Conecte-se agora

INSS paga a segunda parcela do décimo terceiro salário a partir desta quarta-feira

Publicado

em

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a pagar nesta quarta-feira (25) os valores da segunda parcela do décimo terceiro salário de aposentados e pensionistas. Inicialmente, recebem aqueles que ganham um salário mínimo (R$ 1.212). Os que ganham acima disso recebem a partir do dia 1º até 7 de junho. A primeira parcela foi paga em abril.

Para consultar o valor, o beneficiário pode entrar no aplicativo Meu INSS (para dispositivos eletrônicos com tablets ou celulares) ou no portal gov.br/meuinss. Outra opção é a central de atendimento por telefone, pelo número 135. Nesse caso, é preciso informar dados como o número do CPF e outras informações cadastrais. O atendimento por telefone está disponível de segunda a sábado, das 7h às 22h.

Ao todo, com a primeira e segunda parcelas pagas, serão injetados cerca de R$ 56,7 bilhões na economia. Mais de 36 milhões de pessoas vão receber a segunda cota da gratificação, que vai cair na conta junto com o pagamento regular de maio. Este é o terceiro ano consecutivo que os pagamentos do décimo terceiro salário do INSS ocorrem entre abril, maio e junho. O adiantamento foi possível após edição de portaria do INSS, ainda em março.

Quem recebe Benefício de Prestação Continuada (BPC) não tem décimo terceiro.

Destaque 3

Após Bocalom declarar apoio à Márcia, Mãe de Gladson diz que prefeito “é um revoltado”

Publicado

em

A mãe do governador Gladson Cameli, Linda Cameli, conhecida por ser ativa nas redes sociais e não economizar na defesa do filho, fez mais um comentário que gerou repercussão. Ao comentar nesta terça-feira, 9, no Instagram do ac24horas a matéria onde o prefeito Tião Bocalom declarou apoio à candidatura de Márcia Bittar (PL) ao Senado da República, dona Linda afirmou que o prefeito da capital acreana não merece nem resposta e é um revoltado.

A relação entre Gladson e Bocalom se tornou estremecida desde a campanha das últimas eleições municipais, quando o atual governador fez uma aliança com a então candidata Socorro Neri e não apoiou o atual prefeito, que é de seu mesmo partido. Depois disso, os dois já protagonizaram alguns episódios que evidenciam que as mágoas não foram superadas, com destaque para a visita do presidente Jair Bolsonaro ao Acre em maio deste ano quando Gladson tornou pública a reclamação de Bocalom de que a “turma” do governo seria a responsável pelas vaias durante a solenidade.

Continuar lendo

Destaque 3

Candidata a vice de Gladson, senadora Mailza declara ter apenas R$ 11 mil em bens

Publicado

em

A senadora Mailza Gomes (Progressistas), que concorre às eleições de 2022 como vice-governador de Gladson Cameli, declarou ao Tribunal Superior Eleitoral ter apenas R$ 11 mil em bens. A informação consta no Portal DivulgaCand, que mostra os registros oficiais e contas eleitorais das eleições de 2022.

De acordo com a declaração de bens, a candidata a vice na chapa Progressista de um ativo financeiro no valor de R$ 8.248,81 e um veículo automotor no valor de R$ 3 mil.

Na eleição de 2014, quando concorreu como primeira suplente de Gladson Cameli ao senado, Mailza declarou não ter nenhum bem. Ela assumiu o cargo de senadora da república logo após Cameli assumir a cadeira de governador em 2019.

Continuar lendo

Destaque 3

Mais de 150 Carteiras de Identidade foram emitidas na Expoacre 2022, afirma instituto

Publicado

em

Utilizando um ônibus, o Instituto de Identificação do Acre emitiu 157 Carteiras de Identidade Nacional (CIN) e agendou atendimento para outras 125 pessoas na Expoacre. Os usuários foram orientados acerca da validade do antigo documento, que é de dez anos, e do procedimento para emissão de um novo documento.

O Acre foi o primeiro Estado da federação a emitir o novo padrão do documento, o qual passará a ser uniforme em todo o país e com numeração única, assim como já ocorre com o CPF. O documento está disponível em três versões, em papel moeda, policarbonato e a versão digital proporcionando segurança e praticidade a população.

Além do serviço de identificação, a Polícia Civil também realizou 33 boletins de ocorrência. A Polícia Civil também implantou uma sala de Acolhimento a mulher, idosos e crianças vítimas, entretanto, não foi verificado nenhum caso ou registro de ocorrência de violência dessa natureza durante todo o evento.

Continuar lendo

Destaque 3

Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite e outras doenças

Publicado

em

O Ministério da Saúde lançou hoje (7), em São Paulo, a Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite e de multivacinação. O objetivo é recuperar a cobertura vacinal de crianças e adolescentes que deixaram de tomar os imunizantes previstos no calendário nacional.

A partir de amanhã (8), cerca de 40 mil salas de vacinação em todo o país estarão abertas para aplicar doses de 18 tipos de imunizantes previstos no calendário nacional de vacinação para esse público. A campanha terminará em 9 de setembro.

A vacinação contra a poliomielite é destinada para crianças menores de 5 anos. A multivacinação é para crianças e adolescentes menores de 15 anos.

Para crianças estarão disponíveis os seguintes imunizantes: Hepatite A e B; Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente; VIP (Vacina Inativada Poliomielite); VRH (Vacina Rotavírus Humano); Meningocócica C (conjugada); VOP (Vacina Oral Poliomielite); Febre amarela; Tríplice viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba); Tetraviral (Sarampo, Rubéola, Caxumba, Varicela); DTP (tríplice bacteriana); Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

Para adolescentes: HPV; dT (dupla adulto); Febre amarela; Tríplice viral; Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada).

Segundo o ministério, a partir dos três anos de idade, as vacinas de covid-19 podem ser administradas de forma simultânea ou com qualquer intervalo com os demais imunizantes.

Ao participar do lançamento da campanha, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que o último caso de pólio no Brasil foi registrado em 1989. Segundo ele, a cobertura vacinal da população está diminuiu em todo o mundo, principalmente durante o período da pandemia de covid-19. O ministro também conclamou as famílias a levarem as crianças para vacinar.

“Peço aos pais que levem seus filhos para as salas de vacinação. É inaceitável que, hoje, no século 21, 100 anos depois do esforço extraordinário de Oswaldo Cruz para introduzir esses conceitos sanitários no Brasil, nós tenhamos ainda crianças com doenças que podem ser evitáveis por vacina”, afirmou.

O ministério espera vacinar cerca de 14.3 milhões de pessoas contra a polio. Todos os imunizantes ofertados têm registro pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!