Conecte-se agora

Universidades Públicas validam nova urna e códigos-fonte dos sistemas eleitorais

Publicado

em

Três das mais respeitadas universidades brasileiras – Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – entregaram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) as conclusões dos estudos aprofundados que realizaram nos códigos-fonte do sistema eletrônico de votação e no modelo UE2020 da urna eletrônica, que será utilizado pela primeira vez na Eleições 2022. As instituições de ensino superior foram unânimes e categóricas em atestar a segurança e a auditabilidade dos sistemas e dos equipamentos que registrarão os votos das brasileiras e dos brasileiros em outubro.

UE 2020: a nova urna eletrônica

A análise do modelo 2020 da urna eletrônica pelo Laboratório de Arquitetura e Redes de Computadores (Larc) da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (EP-USP) foi realizada no âmbito do Teste Público de Segurança (TPS), objeto de termo de cooperação específico, cuja etapa final aconteceu em maio de 2022. O exame pela USP está previsto em convênio de cooperação técnica com o TSE e visa o aprimoramento do sistema e da urna eletrônica no que se refere à modernidade, à segurança e à transparência, com foco nas Eleições 2022.

De acordo com o coordenador de Tecnologia Eleitoral do TSE, Rafael Azevedo, o conjunto de testes garante a segurança do processo eleitoral. Neles, a UE2020 foi exposta aos mesmos ataques executados em todos os TPS anteriormente já realizados. O Larc concluiu que o modelo novo da urna testado preserva todas as proteções existentes nas versões anteriores, dotadas de hardware de segurança, criando um cenário similar de resistência a invasões quando utilizadas. É sempre bom lembrar que, em nenhum teste de segurança, foi possível alterar o destino e a integridade de uma votação.

Os especialistas do Larc também afirmaram que o software da urna é maduro do ponto de vista de segurança e que aplica as técnicas de criptografia e assinatura digital de maneira correta. Além disso, observaram que o Registro Digital do Voto (RDV) foi construído de maneira correta para a garantia do sigilo do voto.

A realização do TPS também, e especialmente, para o modelo 2020 da urna eletrônica decorre de sugestão feita pelo Ministério da Defesa e pelas Forças Armadas no âmbito dos trabalhos da Comissão de Transparência nas Eleições (CTE).

Análise dos códigos-fonte: absoluta segurança

Os especialistas dos Departamentos de Tecnologia da Informação da UFPE e da Unicamp se debruçaram sobre os códigos-fonte do sistema eletrônico de votação por cerca de três meses, prazo de análise consideravelmente maior do que o que costumava ser feito por pesquisadores fora do TSE e que foi disponibilizado no TPS ocorrido em 2021.

A UFPE e a Unicamp são parceiras do Tribunal na iniciativa-piloto de disponibilizar os códigos-fonte para serem guardados e inspecionados fora das dependências do TSE. Para o chefe da Seção de Voto Informatizado do TSE, Rodrigo Coimbra, a contribuição dos especialistas das instituições parceiras proporciona um ponto de vista externo ao trabalho desenvolvido pelos analistas de Tecnologia da Informação da Corte, além de garantir segurança e transparência ainda maiores ao processo de desenvolvimento dos softwares da urna eletrônica e do sistema eletrônico de votação. “Essa parceria permite, em primeiro lugar, que os códigos-fonte sejam armazenados em instituições idôneas fora do TSE, como uma salvaguarda do que será utilizado nas eleições. E também permite que testes e aprimoramentos sejam realizados num período de tempo bem mais longo”, analisa.

Em relatórios encaminhados ao TSE, as duas universidades foram enfáticas em confirmar a segurança e confiabilidade dos sistemas que serão utilizados no pleito deste ano. A análise foi feita nas dependências da UFPE e da Unicamp, que receberam todos os códigos-fonte de programas das urnas eletrônicas no âmbito do acordo firmado com o Tribunal.

Os trabalhos da Universidade Federal de Pernambuco não identificaram problemas no funcionamento dos softwares analisados, muito menos falhas que demandem correções ou alterações na versão do sistema que será utilizado em 2022. Os pesquisadores fizeram sugestões que “podem ser avaliadas pela equipe do TSE para possível adoção em um próximo ciclo, sem que haja prejuízo para o funcionamento do ciclo em curso”. As sugestões são relativas a padronizações no código-fonte e eventual geração automática de testes no intuito de aumentar a cobertura dos testes.

