Menu

Mazinho diz que críticas de Gerlen são “levianas” e que cessão da usina de asfalto gerou economia

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (União Brasil) usou as redes sociais nesta terça-feira, 24, para realizar esclarecimentos referentes à Usina de Asfalto de Sena Madureira que, atualmente, está sob o comando de uma empresa privada. O gestor frisou que a concessão da usina foi a forma mais adequada que a prefeitura do município encontrou para atender as demandas de asfaltamento das ruas da cidade.


A nota do prefeito se dá em resposta às críticas feitas pelo seu desafeto, deputado estadual Gerlen Diniz (Progressistas), que teria na última sexta-feira, 20, solicitado o retorno da usina de asfalto ao Poder Executivo Municipal. Serafim contou que a declaração de Diniz é “leviana”. “A leviandade abunda quando a incompetência resplandece e a falta de compromisso com o desenvolvimento de Sena Madureira sobressai, eis que por interesses politiqueiros, alguns indivíduos com intuito de macular a briosa administração municipal, divulgam fatos inexistentes com intuito de confundir a população e induzir a erro os órgãos constituídos de fiscalização e controle da lei”, declarou.

Publicidade

Serafim explicou que o município de Sena Madureira adquiriu anos atrás equipamentos para a composição de Usina de Asfaltamento, com o objetivo de produzir material para “tapar buracos”, asfaltamento e recuperação de vias públicas municipais. No entanto, com o passar do tempo os equipamentos foram se desgastando, necessitando de manutenção e reparação, sendo necessário a entrega para a iniciativa privada tendo em vista que os insumos tiveram aumento vertiginosamente de valores. “O alto custo de manutenção para o funcionamento da usina, da aquisição de insumos, a obsolescência programada inerente aos equipamentos dessa natureza, despesas com mão de obra, e guarda das máquinas tornaram inviáveis a utilização dos equipamentos em sua plenitude. Razão pela qual, o Município de Sena Madureira ao receber proposta de cessão da usina por tempo determinado após análise técnica da vantajosidade para o Município, submeteu a proposta ao parlamento municipal que a acolheu de pronto”, comentou.


O gestor lembrou ainda que com o aval da Câmara de Vereadores foi feito o negócio jurídico, gerando economia aos cofres públicos de mais de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) por ano. “Esclareço que o instituto da cessão de bens públicos é previsto em lei, o que foi feito apenas para robustecer o ato administrativo, uma vez que o prefeito tem a discricionariedade de ceder bens desde que demonstrados a vantagem para a administração pública, como é o caso (LEI ORGÂNICA – artigo 102)”, ressaltou.


Não deixando seu jeito peculiar polêmico de lado, Serafim classificou o comentário de Gerlen como de pessoa “derrotada” na política. “Portanto, comentários comezinhos de pessoas derrotadas na vida pública não devem interromper a exitosa administração do prefeito Mazinho Serafim, que vem trabalhando diuturnamente pelo povo senamadureirense”, encerrou.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido