Conecte-se agora

No Acre, vídeo mostra ex-esposa agredindo atual do ex-marido dentro de mercado

Publicado

em

Um vídeo que mostra uma briga entre duas mulheres ocorreu dentro de um grande supermercado localizado no município do Bujari, no interior do Acre, na última segunda-feira, 20, e viralizou nos aplicativos das redes sociais.

Segundo informações repassadas ao ac24horas, a ex-esposa identificada por Toinha Lima, havia descoberto que o ex-marido, Luan Castelo Branco, estava tendo um caso extraconjugal com a então amante e sua atual namorada, Luziene Alves.Toinha, inclusive, contou a amigos que viu mensagens comprometedoras do ex-esposo com Luziene enquanto ainda estavam casados.

Não satisfeita com a traição, a ex-mulher resolveu acertar as contas com Luziene no mercado. A confusão, que ocorreu com puxão de cabelos, tapas e queda no chão, precisou ser contida por populares que presenciaram o barraco – filmado pelas câmeras do estabelecimento e espalhado aos quatro cantos na região.

Após o caso amoroso, Luan acabou se separando da ex-mulher e assumiu nas redes sociais seu novo relacionamento no último dia 2 de junho. Luziene agora é a atual na relação.

A reportagem do ac24horas procurou os personagens do triângulo amoroso, contudo, nenhum dos três envolvidos quis se manifestar acerca da confusão no interior do Acre.

Assista ao vídeo:

video

Acre 01

Idaf confirma foco de raiva bovina em quatro colônias em seringal de Sena Madureira

Publicado

em

Em Sena Madureira, agentes do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), já tem o resultado dos exames de bovinos mortos da região do Alto Rio Iaco: positivo para Raiva bovina.

A equipe de Sena Madureira com apoio da equipe de Feijó atenderam a notificação na região de pequenas propriedades no início do mês de junho. Vários animais morreram com os mesmos sintomas em um curto espaço de tempo, se confirmando posteriormente como sendo raiva, a qual é transmitida por morcegos hematófagos, que se alimenta de sangue.

“O Seringal Sacado fica 3 dias subindo o rio de barco, cerca de 4 ou 5 colônias. Enquanto ainda era suspeita, o IDAF orientou os responsáveis pelos animais daquela região a vacinarem os bovinos e a fazer reforço com 30 dias.” disse a médica veterinária Aline Montovani, do Idaf.

Uma equipe fez vistoria no local, região de pequenas colônias, há algumas semanas. Vários animais, segundo o Idaf, morreram com a doença naquela região. O principal transmissor da doença é o morcego hematófago, que se alimenta de sangue.

“Três dias subindo o rio de barco, no Seringal Sacado, são cerca de quatro ou cinco colônias. Vacinamos os animais e orientamos fazer o reforço”, disse a veterinária Aline Montovani, do Idaf. As equipes que atenderam a notificação foram a de Sena Madureira com o apoio do grupo de Feijó.

De posse dos exames, os técnicos voltam à região do Seringal Sacado para fazer o chamado “perifoco”, que é um conjunto de ações baseado na captura de animais ao redor de 12 quilômetros do foco para detectar espécie dos morcegos e atuar para que os produtores evitem manipular animais que estejam apresentando sintomas neurológicos. Além disso, orientações técnicas com relação a obrigatoriedade da vacina, já que existe um foco.

“Após o resultado positivo, a suspeita se confirma, fazendo com que seja necessário o retorno à região do seringal para realizar o chamado “perifoco”, que é um conjunto de ações baseado na captura de morcegos, 12 quilômetros ao redor do foco para identificar a espécie e fazer o controle populacional dos quirópteros”, confirma a veterinária.

Aline Montovani explica quais os sintomas da doença: os animais com raiva apresentam sintomas neurológicos como incoordenação motora (´cai os quartos´, como o produtor diz), hiperestesia (o animal fica muito reativo a barulhos), dificuldade para deglutir, por isso tem excesso de saliva. Dificuldade de urinar e defecar.

Além disso, conforme o tempo vai passando, ele cai e não consegue se levantar mais, fica em decúbito esternal, faz movimentos de pedalagem e com cerca de 8 dias vai à óbito. Pode haver também ranger de dentes.

