Conecte-se agora

Dudé nega que esteja cotado para assumir secretaria de turismo: “não fui convidado a nada”

Publicado

em

O ex-coordenador das feiras agropecuárias durante os governos do PT, Dudé Lima, negou nesta quinta-feira, 16, que esteja cotado pelo governador Gladson Cameli (Progressistas) para assumir o cargo de secretário da Secretaria de Empreendedorismo e Turismo no Acre no lugar de Jhon Douglas, ex-gestor indicado pela senadora Mailza Gomes.

De acordo com o colaborador da realização da ExpoAcre 2022, seu principal objetivo é ajudar na realização da maior feira agropecuária do Acre. “Eu fui apenas convidado pelo governador para organizar a ExpoAcre, junto com Júlio Cesar [Roxinho], Rômulo Grandidier e demais companheiros de governo. Não sou cotado a nada, não fui convidado a nada”, declarou.

Lima contou que os rumores não procedem e têm o viés de lhe prejudicar – principalmente na área política. “Esse tipo de especulação tem o intuito de me prejudicar”, argumentou.

Acre 01

Há 20 anos, cachaçaria faz sucesso com ‘Xixi de Virgem’, ‘Amansa Corno’ e ‘Sokanela’ na Expoacre

Publicado

em

Entre os estandes, restaurantes e barzinhos frequentados pelo público na Expoacre 2022, a cachaçaria Viola Country se destaque não somente este ano, mas nos últimos 20 anos em que a Feira Agropecuária é realizada na capital acreana. Isso devido aos nomes irreverentes que as bebidas recebem, tais como “Xixi de Virgem”, “Amansa Corno”, “Sokanela”, “Nabunda”, entre muitas outras.

De acordo com o proprietário do estabelecimento, Gerson Reis, os nomes batizados continuam atraindo bastante público durante as nove noites de evento, classificando o local como um dos mais tradicionais da Expoacre, que também conta com música ao vivo.

Continuar lendo

Acre 01

Marcio Bittar se reúne com direção do União Brasil e pode voltar candidato ao governo

Publicado

em

O SENADOR Márcio Bittar (União Brasil), foto, embarcou hoje para São Paulo, onde deve se reunir amanhã, com a direção nacional do União Brasil, para colocar em discussão o cenário em que ele pode disputar o governo. Dentro desta hipótese, o partido teria ainda uma candidatura ao Senado; tudo dentro de uma aliança formada com o REPUBLICANOS e o PL. Há ainda a alternativa a ser discutida de o União Brasil indicar candidatos ao Senado e à vice na chapa do MDB. O encontro acabará com o impasse formado no UB, com o deputado federal Alan Rick (União Brasil) querendo ser o vice na chapa do governador Gladson Cameli (PP); o que contraria o presidente do partido, senador Márcio Bittar (União Brasil), adversário do Gladson. A briga interna tem que ser resolvida até o próximo sábado, último dia para a realização de convenções regionais e registros de candidaturas pelos partidos. Não dá mais para empurrar esta briga de vários capítulos com a barriga, envolvendo Márcio Bittar, Alan Rick e Gladson Cameli.

ATÉ O ÚLTIMO MINUTO
O GOVERNADOR Gladson Cameli deverá manter a escolha do deputado federal Alan Rick (União Brasil) como o seu vice até o tempo limite, e se houver impedimento legal, deverá partir para um Plano B.

ESTE É O IMPASSE
O que dificulta a escolha do Gladson, é que sem o aval do seu adversário Márcio Bittar (União Brasil), que é o presidente do partido, ele não conseguirá emplacar o deputado federal Alan Rick (União Brasil) como vice. Ao não ser pela improvável destituição de Bittar do comando da sigla. No popular: confusão para mais de metro.

FORA DE COGITAÇÃO
O BLOG teve informação de fonte do grupo Bittar de que, a única forma do reatamento da aliança com o governador Gladson Cameli, é a volta da Márcia Bittar (PL) para a sua chapa como vice, o que está descartado.

GLADSON DESPREOCUPADO COM O TEMPO
ALIADOS do governador Gladson Cameli revelaram ontem ao BLOG não haver nenhuma preocupação no quesito de tempo no horário eleitoral, com as defecções do União Brasil-PL e REPUBLICANOS. Ainda assim Cameli teria um bom tempo no rádio e na televisão.

NÃO ENDOSSO A TESE
NÃO endosso a tese da oposição de que o Gladson deve desabar na campanha, ao ponto de não ir ao segundo turno. Em qualquer cenário, volto a bisar no BLOG, o Gladson estará num eventual segundo turno. Ao não ser que aconteça um grande ponto fora da curva.

NINGUÉM TEM CORAGEM
PERGUNTEI ontem ao senador Sérgio Petecão (PSD) se já foi procurado por algum emissário de partido para negociar as retiradas das candidaturas do advogado João Tota (PSD) de vice e, da deputada federal Vanda Milani (PROS), para o Senado. Resposta: “Quem vier com uma proposta nem escuto, boto para correr”.

DATA LIMITE PARA CONVERSA
O MDB fixou para a próxima terça-feira a data final para a discussão com outros partidos, sobre uma aliança em torno dos nomes para vice e senador da sua chapa. E, depois dessa data fechará a sua chapa com um Plano B.

ÚNICA CHAPA COMPLETA
DOS GRANDES partidos, a única chapa majoritária que está fechada é a do PSD. O PT-MDB-PP, ainda não definiram. Terão até o limite de sábado para fazê-lo.

AINDA SONHA
O PT ainda sonha com o deputado Jenilson Leite (PSB) desistindo de disputar o Senado e ir para o governo, numa dobradinha com o Jorge Viana (PT) para senador.

FICA SEM CANDIDATO
CASO o deputado Jenilson Leite (PSB) mantenha a sua candidatura a senador; o PT não terá candidato a governador, apenas Jorge Viana (PT) para o Senado.

MUITO RELATIVO
NUM DISPUTA majoritária se ter o apoio de prefeitos é muito relativo; em alguns casos, irrelevante. Um prefeito mal avaliado tira mais votos que dá. Quem tem cargo de confiança pode até seguir a indicação do prefeito, o grosso do eleitorado vota na escolha pessoal.

FICOU ENCORPADA
COM a decisão da deputada federal Jéssica Sales (MDB) de disputar a reeleição, a chapa do MDB para a Câmara Federal ficou mais encorpada. Terá ainda Flaviano Melo, Major Rocha, Raphael Bastos, como puxadores de votos.

NOME MUITO FORTE
EM QUALQUER cenário em que ele disputar a única vaga para senador, o Jorge Viana (PT) será muito forte; porque seu eleitorado vai bem além dos muros do PT.

CHAPA FORTE E PARELHA
A TENDÊNCIA do União Brasil é eleger dois deputados federais. Tem nomes de peso como Meire Serafim, Fábio Rueda, Eduardo Veloso, Pedro Valério e Coronel Ulysses.

TENDÊNCIA NATURAL
COM a ida do deputado Gérlen Diniz (PP) para a disputa da Câmara Federal; a tendência é de que o candidato do prefeito Mazinho Serafim (União Brasil) à ALEAC, Gilberto Lira, pode liderar a votação em Sena Madureira.

CALAFATE ILUMINADO
A prefeitura já instalou mais de mil pontos de luz Led na região do Calafate. Também se vê muitas equipes de recuperação de ruas trabalhando. O prefeito Tião Bocalom aos poucos vai engrenando a sua gestão.

FRASE MARCANTE
“Quando aparece o sol, a vela se torna inútil”. Ditado espanhol.

Continuar lendo

Acre 01

Governo baixa exigência para duas doses mínimas de vacina para entrar na ExpoAcre

Publicado

em

O governo do estado publicou na edição desta sexta-feira, 29, mudanças no decreto que estabelece as medidas restritivas por conta dos casos de Covid-19.

A partir de agora, a exigência mínima para entrar no Parque de Exposições durante a ExpoAcre é de apenas duas doses da vacina contra a Covid-19 para a população a partir dos 12 anos. Antes da mudança, seriam necessárias três doses a partir dos 18 anos para ingresso na feira.

Outra mudança é em relação ao uso de máscaras que será exigido apenas durante o tempo de permanência e circulação em ambientes fechados.

Durante a realização da EXPOACRE, a primeira apresentação de resultado negativo em teste antígeno realizado nas vinte e quatro horas anteriores à abertura do evento, dispensa o cumprimento da apresentação do comprovante de vacinação.

Continuar lendo

Acre 01

Após prisão de motoboys, categoria faz movimento e fecha Avenida Ceará

Publicado

em

O final da tarde desta quarta-feira, 27, foi de muita confusão no trânsito da Avenida Ceará, próximo à Delegacia de Flagrantes. Um protesto dos trabalhadores de aplicativos de moto deixou o trânsito fechado por quase uma hora.

De acordo com as informações, o protesto teve início após a prisão de um trabalhador de aplicativo, considerado irregular, que foi levado para a Delegacia de Flagrantes. A reclamação dos profissionais é que os órgãos de fiscalização não coíbem a mesma ilegalidade quando se trata de carros. “O que a gente não entende é porque a perseguição somente em cima dos motociclistas. Aqui não tem bandido, só tem pai de família que quer levar o sustento de suas famílias para casa. É muita perseguição”, afirma Antônio Ramos, motociclista de aplicativo.

O protesto terminou após o delegado plantonista receber representantes da categoria.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!