Conecte-se agora

Alan Rick disputará o senado em qualquer cenário

Publicado

em

O DEPUTADO FEDERAL Alan Rick (União Brasil), foto, tem dito com quem conversa sobre o assunto que vai disputar o Senado, em qualquer cenário. Dentro ou fora da chapa majoritária a ser encabeçada pelo governador Gladson Cameli. Reiterou ontem esta sua posição na entrevista ao jornalista Itaan Arruda, no programa “Gazeta Entrevista”. Mas ressaltou que irá cobrar uma posição oficial do senador Márcio Bittar (MDB) sobre o apoio do União Brasil ao seu nome. Uma foto em que aparece o senador Márcio Bittar (União Brasil), anunciando que a chapa que apoiará será composta pelo governador Gladson Cameli (PP); tendo com vice Márcia Bittar (PL) e a senadora Mailza Gomes (PP) á reeleição, o deixou indignado. Alan ameaça até levar o assunto para a arbitragem da direção nacional do União, caso o senador Márcio Bittar não reunir o partido, seu grupo, para dizer que o candidato ao Senado será ele. Alan e Márcio ficaram de ter uma conversa franca sobre o caso.

POSIÇÃO DO PP
O DEPUTADO FEDERAL Alan Rick (União Brasil) tinha na sua projeção ser o único candidato a senador, mas houve uma reviravolta e quem estará na chapa do governador Gladson é a senadora Mailza Gomes (PP). Foi a posição do PP, e ele não tem como reverter.

FAROFA SEM FARINHA
RESERVO-ME ao direito de não acreditar que um gestor possa apoiar dois candidatos da mesma área. Não há como compor a simbiose. É o caso do Gladson, do Alan e da Mailza. Alguém ficaria comendo farofa sem farinha.

NÃO É FATOR DECISIVO
O APOIO da máquina estatal ajudaria a candidatura, mas não seria decisivo para ser eleito. Se o Alan Rick – bem colocado nas pesquisas – sedimentar na campanha a simpatia do eleitorado, isso sim, terá caráter decisivo para vencer. Em eleição majoritária se vota no nome.

EXEMPLO RECENTE
UM EXEMPLO recente de que ter a máquina na mão não significa vitória, foi a eleição para a prefeitura da capital. A ex-prefeita Socorro Neri (PP) estava no poder; tinha o apoio do governador Gladson, e perdeu a eleição.

CASCATA TAMANHO FAMÍLIA
CANDIDATO MAJORITÁRIO – Senador e Governador – vincular o nome ao Lula ou ao Bolsonaro, na expectativa que isso pode lhe render a vitória no estado, é como comprar terreno na lua. Uma minoria militante até vota, mas a maioria dos eleitores crava no nome do candidato, pela simpatia, o resto é cascata tamanho família. Quem decide a parada é o povão.

VIROU MODA……
O SENADOR Sérgio Petecão (PSD) tem uma frase que retrata com fidelidade o meandro da eleição majoritária: “O cabra virou moda na campanha, ninguém segura”.

CHAPA MAIS ENCORPADA
O VEREADOR Samir Bestene (PP) resolveu ser candidato a deputado federal. A confirmação veio ontem ao BLOG pelo seu pai, o deputado José Bestene (PP). Com isso, a chapa para Federal do PP ficará bem mais encorpada.

APOIO DO BOCALOM
SAMIR BESTENE (PP) deverá ter o apoio do prefeito Tião Bocalom, por ser um ardoroso defensor da sua gestão na Câmara Municipal de Rio Branco. Além de que, sua tia Nabiha Bestene, é secretária municipal de Educação.

CHAPA DO PP
A CABEÇA da chapa puxadora de votos do PP para a Câmara Federal, deverá ser formada pela ex-prefeita Socorro Neri; ex-prefeito de Porto Walter, Zezinho Barbary; ex-presidente da FIEAC, José Adriano; vereador Samir Bestene (PP) e podendo entrar ainda o deputado Gérlen Diniz. Uma chapa que elege um de largada.

VOU AGUARDAR A PROCISSÃO
POR TODO DIA de ontem, fervilharam boatos em cima de boatos sobre a formação da chapa do governador Gladson. Vou me reservar a aguardar o andar da procissão. Tudo pode acontecer até o dia 5. Ou nada. Não vou alimentar especulação que não sei ser verdadeira.

PACOTE FECHADO
O PREFEITO Bocalom (PP) já tem o seu pacote de apoio fechado no campo majoritário: Senador Sérgio Petecão (PSD) para governador; e, Mailza Gomes (PP), para o Senado. Uma retribuição pelo apoio na sua campanha.