A única forma de prevenção é pela vacinação dos animais e as pessoas devem evitar contato com a saliva do animal. O morcego transmissor é denominado desmodus rotundus e se alimenta de sangue de todos os mamíferos.

Aline Montovani destaca a importância de se vacinar cães e gatos também. A raiva é uma zoonose e não tem cura, só prevenção.

Continuar lendo

Acre 01

Presidente Cajado virá ao Acre para oficializar Gladson Cameli na presidência do Progressistas

Publicado

em

Ocorreu nesta quarta-feira, 22, na sede do Partido Progressistas em Brasília, uma reunião comandada pelo presidente nacional, deputado federal Cláudio Cajado, e a cúpula da sigla do Acre, onde ficou definido que o governador Gladson Cameli deve assumir o comando do partido na próxima semana em evento a ser realizado em solo acreano – sem data definida.

Interlocutores do Palácio Rio Branco conversaram com a reportagem do ac24horas e confirmaram as tratativas no Ninho Progressistas. De acordo com relatos, Gladson foi bem recepcionado e recebeu o aval para comandar o PP no lugar da senadora Mailza Gomes. A demora no anúncio oficial é em virtude do respeito pelo luto do pai da parlamentar – que faleceu na última terça-feira, 21, no interior de Rondônia.

Outro assunto abordado no encontro, foi a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que abre espaço para os candidatos ao governo apoiarem mais de uma candidatura ao Senado da República. A decisão deve trazer paz dentro do partido, já que Gladson deverá apoiar as candidaturas do deputado federal Alan Rick, da senadora Mailza Gomes e da ex-esposa do senador Márcio Bittar, a professora Márcia Bittar.

Participaram da reunião na capital federal, os deputados estaduais, Manoel Moraes, Maria Antônia, Marcos Cavalcante e José Bestene, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Nicolau Júnior, o ex-secretário de governo, Alysson Bestene e o ex-prefeito de Rodrigues Alves, Deda Amorim.

Continuar lendo

Acre 01

Funai no Acre tem contratos para aquisição de alimentos para indígenas sob suspeita

Publicado

em

A Agência de Jornalismo Investigativo Sportlight publicou nesta terça-feira, 21, reportagem intitulada Os novos ricos da Funai: as empresas recém-abertas que ficaram milionárias da noite para o dia no governo Bolsonaro, em que os estados do Acre e de Roraima são citados. No caso do Acre, a menção se relaciona à Funai de Cruzeiro do Sul.

A denúncia diz que empresas abertas há pouco tempo assinaram contratos milionários com a instituição sem licitação, valendo-se da lei 14.217 , de outubro de 2021, para o enfrentamento da Covid-19. Há, ainda, o fato de um dos fornecedores aparecer como nomeado da Funai no Diário Oficial da União.

Segundo a reportagem, a Coordenação Regional da Funai em Cruzeiro do Sul assinou dois contratos com a recém-criada empresa Comercial e Transporte Beatriz, nome fantasia da J.A. Santos, no valor de R$ 2.303.337,00 – dois milhões, trezentos e três mil, trezentos e trinta e sete reais – para a aquisição de alimentos e para fretamento de embarcação e caminhão.

A empresa J.A. Santos, que tem Jaires Alencar dos Santos como titular, é sediada em Cruzeiro do Sul e foi aberta em 2 de setembro de 2021 na Junta Comercial do Acre.

Em 7 de dezembro de 2021, a Funai assinou contrato com J.A. Santos no valor de R$ 440.307,00 para compra de alimentos e no dia 3 de março de 2022 um outro contrato no valor de R$ 1.863.030,00 para transportar os itens.

Em alguns contratos é Antônio Jair da Costa Araújo que assina como representante da J.A Santos. Ele foi nomeado no Diário Oficial da União de 25 de novembro de 2021 para a função de chefe dos agentes de proteção da Coordenação Funai do Juruá, duas semanas antes do primeiro contrato entre Fundação e J.A. Santos.

A reportagem da Sportlight telefonou para o número da J.A. Santos que consta na Receita Federal, mas quem atendeu negou que aquele telefone fosse de alguma empresa.

