Conecte-se agora

Promotor diz que depoimento de Ícaro atribui a “discussão” como culpa pela morte de Jonhliane

Publicado

em

O promotor de justiça Efrain Mendoza, que está à frente da acusação no julgamento, fez um discurso nesta quarta-feira, 18, rebatendo os depoimentos de Ícaro Pinto e Alan Araújo,  acusados na participação na morte de Jonhliane Paiva Sousa em um acidente de trânsito ocorrido em agosto de 2020.

Ao fazer seu discurso de acusação, Mendoza citou que a defesa de Ícaro tenta descartar sua responsabilidade no crime e atribuir a causa fatal do crime a uma discussão com Hatsue, sua ex-ficante. “Essa discussão que se cria aqui é para dizer que o acidente é culpa da discussão”, comentou.

Em dado momento do longo depoimento, Mendoza disse que, tanto Ícaro, quanto Alan, não tiveram pretensão de matar a vítima. “Eles não tinham intenção de matar? Não tinha. Temos um crime culposo”, ressaltou.

Efraim também condenou a atitude do acusado em realizar a viagem para outro Estado. “A viagem à fortaleza é uma falta de solidariedade”, ressaltou.

O promotor ainda fez questão de relembrar os episódios negativos da vida de Ícaro, principalmente, na Bahia antes do acidente fatal.”Ícaro se envolveu em uma briga em Ilhéus na Bahia. Existe nos autos uma sentença criminal em primeiro grau, onde ele, seu irmão e outros amigos, deixaram uma pessoa em estado gravíssimo, depois de uma briga. Ele, aliás, ainda está respondendo pelo acontecido, o processo ainda está em trâmite. A partir do momento em que se envolveu em algo desse tipo porque não se ‘aquieta’. Não, ele fez ao contrário: bebeu e continuou indo para festas. Isso demonstra a predisposição da pessoa em cometer delitos, ao invés de arrumar a vida”.

Sobre o outro envolvido no caso, Alan Araújo, o promotor reforçou sua tese de envolvimento em “racha”. “O Alan eu não tenho nada. Eu tenho contra ele um envolvimento em uma disputa de veículo. Esse tipo de corrida pode ocasionar a morte de alguém, e foi o que de fato aconteceu”, explicou.

Destaque 6

Com gol nos acréscimos, Galvez é campeão acreano Sub-20

Publicado

em

O título do Campeonato Acreano Sub-20 foi decidido com todos os ingredientes de uma grande final. Jogo disputado, grande público no estádio e final emocionante.

Galvez e Andirá entraram em campo no Florestão na tarde deste sábado, 2, em busca do título do segundo campeonato mais importante do futebol acreano.

O Morcego, como é chamado o Andirá, tentava seu bi-campeonato. A partida foi bastante disputada e quando se encaminhava para a decisão nos pênaltis, o Galvez marcou aos 48 minutos com o atacante Vinicius.

Com a conquista do título, o Galvez será o representante do Acre na Copa São Paulo de Futebol Júnior e a Copa do Brasil Sub-20 do ano que vem.

O técnico Kinho Brito conquistou o segundo título consecutivo, já que era o treinador do Andirá no ano passado.

Continuar lendo

Destaque 6

Tempo seco e ensolarado neste domingo no Acre, aponta previsão

Publicado

em

O tempo no Acre neste domingo, 3, será seco, firme e de muito sol, segundo o portal O Tempo Aqui. Os termômetros não ultrapassam os 34°C na maioria dos municípios.

Rio Branco, Brasileia e Sena Madureira, tem baixa probabilidade de chuvas, mas caso ocorram serão rápidas e pontuais em algumas áreas.

O mesmo deve ocorrer nas microrregiões de Cruzeiro do Sul e Tarauacá, com ventos que sopram entre fracos e calmos.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre, com mínimas oscilando entre 18 e 20ºC, e máximas, entre 32 e 34ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Assis Brasil e Santa Rosa do Purus, com mínimas oscilando entre 17 e 19ºC, e máximas, entre 32 e 34ºC;

– Plácido de Castro e Acrelândia, com mínimas oscilando entre 18 e 20ºC, e máximas, entre 32 e 34ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 32 e 34ºC;

– Tarauacá e Feijó, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 33 e 35ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 32 e 34ºC;

– Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 32 e 34ºC.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuar lendo

Destaque 6

Jair Renan diz apanhar da mãe e que Bolsonaro faz “terror psicológico”

Publicado

em

Jair Renan, quarto filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), fruto do casamento com Ana Cristina Valle, disse que apanha da mãe e que o pai faz “terror psicológico” com ele.

A declaração foi ao ar nessa quinta-feira (30/6), durante o podcast de Jair Renan, “Zer04”. No programa, Jair Renan recebeu o cantor Negão da BL. Na conversa, eles falaram sobre a relação entre pais e filhos.

“Minha mãe me bate e ele [meu pai] faz terror psicológico. Eu prefiro que me bata do que faça minha cabeça, falar no meu ouvido. Aquilo que eu fico duas semanas pensando no que ele falou”, relatou.

