidades de uma mulher virtuosa pouco observada pelos que a menosprezam. Na verdade, razão de seu sucesso.

Tem pedigree

A prefeita Rosana Gomes tem um bom pedigree político. Seu pai, Manoel Gomes e o irmão James, foram prefeitos passando o bastão de boas gestões para ela. Use-o!

Ainda investiga

A Polícia Federal investiga denúncias de corrupção eleitoral feitas durante a campanha. Alguns eleitos contratem bons advogados. Vai doer!

Coluna do Astério

Gladson e o segundo mandato!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

O político avestruz!

Publicado

em

Continuar lendo

Acre

Ex-prefeito Marcus Alexandre poderá ir para o Dnit

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Guinada à esquerda!

Publicado

em

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.