MARQUETEIRO CONTRATADO
O CANDIDATO do PSD ao governo, senador Sérgio Petecão, já contratou o marqueteiro para a sua campanha, será o recifense Zé Nivaldo; que esteve no estado fazendo sondagens de campo, e ficou animado.

CANDIDATO FORTE
SE DIZ que um nome a um mandato proporcional é forte, pelo tamanho da estrutura da campanha. E, quem tem uma boa estrutura de campanha, com a chapa de estadual inteira do PROS trabalhando para ele, é o candidato a deputado federal Israel Milani (REPUBLICANOS).

ELEIÇÕES DIFERENTES
ELEIÇÕES proporcionais e majoritárias são diferentes. Para candidatura proporcional uma boa estrutura pode eleger um deputado; para majoritário (senador e governador), aí tem de ter empatia com o eleitor.

DEMISSÃO NA GELADEIRA
NA reunião do Gladson esta semana com os secretários, não passou despercebida chateação do governador por um secretário ter antecipado o debate do seu vice, sem lhe avisar. Pelo que soube, será detonado após a eleição. Num governo existe a chamada hierarquia.

GATO ESCALDADO…..
NA reunião com o secretariado o governador mostrou números que o deixam soberano na disputa da reeleição, sem turno extra. Já ví este filme na eleição municipal. O Gladson estava certo pelos números que tinha que a Socorro Neri ganharia a PMRB no primeiro turno, e ela foi derrotada. Como gato escaldado, era para ele ter medo de água fria. Que estará no segundo turno, não tenho dúvida. Ao não ser que ocorra um desastre na campanha. Agora, afirmar que já ganhou o jogo no primeiro tempo, é uma previsão perigosa.

BANHO-MARIA
A CANDIDATURA do deputado Jenilson Leite (PSB) ao governo fica em banho-maria até que sejam retomadas as conversas com o PT, e se saiba qual será a decisão do Jorge Viana, se sairá ao Senado ou ao governo.

FATOS DISTINTOS
AS PESSOAS costumam confundir, talvez, por algum antagonismo, a chance de uma candidatura. Sobre o Jorge Viana (PT) tem que se lembrar que, o seu partido ainda tem desgastes no estado, mas ele é maior do que o PT. Tem muitos votos pessoais além do muro do petismo. Não meçam o Jorge pelo tamanho do PT.

DÁ PARA DIZER
CHEGANDO na reta final de mais uma legislatura na ALEAC, já se pode fazer uma avaliação de quem cumpriu um bom mandato. Dentro do bloco da oposição, sem dúvida, o deputado Daniel Zen (PT) foi um dos destaques, e apresentou projetos de relevância social.

O CERTO E O DUVIDOSO
O ex-prefeito Marcus Alexandre (PT), se fosse candidato a senador, vice-governador, estaria no campo do duvidoso para ganhar a eleição. Já para deputado estadual a sua chance de se eleger, é muito grande.

CONTAS DO PSD
O PSD tem uma conta básica da sua chapa para a Câmara Federal. Sete candidatos terão de obter 5 mil votos cada; e dois, em torno de 12 mil votos cada, para eleger um parlamentar. Sem isso, não elegerá ninguém.

FRASE MARCANTE
“ANTES de se colocar em busca do sentido da vida, ame-a.” Fiódor Dostolévski

Acre

Árvores da Praça da Catedral são cortadas por engano em Rio Branco

Publicado

em

Na manhã desta quarta-feira, 23, algumas árvores da praça da Catedral Nossa Senhora de Nazaré, conhecida também como praça dos tocos, no Centro de Rio Branco, foram derrubadas. Segundo a prefeitura, a ação foi realizada por engano.

Em conversa com à assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia) foi informado que o ocorrido teria acontecido por um erro humano, que ao invés de serem cortadas, as plantas deveriam ser podadas.

“A Semeia está realizando a poda das árvores do centro da cidade e lamenta o ocorrido, foi um erro e apenas uma árvore foi cortada. Para tentar amenizar o equívoco, será plantando, no mesmo local, uma árvore do mesmo porte”, disse um dos representantes.

O funcionário da equipe que realizou o corte, foi afastado e será aberto um processo administrativo interno para apurar quais medidas poderão ser tomadas a respeito da situação.

Em um vídeo nas redes sociais, o fotojornalista Diego Gurgel chegou a flagrar o momento.

Continuar lendo

Acre

Acre emite alerta contra ameaça tripla de Covid, influenza e vírus VSR

Publicado

em

A Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) emitiu um alerta nesta quarta-feira, 23, recomenda os devidos cuidados para evitar a proliferação de três doenças que estão em iminência em todo o país. Neste mês de novembro houve aumento de casos de covid-19, influenza e vírus sincicial respiratório (VSR) nas américas. Não existe vacina para o vírus VSR, mas as estratégias utilizadas para limitar a propagação da covid-19 podem ser as mesmas, como o uso de máscaras e o distanciamento social.