Veja o vídeo:

video

 

Continuar lendo

Destaque 6

PEC dos Combustíveis é aprovada no Senado com R$ 41,25 bi em auxílios

Subsídio da União às gratuidades do transporte coletivo terá efeito direto em Rio Branco, que enfrenta crise no setor

Publicado

em

O plenário do Senado Federal aprovou nesta quinta-feira (30), após intensas negociações entre governo e oposição, a nova versão da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Combustíveis, que prevê o reconhecimento do estado de emergência em 2022 no país e um pacote de R$ 41,25 bilhões em auxílios. A matéria agora segue para análise da Câmara dos Deputados.

A PEC cria um auxílio de R$ 1 mil a caminhoneiros e um auxílio ainda sem valor definido a taxistas, além de ampliar o Auxílio Brasil para, ao menos, R$ 600 mensais e o vale-gás para cerca de R$ 120 a cada dois meses. Essas medidas serão válidas até 31 de dezembro deste ano, segundo o texto.

O texto também concede assistência de R$ 2,5 bilhões até 31 de dezembro de 2022 para auxiliar o custeio do direito da gratuidade aos idosos no transporte público coletivo urbano, semiurbano e metropolitano prevista no Estatuto do Idoso. O montante será repassado à União, a estados, ao Distrito Federal e a municípios.

Nesse último ponto, deverá ter um efeito direto em Rio Branco, que enfrenta uma crise sem precedentes no sistema de transporte público coletivo urbano, uma vez que a União vai subsidiar as gratuidades do transporte coletivo, o que isentará o município de repassar subsídio ao transporte coletivo.

Está previsto também o incremento em R$ 500 milhões da verba para o programa Alimenta Brasil, de compra de alimentos de pequenos produtores e povos indígenas, entre outros, por parte de órgãos públicos.

O impacto dos recursos para bancar essas iniciativas é estimado em R$ 41,25 bilhões, que ficarão de fora do teto de gastos e da meta de resultados fiscais da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2022, de acordo com o relator, senador Fernando Bezerra (MDB-PE).

A PEC reconhece um estado de emergência no Brasil em 2022. A justificativa é a “elevação extraordinária e imprevisível dos preços do petróleo, combustíveis e seus derivados e dos impactos sociais deles decorrentes”. Na prática, essa foi a alternativa encontrada pelo governo federal para não incorrer em possíveis crimes eleitorais por causa dos pleitos de outubro deste ano.

Entenda o que diz a nova versão da PEC dos Combustíveis:

1 – Aumenta em R$ 200 o benefício do Auxílio Brasil entre 1º de agosto e 31 de dezembro de 2022. Portanto, o valor do auxílio deve passar de R$ 400 para R$ 600 neste período. A estimativa de custo da medida é da ordem de R$ 26 bilhões até o final do ano. A intenção do governo é usar esse montante ainda para zerar a atual fila de beneficiários, estimada em quase 1,6 milhões de famílias.

2 – Aumenta o valor do vale-gás para que seja pago o equivalente a um botijão a cada dois meses, o que deve possibilitar que o auxílio chegue a cerca de R$ 120. Oficialmente, será dado um valor que corresponde a mais 50% da média do preço nacional de referência do botijão de 13 kg do gás de cozinha (o gás liquefeito de petróleo). A medida será válida entre 1º de julho e 31 de dezembro de 2022. O valor estimado da medida é de R$ 1,05 bilhão. Segundo o relator, 5,8 milhões de famílias devem ser beneficiadas.

3 – Cria um auxílio de R$ 1 mil para os transportadores autônomos de carga que estavam cadastrados no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas até 31 de maio de 2022, o que deve atingir caminhoneiros, majoritariamente. O auxílio será concedido entre 1º de julho e 31 de dezembro de 2022, deve atender cerca de 870 mil beneficiários e tem impacto estimado em R$ 5,4 bilhões.

4 – Cria um auxílio a motoristas de táxi profissionais registrados, de valor ainda a ser definido. A verba total para esse auxílio será de R$ 2 bilhões. O cálculo de quanto cada taxista receberá e a quantidade de parcelas pagas deverão ser regulamentados pelo Executivo, considerando o número de beneficiários habilitados. O benefício será concedido entre 1º de julho e 31 de dezembro de 2022. Para recebê-lo, os taxistas precisarão apresentar documento de permissão para prestação do serviço emitido pelo poder público municipal ou distrital.

5 – Concede assistência de R$ 2,5 bilhões até 31 de dezembro de 2022 para auxiliar o custeio do direito da gratuidade aos idosos no transporte público coletivo urbano, semiurbano e metropolitano prevista no Estatuto do Idoso. O montante será repassado à União, a estados, ao Distrito Federal e a municípios.

6 – Concede auxílio no valor total de R$ 3,8 bilhões somente aos estados e ao Distrito Federal que outorgarem créditos tributários do ICMS, imposto sobre mercadorias e produtos, aos produtores ou distribuidores de etanol hidratado em seu território, em montante equivalente ao valor recebido. O objetivo é reduzir a carga tributária da cadeia produtiva do etanol hidratado, de modo a manter um diferencial competitivo em relação à gasolina. A proposta permite que, até 31 de dezembro de 2022, a alíquota de tributos incidentes sobre a gasolina poderá ser zerada, desde que a alíquota do mesmo tributo incidente sobre o etanol hidratado também seja zerada. A ajuda será dada em cinco parcelas mensais de até R$ 760 milhões cada, de agosto a dezembro de 2022.

7 – Concede suplementação orçamentária de R$ 500 milhões ao Programa Alimenta Brasil.

Com informações da CNN Brasil.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!