O outro lado e o suicídio por fome

Jairo Lima, servidor de carreira que está à frente da gestão da Coordenação Regional da Funai de Cruzeiro do Sul, respondendo interinamente pelo cargo desde junho de 2021, disse que encaminhou ofício para o superintendente da Funai, Marcelo Xavier, esclarecendo todos os fatos e que não pode se pronunciar.

Jairo assumiu a chefia depois que o capitão do Exército, Marco Antônio Gimenez, que estava à frente da regional, voltou para o Rio de Janeiro.

Uma fonte da Funai, que pediu para não ser identificada, contou ao ac24horas que a Fundação comprou cestas básicas para os Madija (kulinas) e os Ashaninka do Rio Envira, que estavam passando fome. Ele diz que uma indígena se matou na frente dos filhos porque não aguentava mais passar fome nem ver os filhos passarem.

“Foram R$ 400 mil em comida comprada em dezembro para a fome que já matava e causava suicídio em outubro. Com relação ao transporte das cestas compradas e as entregues pela Conab aqui em Cruzeiro do Sul, elas precisam ser levadas para as terras indígenas do Jordão, Envira e outras em uma grande operação de logística com muitos barcos em viagens que levam muitos dias”, alegou a fonte, que pediu sigilo temendo as “pressões militares”.

De acordo com a fonte, a instituição não tem contratos para a compra de alimentos nem para a logística do transporte dos itens até as terras indígenas, por isso fez tudo via modalidade de dispensa de licitação.

A fonte ainda diz que Antônio Jair da Costa Araújo, que também seria fornecedor, apesar de ter sido aprovado em processo simplificado e nomeado com publicação no Diário Oficial da União, não chegou a assumir nenhum cargo na Regional da Funai de Cruzeiro do Sul.

“Cinco pessoas que foram nomeadas nesse simplificado não quiseram assumir os cargos”, concluiu.

O caso de Roraima

Em Roraima, segundo a Agência Sportlight, a empresa H.S. Neves Júnior, com apenas dois meses de criada, ganhou um contrato de R$ 1.980.000,00 – um milhão, novecentos e oitenta mil reais – com a Funai sem licitação para a aquisição de cestas básicas para atender famílias indígenas em virtude do enfrentamento da Covid-19.

A empresa que não tem nenhum empregado registrado com carteira assinada, ganhou, seis meses depois, outro contrato milionário com a Funai, de R$ 5.207.400,00 – cinco milhões, duzentos e sete mil e quatrocentos reais – novamente sem licitação para a compra de mais cestas básicas para comunidades indígenas. No total, só da Funai, a empresa recebeu R$ 7.187.400,00 – sete milhões, cento e oitenta e sete mil e quatrocentos reais – em menos de dois anos de vida, sempre com dispensa de licitação.

A empresa não respondeu aos questionamentos da Agência Sportlight sobre a situação junto à Funai.

Continuar lendo

Acre 01

Bittar insinua que JV pode estar buscando apoio da família Cameli para a disputa do Senado

Publicado

em

O senador da República, Márcio Bittar (União Brasil), usou as redes sociais nesta quarta-feira, 22, para rebater as alfinetadas do ex-senador Jorge Viana (PT), que declarou na última terça-feira, 21, que o governador Gladson Cameli (Progressistas) havia criado uma “cobra” – se referindo a falta de apoio de Bittar à reeleição do chefe do executivo.

LEIA MAIS: JV alfineta Gladson após aval de Bolsonaro para Bittar apoiar aliados

O parlamentar destacou que não é ingrato com as pessoas que lhe apoiaram nas eleições de 2018. Além disso, Bittar relembrou a falta de gratidão de Viana com a família Cameli e de Hidelbrando Pascoal. “Você teve apoio de parte da família Cameli e da família Pascoal e nunca reconheceu”, declarou.

Márcio foi além, e insinuou que JV pode estar novamente buscando apoio da família Cameli para sua candidatura ao Senado da República. “Aliás acho que você pode está querendo construir outro acordo, será, com a família Cameli para garantir sua eleição?”, disparou.

O senador ressaltou ainda que seu objetivo nas eleições deste ano é garantir que a Esquerda não volte ao poder – nem no Acre e nem no país. “Tenha certeza que tudo que eu poder fazer para que o Acre não volte a ser governado pela Esquerda. Esse é o mal maior que eu quero evitar”, comentou.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados

error: Conteúdo protegido!