Conecte-se agora

Motociclistas são arremessados no asfalto em colisão na Estrada de Porto Acre

Publicado

em

Uma colisão entre duas motocicletas deixou Isaquel Araújo da Silva, de 22 anos, e Maurete Nogueira Gomes, de 47 anos, gravemente feridos na manhã desta terça-feira, 21, no quilômetro 29 da Rodovia AC-10, Estrada de Porto Acre, no interior do Acre.

De acordo com informações da polícia, Isaquel trafegava em uma moto modelo Honda Titan, de cor vermelha, no sentido Rio Branco-Porto Acre, quando invadiu a pista contrária e colidiu de frente com o motociclista da moto modelo Honda de cor azul. Com impacto, as duas vítimas foram arremessadas contra o asfalto.

Populares que passavam no local acionaram duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e encaminharam as vítimas do acidente ao Pronto-Socorro de Rio Branco.

Ambos se encontram em estado de saúde grave. Segundo o médico do SAMU, Isaquel sofreu um traumatismo crânio encefálico (TCE), trauma no tórax, uma lesão grave no pulmão e precisou ser entubado. Já Maurete sofreu uma fratura na perna esquerda. Policiais Militares do Batalhão de Trânsito estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos de perícia. As motocicletas foram removidas por um guincho.

Cotidiano

Acre tem mais 137 casos e nenhuma morte por Covid-19 nesta quarta-feira

Publicado

em

O estado do Acre registrou 137 novos casos de coronavírus nesta terça, 17 de agosto. O número de infectados notificados é de 147.922 em todo o estado. Nenhum óbito foi notificado nesta quarta, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 permaneça em 2.025 em todo o estado.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), até o momento, o Acre registra 353.855 notificações de contaminação pela doença, sendo que 205.919 casos foram descartados e 14 exames de RT-PCR aguardam análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 129.686 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 13 continuavam internados até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS) e estão sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Continuar lendo

Cotidiano

Idoso é ferido a facadas durante discussão com mulher em Rio Branco

Publicado

em

O idoso Francisco Guedes, de 60 anos, foi ferido a facadas no final da manhã desta quarta-feira, 17, em uma residência situada na rua Vasco da Gama, no bairro Defesa Civil, em Rio Branco.

Segundo informações da polícia, Francisco estava em sua casa na companhia de uma mulher quando começaram uma discussão. A mulher pegou uma faca e desferiu dois golpes que atingiram o abdômen e o quadril do idoso. Após a ação, a criminosa fugiu do local.

Populares acionaram a ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e encaminharam Francisco ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

Policiais Militares estiveram no local, colheram as características da autora do crime e em seguida fizeram patrulhamento na região em busca de prendê-la, mas ela não foi encontrada. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Continuar lendo

Cotidiano

Gestores do Acre conhecem experiências em estratégias e controle com equipe do REM

Publicado

em

Gestores do Acre que atuam nas ações de combate ao desmatamento e queimadas ilegais participaram na manhã desta quarta-feira, 17, de uma reunião com equipes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema/MT), para conhecimento de estratégias de comando e controle integradas, no âmbito do Programa REM. A comitiva acreana foi recepcionada pela coordenadora-geral do REM/MT, Ligia Nara Vendramin, em Cuiabá.

A gerente da Unidade de Coordenação do Programa REM Acre Fase II, Rose Sena, ressalta que o encontro teve o objetivo de apresentar boas práticas que possam ser replicadas no Acre, especialmente na dinâmica com dados georreferenciados e fluxo de atuação integrada entre os órgãos de gestão ambiental, fiscalização ambiental e segurança pública.

A técnica do programa de fiscalização da Sema/MT, Lauriene Borges, discorreu sobre a dinâmica das ações de fiscalização, estratégias de atuação, ferramentas tecnológicas e o novo sistema de fiscalização em uso nas ações do REM para combate aos ilícitos ambientais.

A comitiva do Acre contou também com a participação do diretor executivo do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), Cristhyan Carcia; do chefe da Divisão de Uso do Solo do Imac, Kassem Quintela; do subdiretor de Planejamento do Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), Matheus Bertholdi; da coordenadora da Divisão de Áreas Naturais Protegidas e Biodiversidade da Semapi (Dapbio), Mirna Caniso; da coordenadora da comunicação do REM Acre, ngela Rodrigues; da consultora internacional Elsa Mendoza; do assessor técnico da Cooperação Técnica Alemã (GIZ) no Acre, Jânio Aquino; da diretora do Projeto REM (GIZ) – Brasil, Alicia Spengler; e de Gina Timóteo e Renata Costa, assessoras técnicas da GIZ – Brasil.

Continuar lendo

Cotidiano

Família tem sintomas e Saúde confirma um caso de hanseníase em Xapuri

Publicado

em

A Saúde de Xapuri confirmou um caso de hanseníase depois de uma família ter apresentado sintomas da doença. Outro membro da mesma família já havia feito tratamento.

O caso foi confirmado pelo secretário de Saúde de Xapuri, Wagner Menezes, ao g1, também informando que o paciente ainda estava em fase inicial da doença.

“Uma pessoa levou a informação de que uma família no Seringal Nazaré poderia estar com hanseníase porque alguém da família já tinha feito tratamento e fizemos contato com o pessoal do Morhan, eles vieram, fomos até lá. E depois veio um dermatologista, foi feito exame, e destas pessoas que foram notificadas uma delas deu positivo”, disse o secretário.

O Acre teve, no ano passado, um aumento de 24% nos casos de hanseníase comparando com o ano anterior, segundo dados do Programa de Controle da Hanseníase, da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre).

Wagner Menezes disse que no município, quando a pessoa é diagnosticada com a doença, o caso é enviado para a capital e o estado envia a medicação e o município faz a distribuição mês a mês.

O tratamento pode durar de seis meses a dois anos.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.