Conecte-se agora

Mega-Sena acumula pela quarta vez e prêmio sobe para R$ 65 milhões

Publicado

em

Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena 2483 e o prêmio acumulado há quatro concursos vai a R$ 65 milhões. O próximo sorteio da Mega-Sena ocorre na quarta-feira (25).

Os números sorteados nesta sábado em São Paulo foram: 20 -34 – 38 – 40 – 49 – 54.

72 apostas acertaram cinco dezenas e vão receber R$ 74.529,17 cada uma. Os 5.242 apostadores que acertaram quatro números vão ganhar R$ 1.462,39 cada.

Cotidiano

Justiça Eleitoral lança plataforma digital de combate as ‘fake news’

Publicado

em

A Justiça Eleitoral lançou na última semana, o Sistema de Alerta de Desinformação Contra as Eleições, onde a população poderá comunicar sobre o recebimento de notícias falsas ou manipuladas sobre o processo eleitoral brasileiro.

No site, é possível enviar vídeos, áudios e textos julgados como contendo inverdades, que serão repassadas às plataformas digitais e as agências de checagem parceiras da Corte Eleitoral.

De acordo com a gravidade do caso, os relatos recebidos poderão ser encaminhados ao Ministério Público Eleitoral (MPE) e demais autoridades para adoção das medidas legais cabíveis.

A ferramenta está disponível no site do *Tribunal Superior Eleitoral (TSE)*. Para registrar um alerta, basta escolher o tipo de denuncia, indicar qual a plataforma onde a informação está disposta, inserir um link ou anexar um arquivo e enviar.

“A partir de agora, qualquer pessoa poderá acessar esse sistema, que já está disponível no site do TSE, e reportar episódios envolvendo a circulação de notícias falsas, portadoras de inverdades sobre o sistema eleitoral brasileiro, que atentem contra a imagem de segurança e integridade do processo de votação e que possam afetar a normalidade do pleito eleitoral”, disse o ministro Edson Fachin.

Continuar lendo

Cotidiano

Proerd itinerante irá atuar em vários municípios do Acre a partir de julho

Publicado

em

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (Proerd) da Polícia Militar do Acre (PMAC) inicia em julho o planejamento Itinerante que pretende atuar em vários municípios no interior do Acre.

Neste semestre, as atividades que voltaram a ser realizadas presencialmente nas salas de aula da rede pública e privada de Rio Branco, após o período de pandemia da Covid-19, serão intensificadas e chegarão nas outras cidades do Estado.

Diferente do modelo tradicional, onde as lições são divididas em dez semanas, com um encontro semanal e a formatura, no projeto itinerante, os dez encontros acontecerão todos em uma semana, sendo oferecidas duas lições por dia.

A primeira cidade atendida será Feijó, entre 11 a 18 de julho, e depois Tarauacá e Mâncio Lima. Em agosto, o Proerd Itinerante passa por Cruzeiro do Sul e Rodrigues Alves. Na região do Juruá, a equipe contará com apoio de instrutores locais.

Além disso, a iniciativa é realizada em parceria com as prefeituras municipais, que oferecerão a logística necessária para os profissionais, que sairão da capital para levar o programa educacional ao interior.

“O projeto tem a importância no sentido de atender as necessidades dos municípios nos quais estamos realizando as visitas, e também cumprir um papel fundamental, que é a realização desse programa no interior, por parte da Polícia Militar, suprindo a demanda de instrutores nesses locais”, disse o tenente João Jácome.

Continuar lendo

Cotidiano

MPAC lança edital para contratação de estagiários de nível superior

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) lançou nesta segunda, 27, o edital de abertura do I processo de avaliação e seleção de estagiário para o preenchimento de vagas e a formação de cadastro de reserva de estágio de estudantes de nível superior. O edital de lançamento foi assinado pelo procurador-geral de Justiça, Danilo Lovisaro do Nascimento.

As inscrições serão realizadas no período de 27 de junho até às 23h59min do dia 07 de julho de 2022, exclusivamente via internet, pelo site www.mpac.mp.br. As vagas são destinadas aos cursos de Arquitetura, Biologia, Ciências Contábeis/Contabilidade/Economia, Comunicação Social, Engenharia Agronômica, Engenharia Civil, Engenharia Florestal, Serviço Social, Saúde Coletiva, Psicologia, Rede de Computadores, Sistemas de Informação, Administração e Direito.

Ao todo, 40 vagas estão disponíveis para os municípios de Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Bujari. A carga horária de trabalho é de 30 horas semanais, com bolsa mensal no valor de um salário mínimo acrescido de auxílio transporte. Os candidatos devem estar devidamente matriculados em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação e ter disponibilidade de trabalho de 6 horas diárias.

O estágio terá vigência de um ano, prorrogável uma única vez por igual período, exceto para pessoas com deficiência, nos termos do art. 11 da Lei n.º 11.788/2008. O processo seletivo será composto de prova de múltipla escolha de caráter classificatório e eliminatório, a ser realizada na data única de 24 de julho de 2022.

Com informações da assessoria do MPAC.

Continuar lendo

Cotidiano

Movimento de Mulheres do Acre promove encontro sobre enfrentamento ao feminicídio

Publicado

em

O Instituto Mulheres da Amazônia promove nesta terça-feira, 28, em Rio Branco, o grande encontro “Nem Pensem em Nos Matar”. Realizado em parceria com o Levante Feminista do Acre e a Coordenadoria Ecumênica de Serviço (CESE/Bahia), o evento vai reunir lideranças feministas dos mais diversos segmentos e organizações.

Durante o encontro, o Movimento de Mulheres vai debater estratégias de enfrentamento ao alto índice de feminicídios no estado e a violência contra as mulheres. Há quatro anos consecutivos, o Acre lidera o ranking nacional de feminicídios [homicídio praticado contra a mulher em decorrência do fato de ela ser mulher].

Nos primeiros seis meses de 2022, foram registrado oito casos de feminicídios. Em 2021, foram registrados 13 assassinatos de mulheres por questão de gênero. Ao que tudo indica, o Acre pode liderar pelo quinto ano consecutivo o ranking nacional de feminicídios, sendo um dos lugares mais perigosos para mulheres viverem.

“Nós precisamos traçar estratégias de cobrança de políticas públicas, nem que a gente tenha que ir para a rua denunciar o descaso do governo federal e a ineficácia das políticas estaduais para conter esse índice de violência contra as mulheres e contra a sociedade de maneira em geral”, destaca a presidente do IMA, Concita Maia.

O encontro acontece a partir das 15 horas no Clube dos Engenheiros.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!