A análise da Unicamp foi feita enfatizando o teste de integridade realizado em uma parcela das urnas; o algoritmo empregado para armazenar votos no Registro Digital do Voto (RDV); o aplicativo de controle da urna Vota; e o emprego recomendável de rotinas criptográficas.

Segundo o professor Ricardo Dahab, diretor-geral de Tecnologia da Informação e Comunicação da Unicamp, “nada foi encontrado que possa colocar em dúvida a integridade e a confiabilidade do código-fonte da urna eletrônica brasileira nos aspectos que compõem o objeto do presente trabalho”. O relatório conclui que não há código malicioso na urna que vulnere eventual teste de integridade realizado sem identificação biométrica.

Confira a íntegra do Relatório da UFPE sobre o Projeto-Piloto de Inspeção do Código-Fonte da Urna Eletrônica.

Confira a íntegra do Relatório Final da Unicamp para Inspeção do Código-Fonte da Urna Eletrônica.

Confira a íntegra do Relatório de Testes de Segurança UE 2020 – Resumo Executivo.

Destaque 3

Tempo no Acre nesta quinta-feira será quente, mas com chances de chuvas e temporais

Publicado

em

Com o fim do inverno e o início da primavera, o tempo muda nesta quinta-feira, 22, no Acre. As nuvens aumentam e ocorrem chuvas, em geral, passageiras e pontuais, mas que podem ser acompanhadas de temporais.

Deve chover forte, com raios e ventanias em Rio Branco, Brasileia e Sena Madureira, inclusive na virada da noite. Durante o dia será muito quente, com sol e nuvens, mas as condições atmosféricas estarão altamente favoráveis à ocorrência de temporais.

Em Cruzeiro do Sul e Tarauacá, o tempo muito quente e abafado, tem a alta probabilidade de chuvas, que podem ser fortes. Os ventos sopram, entre fracos e calmos.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 36 e 38ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Assis Brasil e Santa Rosa do Purus, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 36 e 38ºC;

– Plácido de Castro e Acrelândia, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 36 e 38ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 36 e 38ºC;

– Tarauacá e Feijó, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 36 e 38ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, com mínimas oscilando entre 23 e 25ºC, e máximas, entre 35 e 37ºC;

– Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão, com mínimas oscilando entre 23 e 25ºC, e máximas, entre 36 e 38ºC.

Continuar lendo

Destaque 3

Raphael Bastos desiste de mandado de segurança para ajuizar nova ação contra Flaviano

Publicado

em

O candidato a deputado federal pelo MDB, Raphael Bastos, encaminhou nota de esclarecimento ao ac24horas a respeito da matéria intitulada Candidato a deputado federal perde ação contra Flaviano por divisão de recursos do Fundo Eleitoral.

Bastos contestou o título da publicação, afirmando que não “perdeu” a ação, uma vez que foram apreciados apenas os pedidos liminares, sendo que o mérito ainda será discutido pela Justiça Eleitoral, o que procede.

No entanto, o candidato também informou ter desistido do mandado de segurança impetrado contra o Presidente do Diretório Regional do MDB/AC visando à correta divisão dos recursos do Fundo Eleitoral devidos aos candidatos jovens e negros (pretos/pardos).

De acordo com ele, a decisão se deu para que um novo pleito seja formulado à Justiça Eleitoral com elementos mais completos de que seus direitos foram violados de maneira latente pela direção do partido no Acre.

“Principalmente em razão da premeditação e conivência por parte MDB/AC em promover o registro de candidaturas de pessoas brancas e de olhos azuis como se fossem pertencentes à raça negra (pretos/pardos), tudo com o intuito nefasto de acessar parcela do fundo eleitoral que deveria custear exclusivamente a candidatura de pessoas realmente negras”, ele afirma na nota.

Por fim, o candidato Raphael Bastos esclareceu que “jamais desistirá da luta pelo cumprimento das normas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e da própria Executiva Nacional do MDB para a divisão dos recursos do Fundo Eleitoral e muito menos do combate ao racismo estrutural que continua sendo praticado na política acreana”.

Continuar lendo

Destaque 3

Passagens de Rio Branco/SP por apenas R$ 398 e para Salvador a R$ 581 (ida e volta)

Da capital acreana para Maceió a ida e volta estão sendo vendidas por R$ 538.

