Conecte-se agora

Vendaval destrói “área de bacanas” e ladrões começam a saquear Parque de Exposições

Publicado

em

Dois dias após o término da Expoacre, o Parque de Exposições Wildy Viana da Neves localizado ao longo da Rodovia AC-40, na região da Vila Acre, começa a ter várias estruturas desmontadas para evitar especialmente ação de vândalos e ladrões que durante a pandemia causaram prejuízo de milhares de reais ao governo do Estado.

Na noite desta terça-feira (9) já foi percebida a ação dos ladrões que já começaram a furtar cabos da rede elétrica. Outro fato negativo foram os estragos causados por um vendaval que destruiu parte dos camarotes, da chamada área de bacanas da arena de shows.

Desde a noite de domingo (7), com o término da Expoacre, que dezenas de pessoas se anteciparam aos ladrões e passaram a desmontar grande parte da estrutura montada para a realização da festa que durou 9 dias e atraiu milhares de pessoas.

Foram desmontados stands de empresas, bares, arena de rodeio e parte da rede elétrica, ficando apenas a arena de shows, que será desmontada na próxima semana, já que no próximo domingo (14) haverá um mega evento no local, o show do cantor Zezo.

Na noite desta terça-feira, com a chegada de uma frente fria em Rio Branco, ocorreu o vendaval, e o vento forte acabou derrubando e destruindo em parte os camarotes da arena de shows, que é destinada especialmente aos empresários que expõem seus produtos durante a festa e a pessoas de alto poder aquisitivo.

Ação de ladrões

Nos últimos dois anos sem a realização da Expoacre, o Parque de Exposições Wildy Viana foi abandonado pelo poder público, o que fez com que ladrões praticamente destruísse a área levando de tudo, desde as telhas da cobertura, instalações sanitárias, janelas e rede elétrica de todas as construções em alvenaria ou madeira existente. Chegaram ao cúmulo de levar um transformador de energia pesando mais de 200 quilos.

Na manhã desta quarta-feira (10), os trabalhadores descobriram que os bandidos já começaram a agir, levando cabos da rede elétrica.

Acre 01

Torcedores acreanos vão ao delírio com estreia de Weverton na Copa do Mundo

Publicado

em

Finalmente o goleiro acreano Weverton Pereira, do Palmeiras, fez sua estreia pela Seleção Canarinho nesta segunda-feira, 5, no estádio 974, em Doha, no Catar, pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2022 contra a seleção da Coreia do Sul.

O arqueiro substituiu o titular da meta brasileira, Alysson do Liverpool no segundo tempo da partida que já estava com a classificação encaminhada. Na hora da entrada de Weverton, a torcida presente no Via Verde Shopping foi à loucura e aplaudiu a estreia do goleiro acreano.

Veja o vídeo:

play-rounded-fill
Continuar lendo

Acre 01

Weverton faz história: Pela primeira vez um acreano joga uma partida de Copa do Mundo

Publicado

em

O goleiro acreano Weverton, 34 anos, entrou mais uma vez para a história nesta segunda-feira, dia 5.

Após ser o primeiro acreano a ser convocado para uma Copa do Mundo, Weverton fez a sua estreia em um mundial ao entrar no segundo tempo da partida de oitavas de final contra a Coreia do Sul na Copa do Mundo disputada no Catar.

Weverton é nascido em Rio Branco, na região da Baixada da Sobral e tem passagens por clubes como Corinthians Atlético Paranaense e Palmeiras.

O acreano é um colecionador de títulos coleciona diversos títulos, sendo 6 vezes melhor goleiro do Campeonato Brasileiro e em 2020 foi eleito o melhor goleiro a Copa do Brasil e também foi medalha de ouro nas Olimpíadas de 2026.

Continuar lendo

Acre 01

Prefeitura fecha rua para conclusão de decoração natalina e causa engarrafamento no Centro

Publicado

em

Foto: Whidy Melo

Na manhã desta segunda-feira, 5, o trânsito no centro de Rio Branco ficou congestionado devido ao trabalho de conclusão da decoração natalina – realizado pela prefeitura de Tião Bocalom.

Para a instalação das luzes de natal na Avenida Getúlio Vargas, na altura da Praça da Revolução, o trânsito teve de ser interditado na esquina da avenida com a rua Rui Barbosa, e posteriormente na altura da Avenida Ceará.

Com os trabalhos da gestão municipal, o trânsito ficou bastante lento – causando engarrafamento na área central da capital.

Agentes da RBTrans e o Policiamento de Trânsito estiveram no local para garantir a trafegabilidade.

Continuar lendo

Acre 01

Em 10 anos, trombose venosa levou 942 pessoas à internação em hospitais no Acre

Publicado

em

Mais de 425 mil brasileiros foram internados para tratamento de tromboses venosas entre janeiro de 2012 e maio de 2022. É o que revela levantamento inédito produzido pela Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV). No Acre, desde 2012 já são 942 internações por trombose venosa.

O cálculo aponta que, todos os dias, em média 113 pessoas são internadas na rede pública para tratar o problema. A situação preocupa especialistas, que alertam para os riscos de a doença desencadear quadros clínicos ainda mais graves, como a embolia pulmonar.

O estudo, elaborado a partir de registros oficiais do banco de dados do Ministério da Saúde, evidencia a necessidade de os brasileiros se atentarem aos cuidados diários relacionados à saúde vascular, como alerta o presidente da SBACV, Julio Peclat. “O volume de internações por tromboses venosas, além de ser preocupante do ponto de vista clínico, revela um cenário precário no que se refere às práticas de autocuidado pelos brasileiros, considerando que o problema pode ser evitado com a adesão de medidas simples, como a prática de exercícios físicos e o controle do peso corporal”.

A trombose venosa ocorre quando há a formação de coágulos de sangue dentro das veias, principalmente nos membros inferiores, impedindo o fluxo natural do sistema cardiovascular. Essa condição pode causar manchas arroxeadas ou avermelhadas nos locais afetados, acompanhadas de sensação de desconforto, dor e inchaço.

As principais causas do problema são alterações na coagulação, imobilidade prolongada ou lesão nos vasos sanguíneos. O uso de anticoncepcionais, cigarro e histórico familiar são alguns dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de tromboses venosas.

São Paulo foi o estado que mais contabilizou internações para o tratamento de tromboses venosas, com 118.960 registros no banco de dados do SUS. Em seguida aparecem Minas Gerais (69.164), Paraná (39.426) e Rio Grande do Sul (36.964). Já os estados menos expressivos no número de internações pela doença são o Amapá (194), Roraima (426) e Acre, já citado.

Um ponto que chama atenção é que 61% dos pacientes que chegaram ao hospital para tratamento do problema são do sexo feminino. Já a faixa etária mais expressiva no quadro de internações compreende os pacientes com idades entre 40 e 69 anos, sendo eles os responsáveis por 56% de todos os registros.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.