A covid-19 circula desde o final de 2019, já a influenza e o VSR existem há muito tempo. A suspeita dos especialistas em saúde é que muitas pessoas não foram expostas a esses vírus durante o período de isolamento social contra a covid-19 nos dois últimos anos.

De acordo com o coordenador da Rede de Urgência e Emergência (RUE), Edvan Meneses, é importante falar sobre essa tríade viral que está em circulação em todo o Brasil, que causa síndromes gripais e respiratórias agudas graves. “Dois desses vírus nós já temos vacinas e fazemos um apelo para que a população se vacine, e não contraia dois ou mais desses vírus e ter um quadro infeccioso grave”, salientou Edvan Meneses.

Os três vírus causam sintomas muito parecidos, como febre, coriza, dor de cabeça, dor nos olhos, obstrução nasal, espirros e dor de garganta. Os vírus sobrevivem melhor em temperaturas baixas e, com a temporada de chuvas no estado, a Saúde aconselha todos os cuidados necessários para evitar esses vírus, principalmente em crianças que estão sendo tão afetadas pelo VSR.

“Procure uma unidade de saúde e vacine-se, assim você estará protegido e poderá evitar uma situação mais grave”, completou Edvan.

Com informações da Sesacre

Continuar lendo

Acre

Empresários sugerem decreto de calamidade em bloqueios da BR

Publicado

em

Após dias prestes a entrar em colapso no abastecimento de combustível, perecíveis, mercadoria em geral, empresários do Acre sugeriram ao governo estadual a avaliação da realização de decreto de estado de calamidade pública ou de emergência.

O documento partiu da Associação Comercial, Industrial, de Serviço e Agrícola do Acre (Acisa) ao informar o fim dos estoques do gás de cozinha, caso a Estarda não fosse liberada em de versos pontos da BR-364, em Rondônia. A interdição é provocada por insatisfação de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, que perdeu as eleições presidenciais para o candidato Lula, do PT.

O relatório da Acisa informava que as empresas associadas não estavam conseguindo contratar transportadoras ou transportadores autônomos para abastecimento do Acre.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio) também elaborou um documento prevendo a possibilidade de que alimentos perecíveis e não perecíveis que fazem parte da cesta básica começassem a sofrer desabastecimento entre os dias 26 e 27 de novembro, além do risco de que produtos hospitalares, como medicamentos e oxigênio, entrar em falta caso o bloqueio persistisse ativo.

Os trechos bloqueados na BR-364 no lado rondoniense, que liga o Acre ao restante do país por via terrestre, só foram totalmente liberados na tarde de ontem (22), conforme relatou a Polícia Rodoviária Federal.

Continuar lendo

Acre

Alan Rick diz que STF passou dos limites e assina CPI contra Moraes

Publicado

em

Na sessão da última terça-feira, 22, no plenário da Câmara Federal, o deputado federal Alan Rick (UB), fez duras críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF), sobre um suposto avanço aos demais poderes, Executivo e Legislativo no país.

O parlamentar falou diretamente ao gabinete do ministro Alexandre de Moraes, tanto no STF como no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para o senador eleito, o STF vem passando dos limites em suas decisões. “Nunca antes nós vimos um avanço tão significativo de um Poder sobre o outro, do STF sobre o Legislativo brasileiro. Estamos presenciando uma escalada perigosa e autoritarismo sem precedentes, com a formação de verdadeiros tribunais de exceção, o que é vedado por nosso ordenamento jurídico”, citou.

Como resposta ao momento delicado, Rick assinou um requerimento de autoria da deputada Adriana Ventura que requer a transformação de sessão plenária em comissão para que o legislativo possa debater com o Poder Judiciário e ainda criticou o ministro Alexandre de Moraes. “Assinei o Requerimento de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), proposta para investigar abuso de autoridade praticado por Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Assinei também, o requerimento para para transformar a sessão plenária da Câmara em comissão geral com o objetivo de debater a liberdade de expressão e imunidade dos parlamentares nas redes sociais, com a presença do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Ministro Alexandre de Moraes. Chega de censura e autoritarismo contra cidadãos, parlamentares eleitos ou no exercício do mandato. A população não aceita tamanha arbitrariedade”, declarou.

O parlamentar disse ainda que a proposta precisa de 171 assinaturas para a abertura da CPI. “Se você também é contra isso, peça para o seu Deputado assinar o Requerimento CD228980315300”, ressaltou.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.