Publicado

em

Foto: Tudo Viagem

Os passageiros dos estados do Norte do Brasil são os que mais sofrem com os preços altos das passagens aéreas principalmente se viagem for de última hora. A única forma de garantir voos baratos é planejar a viagem e comprar as passagens aéreas com antecedência. Por exemplo, se a viagem for em agosto do ano que vem há opções de compra dos bilhetes aéreos de ida e volta de Rio Branco para São Paulo por R$ 398, valor com taxas inclusas. (Veja detalhes na imagem abaixo).

Se a viagem for em junho do ano que vem as passagens aéreas de Rio Branco para Brasília estão sendo vendidas por R$ 506. Até para destinos turísticos com belas praias é possível garantir voos baratos comprando as passagens com antecedência. De Rio Branco para Salvador a viagem de avião poderá ser realizada em outubro do ano que vem por R$ 581. Para o mês de novembro há opções da capital acreana para Maceió por R$ 538.

Compre aqui passagens Rio Branco/São Paulo por R$ 398 (ida e volta)

Voos flexíveis

Os outros destaques são as passagens aéreas para viagem em setembro do ano que vem de Rio Branco para o Rio de Janeiro por R$ 643, além da promoção para Fortaleza por R$ 639. . As promoções são de voos flexíveis. Isso significa que a data da viagem poderá ser marcada um dia antes ou depois.  Mas a dica antes de comprar as passagens é ler todas as regras desta promoção. Os preços podem sofrer alterações por ser uma promoção com poucas passagens promocionais.

 Passagens aéreas de ida e volta com taxas inclusas

Garanta aqui passagens Rio Branco/Brasília por R$ 506

Garanta aqui passagens Rio Branco/São Paulo por R$ 398

Garanta aqui passagens Rio Branco/Fortaleza por R$ 639

Garanta aqui passagens Rio Branco/Salvador por R$ 581

Garanta aqui passagens Rio Branco/Rio de Janeiro por R$ 643

Garanta aqui passagens Rio Branco/Maceió por R$ 538

Garanta aqui passagens Rio Branco/Florianópolis por R$ 618

Faça aqui a sua pesquisa e garanta desconto para outros destinos

Comprou as passagens? Faça aqui a reserva do hotel com descontos especiais

Lei aqui outras notícias sobre viagens e promoções


Atenção:  O ac24horas não vende passagens aéreas, pacotes de viagens ou realiza reservas de hotéis. O site apenas divulga as melhores promoções, ficando o leitor livre para escolher a melhor opção e decidir se o produto atende as suas necessidades.

Continuar lendo

Destaque 3

Auxílio Brasil é pago a beneficiários com NIS de final 3 nesta quarta-feira (21)

Publicado

em

A Caixa Econômica Federal paga hoje (21) a parcela de agosto do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) com final 3. Essa é a segunda parcela com o valor mínimo de R$ 600, que vigorará até dezembro, conforme emenda constitucional promulgada em julho pelo Congresso Nacional.

A emenda constitucional também liberou a inclusão de 2,2 milhões de famílias no Auxílio Brasil. Com isso, o total de beneficiários atendidos pelo programa subiu para 20,2 milhões neste semestre a partir deste mês.

O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o aplicativo Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Em janeiro, o valor mínimo do Auxílio Brasil voltará a R$ 400, a menos que uma nova proposta de emenda à Constituição seja aprovada. Tradicionalmente, as datas do Auxílio Brasil seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês.

Benefícios básicos

O Auxílio Brasil tem três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário consiga um emprego ou tenha um filho que se destaque em competições esportivas ou em competições científicas e acadêmicas.

Podem receber os benefícios extras as famílias com renda per capita de até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e aquelas com renda per capita de até R$ 200, consideradas em condição de pobreza.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o Auxílio Brasil. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para integrar o programa social, os nove tipos diferentes de benefícios e o que aconteceu com o Bolsa Família e o auxílio emergencial, que vigoraram até outubro do ano passado.

Auxílio Gás

Neste mês não haverá o pagamento do Auxílio Gás, que beneficia famílias cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Como o benefício só é pago a cada dois meses, o pagamento voltará em outubro.

Só pode receber o Auxílio Gás quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.