Menu

Acre tem 10% da população do estado sem acesso à energia

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O Brasil tem avançado na universalização da energia, mas as populações de áreas remotas da Amazônia ainda demandam acesso à eletricidade. Reportagem do site ambiental O Eco mostra que, segundo estimativas do Ministério de Minas e Energia, cerca de 425 mil famílias ainda não têm acesso à energia elétrica no país.


No Acre, são mais de 17 mil famílias, o que corresponde a 87 mil pessoas, cerca de 10% da população do estado. E sem a realização do Censo do IBGE, esse dado pode estar subestimado. O município acreano que aparece com o maior número de pessoas sem acesso à energia elétrica é Sena Madureira (26.894).


A publicação diz que 2022 é o ano chave para a pauta da universalização da energia elétrica no Brasil, quando vence o prazo de vigência do Luz para Todos, o carro-chefe da política pública desse direito garantido pela Constituição.

Publicidade

O programa Mais Luz Para a Amazônia, irmão mais novo do Luz para Todos, lançado em 2020 e que também perde a vigência em 2022, deverá ser prorrogado. O projeto foca justamente nas populações que o Luz Para Todos não conseguiu atingir em sua plenitude: os moradores de áreas remotas da Amazônia Legal.


Os números acima são do Ministério de Minas e Energia (MME), Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) e Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A reportagem original é de Liane Cardoso, jornalista em formação pela Universidade Estadual do Piauí.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido